Organizações do Miss Universo e Miss Mundo travam guerra de datas para 2014


Da redação TV em Análise

As direções dos concursos Miss Universo e Miss Mundo tem passado as últimas semanas numa verdadeira guerra campal para ver quem marca primeiro a data de seu certame para 2014. Quem nasceu primeiro? O ovo ou a galinha? Essa é uma questão que atormenta tanto Julia Morley, segura da realização do Miss Mundo 2014 em Londres, quanto Donald Trump, que toca as negociações com o Planet Hollywood Resort and Casino receber pela segunda vez uma edição de Miss Universo.

As visitas de Megan Young e Maria Gabriela Isler à Rússia e Filipinas, em março passado, soaram como um sinal claro de provocações entre as organizações rivais de concursos de beleza. Lembra até a rixa sangrenta entre rappers das costas leste e oeste americanas, que culminou nos assassinatos de Tupac Shakur (novembro de 1996) e Notorious B.I.G. (maio de 1997).

Se, de um lado, a Miss Universe Organization acena com Las Vegas como cidade-sede, a rival impede a MUO de realizar edições futuras do Miss Universo em Londres. No Reino Unido, não há entusiasmo nem interesse grandes no concurso americano, instituído um ano após o Miss Mundo. Preferem a gema local a dar colher de chá para os Inimigos da Rainha (adequação de gênero para um velho grupo musical de rock brasileiro da década de 1980, que apelou até para anã paraguaia pré-Game of Thrones ou Balanço Geral.

A subestima inglesa pelo Miss Universo é notória, tanto que as representantes do Reino Unido saem do concurso americano com resultados medíocres, não indo além do top 10. Morre por aí. Americana vencer Miss Mundo é mais fácil que achar agulha em palheiro.

No meio dessa guerra surda, diretores da MUO e da Miss World Organization batalham pelos espaços reservados nos meses de novembro e dezembro. Para desfavorecer, a MWO, a data de 8 de novembro já é do Miss Universo 2014, no The AXIS. Resta a dona Julia Morley bater cabeça para seu concurso cair bem no meio de dezembro, em plena loucura de consumo para as festas de final de ano.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s