Jogo de empurra na organização do concurso (?) Miss Roraima(*) 2013. Deu no Facebook


Quem é o pai da criança? A Rede Amazônica? O Clay Aiken? O Gabeira da Globonews?

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Reprodução/Facebook/7 Elos Mídia & Entretenimento

Aqui, nota do Macuxi.com que sugeria a realização da etapa roraimense do Miss Brasil(*) 2013. Íntegra do texto:

MISS QUEM?

Das especulações e Dirce me disse em terras macuxis, o certo a afirmar é que Roraima ainda não tem definida sua representante para o concurso Miss Brasil deste ano.
Já era para estar definida aquela que seria o centro das atenções aqui no estado, mas por conta de um problema de saúde da gaúcha GABRIELA MARKUS, atual Miss Brasil, que compareceria no evento da escolha de nossa Miss no mês passado, Roraima ainda elegerá sua Miss.
Com o ocorrido, ou melhor, com o não ocorrido concurso, foi decidida nova data para a realização do evento, cujo está confirmado para o dia 30 de agosto, às 21h, no espaço Cenário Recepções e contará com a presença da Miss Brasil 2012, se não ficar doente novamente, oremos, e também terá a presença do coordenador nacional do concurso, BOANERGES GAETA.
A agência responsável pela promoção do evento é a 7 Elos Mídia & Entretenimento, e informa às interessadas que as inscrições foram reabertas até o dia 16 de agosto e podem ser feitas na própria agência, que fica na Rua Pedrinho Filho, nº 83-A, no Centro da cidade. Mais informações pelo 3624-1892.

Fica a pergunta:
Quem, de fato, é a “coordenação local” indicada na nota da empresa 7 Elos?
A Chevron?
O Tea Party?
O Movimento Senhoras de Santana?
A Rede Amazônica de Televisão (afiliada da Globo em Boa Vista)?
O movimento Cansei?
A União Democrática Ruralista?
O Greenpeace?
A Funai?
As vertentes de choro da atriz Lea Michele, encarnando a Mater Dolorosa do Glee no mais desesperado Teen Choice Awards que a FOX americana já organizou?
As carecas do Lamar Odom e do príncipe William da Inglaterra?
O Projeto Rondon (integrar os txucarramães para não entregar a TVE de Boa Vista à empresa de mídia da Kris Jenner)?
A USAID?
A Bemfam?
O Clay Aiken do American Idol (cujo único sucesso comercial é um cover a Pavarotti-Carreras-Domingo de Bridge Over Troubled Water, da parceria entre Paul Simon e Art Garfunkel)?

Essas são as questões que ficam para a casa de madame de garotas de fino trato em que se transformou a safadeza (na pior acepção da palavra) da franquia roraimense do Miss Brasil-Miss Universo.

(*)Na teoria, a Band é dona dos direitos de transmissão do concurso Miss Brasil e de seus concursos estaduais quando, na prática, estes pertencem à Globo (que desde 1990 paga para não transmití-lo). É a mesma coisa que a emissora da famíglia Marinho fez (e ainda faz) com as séries da FOX, como Glee, Bones, Burn Notice e outras (fora as animações)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Mondo cane, Nossas Venezuelas, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s