Assunto da semana: 65º Primetime Emmy – indicações a ator em série de comédia


Parsons e os outros homens do Emmy 2013 de comédia

Monty Brinton/CBS/Divulgação


Sheldon Cooper, antes de consumar o roubo

Para rever um episódio da quarta temporada em que Sheldon Cooper furta uma cópia de Os Cavaleiros da Arca Perdida com cenas deletadas, é fácil notar o naipe a que chegou o pós-graduado James Joseph Parsons, 40, ao levar seu segundo Primetime Emmy em 2011 (não por The 21-Second Excitation e sim por The Agreement Dissection) pelo reparte do físico assexuado e obsessivo-compulsivo da Caltech (Instituto de Tecnologia da Califórnia) em The Big Bang Theory. Em sua quarta indicação, Jim Parsons encontra terreno fácil. Ma non troppo.

NBC/Divulgação


Jack Donaghy, lendo as cotações da Kabletown na Bolsa de Nova York

Sem a concorrência do vencedor do ano passado, Jon Cryer (Two And a Half Men), Parsons tem em Alec Baldwin (30 Rock) sua única pedra no sapato (Sheldon Cooper também não deve importar com o que calça – tamanca ou tênis surrado). Os 21 segundos de excitação do doutor Cooper parecem menores que as fanfarronices republicanas do executivo de TV Jack Donaghy, que saiu de cena após as sete temporadas de 30 Rock. Baldwin tem a seu favor a afabilidade do SAG-AFTRA. E contra, a Associação de Correspondentes Estrangeiros.

Michael Desmond Photography/Showtime/Divulgação


Marty Kaan: papel de Don Cheadle em House of Lies também na briga

Há explicações para Baldwin ter os Golden Globes de janeiro último em seu desfavor: a premiação desse gênero caiu nas mãos de Don Cheadle, também na corrida à 65ª edição do Primetime Emmy na área de atuação principal em série cômica. É bem difícil que a atuação de Cheadle como o chefe de escritório Marty Kaan em House of Lies (cá exibida pela HBO) reflita para os jurados do Emmy a pensata de um grupo seleto de repórteres internacionais baseados em Hollywood (duas brasileiras inclusas, Ana Maria Bahiana e Paula Abou-Jade).

Showtime/Divulgação


Matt LeBlanc e o carro ofertado pela HFPA após os Golden Globes 2012

Ganhador do Golden Globe no ano passado como uma versão ficcional de si próprio em Episodes, Matt LeBlanc, 46, tem na sua quinta indicação na carreira ao Primetime Emmy a chance complicada de cativar os jurados da Academia de Artes e Ciências da Televisão (ATAS, na sigla em inglês). Complicada porque ainda tem Jason Bateman (segunda indicação por Arrested Developement) e Louis C.K. (Louie, ganhador no ano passado em duas categorias de roteiro). No próximo domingo, será a vez das damas em séries cômicas. Até lá.

Publicação simultânea com o caderno Notícia da Tv do Jornal Meio Norte que circula no domingo (25/8)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Coluna da Semana, Premiações, Séries e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s