Assunto da semana: Cadê a música do Psicose, maestro?


Piloto de Bates Motel envergonha Hitchcock de tão moderno

A&E/Divulgação

https://i1.wp.com/www.tvequals.com/wp-content/uploads/2013/03/Bates-Motel-Episode-1-First-You-Dream-Then-You-Die-7.jpg

À primeira vista, a trilha de Psicose que influenciou o estilo de inúmeros filmes (inclusive o espírita Joelma 23º Andar, 1980, com Bete Goulart) passou batida no piloto de Bates Motel (Universal, 5ª, 22h, 18 anos), levado ao ar na quinta-feira (4). Renovada para sua segunda temporada pelo canal pago A&E (que o exibe nos Estados Unidos), a prévia literária da adaptação hitchcockiana de 1960 passou batida em termos de trilha sonora. Não é música para meus ouvidos, ainda.

A&E/Divulgação

https://i2.wp.com/www.tvequals.com/wp-content/uploads/2013/03/Bates-Motel-Episode-1-First-You-Dream-Then-You-Die-12.jpg

Sem celulares nem conversível modernoso possante à época da versão estrelada pelo falecido Anthony Perkins (1932-1992), o inglês Freddie Highmore, 21 (que esteve no Rio para vender o peixe – a série em questão) personifica um Norman Bates tímido, moleque, conquistador barato, cheio de problemas na escola e amado (amado mesmo) por sua mãe, Norma (Vera Farmiga, primeira atriz a dar vida ao cadáver de outras versões). Trocou-se o esqueleto do IML por uma artista de carne e osso.

A&E/Divulgação

Infiel ao enredo do filme original, Bates Motel tenta se aproximar do telefilme de 1987 (que gerou um piloto fracassado na NBC). Encontra aí sua tentativa de modernização, digna de pegar indicações ao Primetime Emmy de atuação tanto para Highmore quanto para Farmiga (indicada em 2010 como coadjuvante de George Clooney em Amor sem Escalas). Produzida pela Universal Television, Bates assegurou os direitos internacionais de TV paga para a própria NBCUniversal. Bingo. Mas as boas notícias acabam aí.

A&E/Divulgação

Filmado em Aldergrove (Colúmbia Britânica, Canadá), o piloto de Bates (nomeado First You Dream, Then You Die) confunde até mesmo quem não assistiu A Garota, adaptação moleca da HBO com Sienna Miller (indicada ao Golden Globe em janeiro último) para os bastidores da filmagem de Psicose. O enredo de Carlton Cuse decepciona o leitor fiel mais radical da trama original de Alfred Hitchcock (1899-1980), lastreada na novela de Robert Bloch (1917-1994). Como telespectador, quer é fidedignidade. Até domingo.

Publicação simultânea com o caderno Notícia da TV do Jornal Meio Norte que circula no domingo (14/7)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Coluna da Semana, Cult, Mondo cane, Séries e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s