Sede do Miss Universo 2014 estava decidida desde quando a Princesa Isabel libertou os escravos


Só Gaby “Percival” Isler não se deu conta

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

“Uma coisa que não me acostumo no Brasil são os burocratas”
(Morena Baccarin, atriz americana-carioca que disse “não” ao Sistema Globo de Séries)

Óleo de Jean Baptiste-Debret


Não à toa, a sede do Governo do Ceará se chama Palácio da Abolição

Fortaleza será sede da 63ª edição do concurso Miss Universo e pronto. Falta apenas a linha pontilhada do contrato entre a Enter, a Miss Universe Organization e a Secretaria de Turismo do Estado do Ceará ser assinada no dia 8 de junho por Donald Trump durante a transmissão do concurso Miss USA 2014, na NBC. Desde o dia 13 de maio de 1888, quando a Princesa Isabel assinou a libertação dos escravos, a capital do Ceará tinha sido escolhida para sediar o Miss Universo 2014. Só a atual detentora do título, a venezuelana Maria Gabriela Isler, 25, não se deu conta: desde o dia 11 de janeiro, quando o secretário de Turismo Bismarck Maia confirmou a reserva do Centro de Eventos do Ceará para a realização do certame a um colunista do jornal Diário do Nordeste, Isler só tem escrito amenidades, abobrinhas e baboseiras nas redes sociais da entidade que o organiza.
De acordo com funcionários da Enter e da Setur-CE, 90% dos rituais jurídicos, financeiros e logísticos de consolidação do contrato para a organização do Miss Universo 2014 no Centro de Eventos do Ceará já foram concluídos. Os 10% restantes, se informa, caberiam à assessoria de imprensa da MUO (prestada de forma incompetente pela firma nova-iorquina Rubenstein), a Donald Trump, à NBCUniversal e à própria Gabriela Isler, que tem feito Das Tripas Coração para “travar” a confirmação de Fortaleza como cidade-sede. Espera-se que o anúncio formal por parte da Band e da MUO seja feito durante a convenção geral do Grupo Bandeirantes de Comunicação, a ser realizada entre os dias 20 (quinta-feira) e 22 (sábado), no World Trade Center de São Paulo. Até lá (e também depois dessas datas), Isler vai se fazer de morta como o Percival de Souza do Cidade Alerta da Rede Record.

Reprodução/Rede Record

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Nossas Venezuelas, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s