Miss Universo 2013: A conexão furreca de Aécio Neves com Vladimir Putin


O bêbado, a polícia política da Rússia, o papa argentino e as roqueiras

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Reprodução/Blog Flagelo Russo


A “seriedade” das forças de repressão russas contra os dissidentes de Putin

Os que acompanharam a denúncia feita por este Críticas das irregularidades no contrato assinado entre a Enter e o Minascentro para a realização do concurso Miss Bra$il(*) 2013 em Belo Horizonte devem notar semelhanças sórdidas com o acordo de comadres assinado na moita (como carne bovina vendida de forma ilegal, sem qualquer tipo de beneficiamento e com toda sorte de bactérias e vermes parasitas, inclusive jornalistas e atrizes cheerios globais) entre a Trump Organization e a Crocus Group (empresa de fachada constituída por aliados do premiê russo Vladimir Putin) para realizar o Miss Universo 2013 em Moscou. Cada caso é um caso, mas…

AFP/23.11.2012


Acima, os “anjinhos” da versão russa da banda Rouge, último produto cultural da era FHC, auspiciado pelo Grupo Sílvio Santos

Ante os US$ 23 milhões pagos pela Crocus à MUO em dinheiro oriundo de extorsões, assassinatos e prisões de dissidentes e ativistas políticos (as meninas do Pussy Riot aí inclusas), o contrato sem licitação entre a Turminas e a Band (estimado em US$ 17 milhões, o equivalente a R$ 8,5 milhões em moeda local) é uma verdadeira xepa (nada relacionado à novela da Rede Record). Pechincha se comparado ao contrabando vendido na Galeria Pagé, shopping de mercadorias importadas ilegais no centro de São Paulo – que sediou o concurso Miss Universo, em 2011. Uma verdadeira casca de banana.

Reprodução/Página 12 (Argentina)


Jesus (Luz)! Mariah Carey! José Sarney!

No frigir dos ovos, do eggs and bacon, a cortina de púrpura que se desenhou por trás das negociações obscuras entre a MUO e a Crocus é digna dos mais violentos esquemas de máfia existentes no mundo. Pior até que a Camorra ou a família Gambino, ramificações criminosas de altíssima periculosidade existentes na Sicília italiana ou nas colônias italianas do eixo Nova Jérsei-Rhode Island (a atual Miss Universo, Olivia Culpo, vem dessa região – no caso específico, recomenda-se estudar o caso da famíglia Patriarca). É, portanto, mais perigosa que aquela desenhada pelos especialistas em “catolicismo” da Globonews para a escolha do sucessor do papa emérito Bento XVI, o papa Francisco. (ver também “Errar es divino”, do Página 12, publicado em 14/3/2013). Faz o ébrio presidencial tucano Aécio Neves virar um santo barroco de igreja mineira de São João del Rey ante as gangues privatistas da era Ieltsin que se assenhoraram da Rússia e pagaram do dinheiro de seus crimes hediondos para organizar o Miss Universo 2013 por lá. É desses casos de crimes contra a humanidade que a Corte Internacional de Direitos Humanos, sediada em Haia (Holanda), costuma colocar debaixo do tapete, da mesma forma que o Supremo Tribunal Federal brasileiro o faz com o mensalão tucano, as privatizações da era FHC, o Proer da mídia, o caso Sivam, os desvios de verbas públicas para o Miss Universo 2011, apenas para citar alguns casos escabrosos.

Reprodução/Os Amigos do Presidente Lula


-Garçom, dá mais um!

(*)Na teoria, a Band é dona dos direitos de transmissão do concurso Miss Brasil e de seus concursos estaduais quando, na prática, estes pertencem à Globo (que desde 1990 paga para não transmití-lo). É a mesma coisa que a emissora da famíglia Marinho fez (e ainda faz) com as séries da FOX, como Glee, Bones, Burn Notice e outras (fora as animações)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Força da Grana, Jóia da coroa, Poderes ocultos, Podres poderes, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s