Os contraprogramas brasileiros para o concurso Miss Universo 1979


Após oito anos, a Tupi perdeu os direitos para a obscura TVS do Rio de Janeiro; paulistas, mais uma vez, ficaram sem ver o certame

Da redação TV em Análise

TV Globo/Divulgação

https://i2.wp.com/i1.r7.com/data/files/2C92/94A3/2601/84D8/0126/32D6/4ECC/5CA5/narjara-malumulher-g.jpg
Duarte e Turetta em Malu Mulher: contra as misses da TVS

Em 1979, os direitos de transmissão do concurso Miss Universo para o Brasil passaram às mãos do Grupo Sílvio Santos (apesar de o Miss Brasil ainda estar nas mãos dos Diários Associados – e, por tabela, da Rede Tupi, que seria desfeita no ano seguinte com as cassações de suas duas principais emissoras, no Rio e em São Paulo). Com isso, a TVS do Rio de Janeiro (e só ela) transmitiu o concurso no território nacional, deixando telespectadores país afora a ver navios.
Na capital fluminense, os contra-programas do concurso Miss Universo 1979, realizado em Perth (Austrália), das 22h do dia 19 à 0h do dia 20 de julho de 1979, para os telespectadores da TV Studios (desta feita, ao vivo e simultânea à transmissão da CBS americana, que começou às 21h, hora de Nova York) foram estes:

TVE: 1979 (jornalístico), Lições da Vida (programete com Gilson Amado) e 1979 Especial (jornalístico)
Globo: Malu Mulher, Jornal da Globo e parte do Festival de Sucessos – Filme: Quando as Lendas Morrem (When the Legends Die, EUA, 1972)
Tupi: parte de Os Comunicadores (com Flávio Cavalcanti), Cidade Aberta (jornalístico com Mino Carta) e parte da série Combate
Bandeirantes: Futebol – Amistoso – 2º tempo de Flamengo x Vila Nova (direto do Estádio Serra Dourada, em Goiânia) e Missão Impossível (série original)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Nossas Venezuelas, Programação, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s