Os contraprogramas brasileiros para o concurso Miss Universo 1980


Antes de investir nas misses, Band usava faroeste para atingí-las pelos flancos

Da redação TV em Análise

Reprodução/IMDb


A Segunda Sem Lei de Eveline Schroeter

Em 1980, o concurso Miss Universo voltou a ser assistido nas praças do Rio de Janeiro e São Paulo após um hiato de três anos e muitas inconstâncias na grade da ex-detentora dos direitos, a Rede Tupi, que seria fechada pelo governo militar 11 dias após a sua realização, em 7 de julho, no Sejong Center, em Seul. Em adição à TVS do Rio de Janeiro, as emissoras paulistas da Rede Record (São Paulo, São José do Rio Preto e Franca) transmitiram o certame somadas a algumas emissoras independentes fora do eixo Rio-São Paulo (caso da TV Alterosa, de Belo Horizonte). Nas duas praças, os contraprogramas do certame foram estes:

Cultura (SP): Noticiário, Festival do Jazz e filme – O Homem das Mil Caras
TVE (RJ): 1980 (jornalístico), especial sobre a visita do papa João Paulo II e Nossa Ciência
Globo RJ: parte do Planeta dos Homens, Minuto Olímpico, Malu Mulher, Jornal da Globo e parte do Classe A – filme: A Mulher Desejada
Globo SP: parte do Planeta dos Homens, Minuto Olímpico, Malu Mulher, Jornal da Globo e parte do Classe A – filme: Sonho de Amor
Tupi RJ: parte da Segunda no Cinema – filme: Pão, Amor e Fantasia, Informe Financeiro e Operação Esporte Especial (a matriz paulista não forneceu a grade por razão de greve)
Bandeirantes RJ: parte da Segunda Sem Leifilme: Gatilhos de Ódio, Atenção e Encontro com a Imprensa
Bandeirantes SP: parte da Segunda Sem Lei – filme: A Quadrilha de Renegados e Encontro com a Imprensa
Gazeta (SP): parte do futebol e Brasil Sócio-Econômico

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Nossas Venezuelas, Programação, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s