Registros da audiência americana do feriado do Dia do Trabalho – sábado, 31 de agosto, e domingo, 1º de setembro de 2013


Futebol americano universitário e teleton do Seacrest na ABC, para começar

Da redação TV em Análise

Rex Brown/IPTAY Media/31.08.2013


Jogo entre Georgia e Clemson: destaque no sábado do Labor Day

Com a não divulgação dos dados hora por hora correlatos ao domingo, 1º de setembro, por parte do site Zap2it (de onde extraimos os tabelões de audiência das redes abertas americanas), a redação do Críticas optou por apresentar os destaques mais importantes de cada noite do feriado do Dia do Trabalho – comemorado nos Estados Unidos na primeira segunda-feira de setembro e não no tradicional 1º de maio. Noite por noite, eis os principais detaques (dados da Nielsen Media Resarch):

Sábado, 31 de agosto

A vitória do Clemson Tigers sobre o Georgia Bulldogs por 38 a 35 na primeira partida da temporada do Saturday Night Football rendeu à ABC 4,7 pontos de média. Em números absolutos, a emissora teve no escopo do horário nobre 7,38 milhões de telespectadores, média de 2,7 e share de 10 pontos entre os telespectadores na faixa de 18 a 49 anos. Na queima de episódios, Do No Harm teve médias que variavam de 0,5 a 0,8 (a depender de ceda meia hora da exibição entre 21 e 23h – horários da costa leste). Números por cada meia hora:

21h: 1,67 milhão de telespectadores, média de 0,5 e share de 2
21h30: 1,5 milhão, 0,4 e 2
22h: 1,62 milhão, 0,5 e 2
22h30: 1,88 milhão, 0,5 e 2

Domingo, 1º de setembro

Não coube ao MDA Show of Strength Telethon comandado por Ryan Seacrest o posto de programa mais visto da noite: essa primazia ficou com o 60 Minutes, da CBS (8,21 milhões de telespectadores, média de 1 e share de 4 na modorrenta faixa das 19h). No último domingo antes do início da temporada regular da NFL, a NBC registrou 3,15 milhões de telespectadores, média de 0,7 e share de 2. Deve ter esses números compensados com a partida entre New York Giants e Dallas Cowboys, já no próximo fim-de-semana.
A audiência do teleton americano, a despeito da boa vontade de muitos artistas, decepcionou a ABC. Registrou pífio 1,34 milhão de telespectadores, média de 0,2 e share de 1 e perdeu até para um especial de comédia comandado por Betty White na NBC (TV’s Funniest of the Funniest, produzido em associação com o Paley Center for Media, 3,98 milhões, média de 0,9 e share de 3).
Outros inéditos da ABC:
Secret Millionaire (20h): 3,75 milhões, 0,8 e 3;
ABC Fall Preview Special (19h): 2,34 milhões, 0,4 e 2.

Outros inéditos da CBS:
Big Brother (20h): 6,73 milhões, 1,8 e 6;
Unforgettable (21h): 5,05 milhões, 1 e 3.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Esportes, Eventos, Ibopes da vida, Numb3rs, Reality-shows, Séries e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s