Os vencedores (e a audiência americana) da quarta edição do Critics’ Choice Television Awards, em detalhes


Série de streaming, Orange is the New Black vence entre as comédias e divide com minissérie Fargo o posto de maior vencedora da noite

Da redação TV em Análise

Michael Buckmer/Getty Images/CCTA/19.06.2014


Elenco de Orange: consagração na comédia e fiasco de audiência

Foram anunciados na noite desta quinta-feira (19), no Beverly Hilton Hotel, em Beverly Hills (Califórnia), os vencedores da quarta edição do Critics’ Choice Television Awards. Na área de comédia, Orange is the New Black, feita para o serviço de streaming Netflix, foi a grande vencedora, com três estatuetas, incluindo a de melhor série.
Numa espécie de aquecimento para a votação do 66º Primetime Emmy, que se encerrou nesta sexta-feira (20), Jim Parsons e Julia Louis-Dreyfus levaram as categorias de atuação principal, feito esse conseguido no Emmy de 2013. Abaixo, a relação detalhada de vencedores deste segmento:

CATEGORIAS DE COMÉDIA

Série cômica
Orange is the New Black

Ator em série cômica
Jim Parsons – The Big Bang Theory

Atriz em série cômica
Julia Louis-Dreyfus – Veep

Ator coadjuvante em série cômica
Andre Braugher – Brooklyn Nine-Nine

Atriz coadjuvante em série cômica
Allison Janney – Mom
Kate Mulgrew – Orange is the New Black

Ator ou atriz convidado(a) em série cômica
Uzo Aduba – Orange is the New Black

Já na área dramática, Breaking Bad se manteve superior a despeito da concorrência acirrada em áreas de atuação e conseguiu levar dois prêmios: melhor série do gênero e melhor ator coadjuvante, para Aaron Paul. Lista detalhada:

CATEGORIAS DE DRAMA

Série dramática
Breaking Bad

Ator em série dramática
Matthew McConaughey – True Detective

Atriz em série dramática
Tatiana Maslany – Orphan Black

Ator coadjuvante em série dramática
Aaron Paul – Breaking Bad

Atriz coadjuvante em série dramática
Bellamy Young – Scandal

Ator ou atriz convidado(a) em série dramática
Allison Janney – Masters of Sex

Entre as minisséries e telefilmes, o grande destaque foi Fargo, que venceu em três categorias: melhor minissérie, ator (Billy Bob Thornton) e atriz coadjuvante do gênero (Allison Tolman). The Normal Heart, produzido e dirigido por Ryan Murphy (Glee, franquia American Horror Story, homenageado com o Prêmio Genius Luís XIII), ficou com as estatuetas de melhor telefilme e ator coadjuvante do gênero, para Matt Bomer. Lista detalhada:

CATEGORIAS DE MINISSÉRIE OU TELEFILME

Melhor telefilme
The Normal Heart

Melhor minissérie
Fargo

Ator em minissérie ou telefilme
Billy Bob Thornton – Fargo

Atriz em minissérie ou telefilme
Jessica Lange – American Horror Story: Coven

Ator coadjuvante em minissérie ou telefilme
Matt Bomer – The Normal Heart

Atriz coadjuvante em minissérie ou telefilme
Allison Tolman – Fargo

Por fim, Cosmos: A Spacetime Odyssey, do NatGeo, conseguiu desbancar The Voice da hegemonia entre os realities, programas de variedades e séries de animação. O documentário venceu em duas categirias – melhor reality e, o mais crucial para a competição musical da NBC: apresentador de reality para o divulgador científico Neil deGrasse Tyson. Lista detalhada:

CATEGORIAS DE REALITY, VARIEDADES E ANIMAÇÃO

Melhor reality
Cosmos: A Spacetime Odyssey

Melhor reality de competição
Shark Tank

Melhor apresentador de reality
Neil deGrasse Tyson – Cosmos: A Spacetime Odyssey

Melhor talk-show (inclui programas diurnos)
The Tonight Show Starring Jimmy Fallon

Melhor série de animação
Archer

Audiência de premiação decepciona na The CW e fica no traço

Em suas duas horas de duração, a premiação televisionada pela The CW registrou 1 milhão de telespectadores, média de 0,7 e share domiciliar de 1 ponto. Entre os telespectadores na faixa de 18 a 49 anos, a decepção foi ainda maior: o CCTA registrou apenas 0,3 ponto. Os dados, referentes à faixa de exibição da premiação – 20 às 22h (horários da costa leste americana), são da Nielsen Media Research.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Minisséries e telefilmes, Premiações, Reality-shows, Séries e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Os vencedores (e a audiência americana) da quarta edição do Critics’ Choice Television Awards, em detalhes

  1. Pingback: Os vencedores das principais categorias do 41º Daytime Emmy Awards, em detalhes | TV em Análise Críticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s