INSS: Grammy 2014 foi show de velharia


Steven Tyler, vencedor do festival MPB 80 da Rede Globo e jurado da 10ª e 11ª temporadas do American Idol “interpreta” Aquela Coisa Toda, composição de Oswaldo Montenegro e Mongol. Direto do formol

Fotomontagem/R7

Texto de Bruno Kasnoyev, publicado no R7:

O que foi o Grammy 2014? Tirando um ou outro, incluindo a genial Lorde, só tinha velho.
Convidei um grupo de cinco adolescentes ligados em música para assistir comigo.
Queria testar se sou chato ou se o que vi reflete a qualidade atual da música.
Como quase nunca erro, Eureka!
Rimos muito de ver o gagá Ringo Starr balançar-se de uma lado para o outro feito um joão-bobo em sua apresentação solo.
Lamento por ele. Tadinho, passar por essa humilhação em público. E ele não parou por aí, ainda se juntou a outro vovô “beatleano”, o véio do violão Paul McCartney.
Paul é patético. Canta sentadinho ao piano e mexe a cabeça como se tivesse 17 anos. E espera que o público responda a isso.
Claro, claro, vale o velho clichê de que Beatles é a melhor banda da história. Aí todo mundo se levanta e balança o corpo fingindo estar achando legal. Dá pena.
E o Oswaldo Montenegro esteve no Grammy. Sim, ele foi homenageado por Steven Tyler. Cara de um, focinho de outro. Hahahahahahaha, rimos muito nessa hora.
Agora, nada superou Matusalém. É, sabe o Matusalém, ele foi representado por Willie Nelson. Esse merece aplausos.

Getty Images

Resumo: Grammy é programa de velho. Os meus amigos jovens que curtem internet acharam que era comédia.
Foi bom para rir.
Tá lendo por quê?

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Canta USA, MPB, Premiações e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s