Assunto da semana: 65º Primetime Emmy – indicações a ator em série de drama


Jon Hamm e os outros homens do Emmy 2013 de drama

Jaimie Trueblood/AMC/Divulgação


Draper: personagem certo para Hamm mesmo nas horas incertas

Entre os atores principais de séries dramáticas que conseguiram indicação para o 65º Primetime Emmy, Jonathan Daniel Hamm, 42, chama a atenção mesmo quando seu personagem Don Draper, em Mad Men, tem uma atuação quase escondida. Bastou ver o terceiro episódio da segunda temporada (2008) na TV Cultura para atestar a competência daquele cujo avô dizia: “É melhor ter um emprego de verdade e atuar nos fins-de-semana”. Hamm, para alegria de seus professores na Universidade do Texas, achou melhor atuar.
A despeito de seu personagem ter tido um papel quase periférico em The Benefactor, envolvendo patrocínio de anunciantes da agência Sterling Cooper a um episódio da versão original de The Defenders (1961) que tratava de aborto, Hamm se mostrou maior. A despeito de ainda não ter levado nada em oito indicações (três delas por participações em 30 Rock), Jon Hamm pode ter encontrado na premissa da sexta temporada sua chance de ouro. E sua grande oportunidade profissional.

Fotos Kent Smith/Showtime/Divulgação e Getty Images/21.07.2013


Cranston a Lewis: a máscara do sargento-deputado Brody caiu

À parte, a atuação de Damian Lewis como o militar Nicholas Brody na segunda temporada de Homeland não deixou a desejar. Atual detentor da estatueta, Lewis terá em Hamm sua grande pedra no sapato. Hamm não. Bryan Cranston, já desmascarado na Comic-Con da careca do doutor Walter White de Breaking Bad, também. A julgar de hoje, Cranston, Lewis e Hamm são os elementos mais cruciais para a consideração final dos jurados na votação que vai definir os vencedores, a serem anunciados em 22 de setembro.

HBO/Divulgação


Mc Avoy e a HBO se safaram de serem multados pelo TSE americano

Sem grandes chances, mas com perspectiva de virar a zebra do jogo, Jeff Daniels tem no âncora Will McAvoy de The Newsroom (HBO) sua carta na manga – apesar da temporada inicial ter passado longe das tensões da reeleição de Barack Obama (para evitar acusações). Por fora, o inglês Hugh Bonneville (na sua segunda indicação como o patriarca Crawley de Downton Abbey) e Kevin Spacey (o deputado Underwood da invasora House of Cards) completam o jogo. As mulheres das séries de drama são a pauta do próximo domingo. Até lá.

Publicação simultânea com o caderno Notícia da TV do Jornal Meio Norte que circula no domingo (11/8)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Coluna da Semana, Premiações, Séries e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s