Negociata para Fortaleza sediar 64ª edição do concurso Miss Universo estaria em curso, segundo oposição e colunista


*Intenção seria comprar votos dos jurados do concurso Miss Universo 2014 para classificar brasileira Melissa Gurgel entre as 15 semifinalistas
*Cearense ocupa a 17ª colocação da 34ª avaliação parcial do Críticas e tem poucas chances de classificação

Da redação TV em Análise
Com reportagem de João Eduardo Lima

Miss Universe Organization/Divulgação


Melissa Gurgel: dinheiro oficial para comprar jurados preliminares

A quatro dias da realização da 63ª edição do concurso de Miss Universo, na FIU Arena, em Miami, uma revelação estarrecedora assusta o Brasil e principalmente os torcedores de sua candidata na disputa, a modelo cearense Melissa Gurgel, 20: segundo o colunista Leo Dias, representantes do Governo do Estado do Ceará estariam em Miami para negociar junto à Miss Universe Organization para que a 64ª edição do certame ocorra no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza. O local já foi tema de reportagem do TV em Análise Críticas, publicada em 10 de novembro de 2013 em função de sua candidatura fracassada para sediar o concurso Miss Universo 2014, que foi para a cidade da Flórida.
Segundo Dias, o governo do Ceará promete arcar com todas as despesas de estadia das candidatas nacionais nos 15 dias em que estas permanecerem em território cearense. Fontes da MUO informaram ao Críticas que, pelo menos, cinco cidades já estariam no raio de ação da possível programação do Miss Universo 2015 no Ceará: Caucaia, Eusébio, Fortaleza, Jijoca de Jericoacoara e Pecém.
De acordo com o Tribunal de Contas do Estado do Ceará, a construção do Centro de Eventos, que poderia receber a preliminar e a final televisionada, teve superfaturamento de R$ 122,71 milhões no custo final. O local, inaugurado em 18 de agosto de 2012 com um show do tenor espanhol Plácido Domingo, contratado sem licitação, recebeu a 58ª e 60ª edições do concurso de Miss Brasil.
No entanto, fontes da NBC, da Enter (empresa de eventos da Band que detém a concessão do concurso de Miss Universo para o Brasil) e da MUO negaram ao Críticas qualquer tipo de negociação com a Secretaria de Turismo do Ceará (SETUR) “para a próxima ou quaisquer edições futuras do concurso Miss Universo”. Para essas entidades, pesam contra o mau momento vivido pela economia brasileira, com ajustes de impostos e o chamado “pacote de maldades” do ministro da Fazenda Joaquim Levy. “Estamos muitíssimo preocupados com a agonia do cenário econômico brasileiro, que se não fosse com a ajuda de nossos parceiros (Enter, Band e patrocinadores privados) não estaríamos estimulando a indústria de concursos de beleza no Brasil”, teria dito um representante da presidenta da MUO, Paula Shugart a repórteres do Críticas que acompanham a fase final de preparação das candidatas, na cidade de Doral (região metropolitana de Miami). Em declaração ao jornal O Povo, a assessoria de imprensa da Setur-CE também negou as negociações.

A CONTA

Ainda não se fala em cifras, mas especialistas de mercado estimam que a candidatura de Fortaleza ao Miss Universo 2015 não deve sair por menos de US$ 75 milhões (R$ 194,7 milhões, pelo câmbio oficial desta quarta-feira [21], já contabilizando verbas de patrocínio, despesas de transporte, infraestrutura, telecomunicações, acomodação para as misses e seus respectivos familiares e coordenadores nacionais, acomodações para os torcedores das candidatas nacionais e empregos temporários a serem gerados nas indústrias hoteleira, fretamento turístico e de bares e restaurantes). O custo deve ser rateado entre o Governo do Estado e patrocinadores privados, que arcariam com a maioria das despesas.
No entanto, tal aspiração já custa um preço altíssimo ao favoritismo de Melissa Gurgel ao título de Miss Universo 2014 nas avaliações parciais que o Críticas tem realizado com vistas ao certame: desde sua eleição como Miss Brasil, no dia 27 de setembro, até a divulgação da 34ª rodada, no último dia 19 (segunda-feira), a cearense perdeu 14 colocações no ranking de notas e está na zona do Trump Card, o que em tese a colocaria entre as favoritas, por estar numa área de potenciais candidatas a emplacarem vagas entre as 15 ou 16 semifinalistas (número ainda não fechado) na cota que está reservada aos diretores da Miss Universe Organization. Até a 34ª parcial, Melissa ocupava a 17ª colocação (14 abaixo do terceiro lugar obtido na 20ª parcial, divulgada imediatamente após a sua eleição como Miss Brasil). Segundo Leo Dias, é exatamente esse quadro desfavorável que as autoridades cearenses tentarão reverter já no Presentation Show, marcado para a noite desta quarta-feira (21), também na FIU Arena.

OS PODRES

Fontes dos partidos de oposição ao governador Camilo Santana (PT) na Assembleia Legislativa do Ceará informaram ao TV em Análise Críticas uma história ainda mais grave: a intenção dos representantes da SETUR-CE em Miami seria a de comprar votos dos jurados preliminares, entre eles o advogado de mídias digitais Donald Nguyen e a Miss Universo 1992, a namíbia Michelle McLean. Um assessor parlamentar do PSDB informou à redação do Críticas que McLean estaria sendo subornada com cheques de US$ 70 mil (R$ 181.727) para classificar Melissa no primeiro grupo de semifinalistas, que terá nove candidatas. As outras seis serão escolhidas pelos diretores da MUO. Dias, no entanto, pensa outra coisa: a intenção da negociata é tentar eleger Melissa Gurgel como Miss Universo 2014. Mas não é bem exatamente assim.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Nossas Venezuelas, Poderes ocultos, Podres poderes, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Negociata para Fortaleza sediar 64ª edição do concurso Miss Universo estaria em curso, segundo oposição e colunista

  1. Matheus Nunes disse:

    Isso é ridículo!

  2. Pingback: A involução da audiência do concurso Miss Universo na Band em telespectadores e domicílios (2011-2014) | TV em Análise Críticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s