Os contraprogramas brasileiros para o concurso Miss Universo 1987


Como Sílvio Santos e seus sobrinhos evitaram que Jacqueline Meirelles concorresse com a Dama de Ouro e com Ted Bundy do Leroy Jethro Gibbs

Da redação TV em Análise

Reprodução/IMDb


Harmon na cela: “Por que não eu, Sílvio?”

Ao contrário de anos anteriores, já temendo maiores estragos com a sua audiência, o SBT optou por empurrar a transmissão do Miss Universo 1987, gravada, para às 23h30. Se tivesse optado pela estratégia de manter o certame às 22h, a emissora paulista não teria cometido a burrada de colocar o sofá da futura “cansada” Hebe Camargo para protelar a exibição do certame para mais tarde, a fim de evitar a concorrência com a minissérie americana Amor Assassino (The Deliberate Stranger, 185 minutos, cor, exibido pela NBC americana em 4 de maio de 1986), que tratava da vida real do serial-killer Ted Bundy (Mark Harmon, atualmente em NCIS), advogado bonitão, jeito de galã de soap opera diurna que matou 40 mulheres na região metropolitana de Seattle em 1974. Esse reparte deu a Harmon sua única indicação ao Golden Globe até agora, como ator de minisséries ou telefilmes – por seu papel como o capitão Gibbs de NCIS, apenas duas indicações modestas ao People’s Choice Award (2010 e 2011).
Via de regra, como a cuiabana-brasiliense Jacqueline Meirelles faturara de forma prévia o prêmio de melhor traje típico, o SBT perdeu a oportunidade de afastar um pouco do público de Deliberate ao invés de saciar a pauta do Chantástico(*) – o Show da Morte (que ainda se chamava Famtástico pré-entrevista com o casal Nardoni) e dos jornais de bairro das afiliadas locais da Globo, coordenadas pelo coordenador de campanha do então governador de Alagoas e “caçador de mara(cu)jás”, Fernando Collor de Mello (à época no PMDB) para a Presidência da República, sr. Alberico Souza Cruz. Borrou nas próprias calças ao não determinar que suas afiliadas exibissem o certame das 22 à 0h (bem no encosto de Amor Assassino e da Terça Nobre que continha a Kate Mahoney (Jamie Rose) da Dama de Ouro (Lady Blue, ABC, 1985-86). Na chincha, Sílvio Santos e seus sobrinhos Guilherme Stoliar e Luciano Callegari, ao saberem do troféu de traje típico a Jacqueline, mandaram cancelar a transmissão ao vivo do Miss Universo 1987, optando pelo delay que deve ter irritado muitos missólogos à época. Houve quem visse uma manobra do SBT para evitar, justamente, confrontos com programas com cenas de violência e telejornais (Jornal da Globo, Globo Economia com Lilian Witte Fibe, ex-Band, e os Praças TV país afora) que a Globo exibia.
Sem a Dama de Ouro da Jamie Rose nem o Amor Assassino do Mark Harmon para enfrentar, o SBT acabou tendo os seguintes contra-programas do Miss Universo 1987 (em grande parte, de emissoras que estavam encerrando suas programações, como a Manchete), realizado no Hall Four at World Trade Centre, em Cingapura, na noite de 26 de maio (manhã do dia 27, na hora do país-sede):

Globo: parte do Jornal da Globo, Globo Economia, Praça TV e parte da Sessão Western – filmes: Rio Lobo (RJ e rede, idem, EUA, 1970, direção: Howard Hawkes. Elenco: John Wayne, Jennifer O’Neill, Jorge Rivera) e Os Cavaleiros da Bandeira Negra (SP, Kansas Raiders, EUA, 1950, direção: Ray Enright)
Manchete: parte do Conexão Internacional – entrevistado: Franz Beckenabuer, Momento Econômico e Jornal da Manchete – 2ª edição
Bandeirantes: parte do Jornal da Noite, Ação e Investimento, Flash, Entre Amigos – musical comandado por Caçulinha e parte do Cinema na Madrugada – filme: Na Solidão da Noite
TVE (RJ): parte de 1987 – programa de debates, Eu Sou o Show – Sivuca (2ª parte) e Boa Noite com Jonas Rezende
Cultura (SP): parte do Constituine 87, Eu Sou o Show – Grande Otelo (2ª parte) e Informação

(*)Combinação da chantagem jornalística do padrão global para dar Ibope e vender jornal e revista com a estética ultrapassada e retrógada do Fantástico, capenga na audiência

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Nossas Venezuelas, Programação, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Os contraprogramas brasileiros para o concurso Miss Universo 1987

  1. Pingback: Adalgisa Colombo morreu de amargura com os escândalos de corrupção envolvendo os concursos de Miss Brasil(*) e Miss Universo(*) | TV em Análise Críticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s