Mais de 50% do reinado de Nia Sanchez como Miss USA 2014 foi para o ralo. E, até agora, nada da MUO decidir sobre o Miss USA 2015


Coordenadores estaduais estão em desespero com a inércia de Trump e da NBC acerca de data e cidade-sede

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Miss Universe Organization/Facebook/Divulgação


Nia Sanchez: agenda normal, enquanto os incompetentes da MUO nada decidem sobre cidade-sede e data do concurso Miss USA 2015

Passaram-se 277 dias desde a eleição da nevadense Nia Sanchez como Miss USA 2014. Há exatos 46 dias, Nia participava do concurso Miss Universo 2014, na cidade de Miami. Acabou em segundo lugar ante outras 87 candidatas nacionais. Passou-se o Miss Universo 2014, e, a esta altura do campeonato, a Miss Universe Organization já deveria ter marcado a data do concurso Miss USA 2015, a 64ª edição do certame. Mal se desmontou o palco do certame internacional na FIU Arena, a preocupação dos incompetentes de Donald Trump tem sido só afagar e abraçar a vencedora do Miss Universo, a colombiana Paulina Vega. As 51 candidatas estaduais para o Miss USA 2015 já estão eleitas, Porém, nada foi feito até agora pela MUO nem pela cadeia de televisão NBC para acertar onde (e quando) vai ser a gala de coroação da sucessora de Sanchez.
Em um ano não bissexto como este, 277 dias equivale a 75,89% do período já transcorrido. E é esse tempo já gasto que a MUO deveria levar em conta para decidir, o quanto antes, a data e o local de coroação do Miss USA 2015. Só para Doral receber e não receber o Miss USA 2014, fez-se uma verdadeira novela gravada na Univisión, bancada pela Prefeitura e pelos conselheiros municipais trapalhões e incompetentes. Passou-se a batuta para Baton Rouge, capital da Luisiana, que guarda boas relações com a MUO – recebera o Miss Teen USA 2005, antes mesmo da desgraça do furacão Katrina. Há exatamente um ano, Baton Rouge era escolhida para receber a 63ª edição do Miss USA. Gastaram-se US$ 25 milhões para a realização do concurso na cidade. Na versão oficial, apresentada pela Visit Baton Rouge, foram liberados apenas US$ 50 mil para o Miss USA 2014.
A inércia da Miss Universe Organization para o concurso nacional de 2015 já começa a preocupar muitos franqueados estaduais do Miss USA. Alguns deles ameaçaram cancelar os contratos com a MUO e sair do ramo de concursos de beleza. Uma fonte de uma importante coordenação estadual revelou, sob condição de anonimato, ao TV em Análise Críticas que “[Donald] Trump produziu uma verdadeira pantomina para espichar o reinado da venezuelana [Maria Gabriela] Isler”. “Fez-se uma verdadeira farsa em Doral [a assinatura do contrato do Miss Universo 2014, no Trump National Doral, com o prefeito democrata Luigi Boria] para fazer de conta que o concurso era na cidade, quando todos sabem que a Arena da FIU fica em Miami”, revela a mesma fonte, que assegura ter tido pelo menos cinco títulos de Miss USA na carteira. A crítica do coordenador estadual anônimo faz sentido: Trump deu toda a atenção da mídia para a coroação de Paulina Vega enquanto coordenadores locais do Miss USA sofrem à míngua, esperando providências urgentes da NBC para a definição de data e local para o Miss USA 2015.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Outras Venezuelas, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Mais de 50% do reinado de Nia Sanchez como Miss USA 2014 foi para o ralo. E, até agora, nada da MUO decidir sobre o Miss USA 2015

  1. Pingback: Definição de patrocinadores do Miss USA 2015 está atrasada e concurso pode ser adiado para julho | TV em Análise Críticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s