Os vencedores do 87º Oscar, em detalhes e estatísticas


*Indicadas em nove categorias, Birdman e Grande Hotel Budapeste empataram com quatro estatuetas cada
*Em três categorias, houve discordâncias com premiações de sindicatos

Da redação TV em Análise

Robyn Beck/AFP/Getty Images


-¡Y viva México!

Foram anunciados na noite deste domingo (22), em cerimônia realizada no Dolby Theatre, em Los Angeles, os vencedores das 24 categorias da 87ª edição do Oscar, principal premiação da indústria cinematográfica americana. Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância) e O Grande Hotel Budapeste foram as produções que, além de terem recebido o maior número de indicações (foram nove para cada uma), também saíram com o maior número de estatuetas. Ambos os filmes venceram quatro categorias cada, incluindo melhor filme, melhor direção (para o mexicano Alejandro González Iñárritu), melhor roteiro original (equipe de Iñárritu), melhor figurino (para Milena Canonero, de Grande Hotel…), melhor direção de arte (também para Grande Hotel…) e melhor fotografia (para Emanuel Lubescki, de Birdman).
Logo atrás, com três estatuetas, ficou Whiplash – Em Busca da Perfeição, contemplada nas categorias de melhor ator coadjuvante, para J.K. Simmons, mixagem de som e edição. A exemplo de Simmons, ator egresso de trabalhos na televisão, Patricia Arquette, de Boyhood – Da Infância à Juventude, Julianne Moore, de Para Sempre Alice, e Eddie Redmayne, de A Teoria de Tudo, confirmaram os prognósticos oriundos do ciclo de premiações preliminares (Golden Globes, SAG Awards e BAFTA Film) e levaram todas as premiações de atuação. Noutra ponta, Iñárritu encerrou uma disputa que vinha sendo travada com o inglês Richard Linklater, de Boyhood, para a categoria de melhor diretor. No Oscar, o mexicano acabou levando vantagem, desempatando um quadro que estava em 2 a 2, desde os Golden Globes.
Entre os vencedores de algumas categorias técnicas, três discordâncias foram observadas em relação ao ciclo das premiações de sindicatos. Apesar de o VES Awards ter consagrado Planeta dos Macacos: O Confronto, os votantes do Oscar na área de efeitos especiais optaram pelo fraquíssimo Interestelar. Mesmo tendo vencido o Cinema Audio Society Awards na categoria de mixagem de som para filme live-action, Birdman perdeu a categoria de mixagem de som do Oscar para Whiplash, que nem sequer foi indicada para a premiação sindical. Vencedora na área de roteiro original, Birdman nem sequer foi indicada ao WGA Awards nesse segmento.
A seguir, a lista detalhada de vencedores:

Melhor filme
Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)

Melhor ator
Eddie Redmayne – A Teoria de Tudo

Melhor atriz
Julianne Moore – Para Sempre Alice

Ator coadjuvante
J.K. Simmons – Whiplash – Em Busca da Perfeição

Atriz coadjuvante
Patricia Arquette – Boyhood – Da Infância à Juventude

Direção
Alejandro González Iñárritu – Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)

Roteiro original
Alejandro González Iñárritu, Nicolás Giacobone, Alexander Dinelans Jr. e Armando Bo – Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)

Roteiro adaptado
Graham Moore – O Jogo da Imitação

Trilha original
Alexandre Desplat – O Grande Hotel Budapeste

Canção original
Glory (Selma) – Letra e música de John Legend e Common

Maquiagem e penteado
O Grande Hotel Budapeste

Figurino
Milena Canonero – O Grande Hotel Budapeste

Efeitos visuais
Interestelar

Edição
Tom Cross – Whiplash – Em Busca da Perfeição

Edição de som
Sniper Americano

Mixagem de som
Whiplash – Em Busca da Perfeição

Direção de arte
O Grande Hotel Budapeste

Fotografia
Emanuel Lubescki – Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)

Filme de animação
Operação Big Hero

Documentário
Citizenfour

Curta documentário
Crisis Hotline: Veterans Press 1

Curta de ficção
The Phone Call

Curta de animação
O Banquete

Filme estrangeiro
Ida (POL)

Duke/Diário do Centro do Mundo

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Cinema, Eventos, Premiações e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s