Dossiê do Críticas: Band transmitiu nove etapas estaduais do Miss Brasil-Miss Universo em 2012


Emissora paulista ficou com 60% dos concursos locais televisionados e repassou direitos a afiliadas do SBT e da Rede TV!, além de dois canais regionais de pouco alcance

Da redação TV em Análise

Zulmair Rocha/UOL/25.08.2012


Vaias fizeram Band cancelar exibição de VT do Miss RJ 2012

Numa ação sem precedentes, 15 das 27 etapas estaduais do concurso Miss Brasil válido pelo título de Miss Universo foram transmitidas ao vivo ou gravadas ao longo de 2012. É o que revela um levantamento realizado pelo TV em Análise Críticas tomando como base as informações repassadas à imprensa pelas coordenações locais. Esse número (o mesmo de 2011) equivale a 55,55% dos concursos estaduais válidos pelo concurso internacional controlado em parte pela Trump Organization e pela NBCUniversal.
Pelo levantamento, foram televisionados os concursos do Amapá, Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.
Desse total, nove certames (dos 27 que a Enter diz ter sob controle) foram televisionados por afiliadas da Band, dois por emissoras independentes, três por afiliadas da Rede TV! e dois por afiliadas do SBT (que já promoveu o concurso entre 1981 e 1989). Em termos percentuais, a Band tem a maior fatia desse bolo: 60%. As então afiliadas da Rede TV! em João Pessoa, Macapá e Aracajú (a TV Cidade já mudou para a Band) ficaram com 20%. Emissoras do SBT em Teresina e Cuiabá e canais independentes ficaram com 13,33% do total das transmissões de concursos locais repassadas pela Enter, empresa de eventos da Band (que tem a Globo como parceira nas transmissões de futebol).
Devido às vaias excessivas contra Rayanne Morais, a Band não transmitiu o VT da disputa do Rio de Janeiro, excluída do levantamento do Críticas.

Partilha

Foram televisionados pela Band e suas afiliadas regionais os concursos de Miss Amazonas, Miss Distrito Federal, Miss Pará, Miss Paraná, Miss Pernambuco, Miss Rio Grande do Norte, Miss Rio Grande do Sul, Miss Santa Catarina e Miss São Paulo. Pelas afiliadas da Rede TV! passaram as disputas do Amapá, Paraíba e Sergipe. Piauí e Mato Grosso foram os únicos Estados que tiveram certames estaduais televisionados por afiliadas do SBT. No Ceará e Rio Grande do Norte, as disputas foram transmitidas por emissoras independentes (Rede Diário e a operadora TV Cabo Mossoró).
Os concursos de Miss Goiás e Miss Minas Gerais foram transmitidos apenas pela Internet.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Força da Grana, Jóia da coroa, Nossas Venezuelas, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s