“Conselho” de missólogos é ideia de partidário de Arthur Virgílio, aquele que queria dar uma surra no Lula


Mais uma patranha da direita para tentar eleger Serra e Aécio Never para a presidência do Brasil

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Reproduções

https://i2.wp.com/www.imil.org.br/wp-content/uploads/2010/10/300x250imil.jpg

“Mexer comigo é a mesma coisa que passar a mão no bumbum da mulher do Mike Tyson num bar”

(Arthur Virgílio Neto, em discurso no Senado Federal, pouco antes de ser varrido da casa pelos eleitores da comunista Vanessa Graziottin, em outubro de 2010)

Causou surpresa a formação de um suposto “conselho” de coordenadores estaduais para “zelar pela ética”, “pela çeriedade” e outras coisas mais (notícia da Band Amazonas), coisa que o Instituto Millenium não faz, a não ser satanizar as conquistas sociais do Brasil desde o primeiro governo Lula (2003-2006). Para bom entendedor, a ideia partiu de um miliciano do PSDB amazonense, Lucius Gonçalves, porta-voz da quadrilha de Arthur Virgilio Neto (o senador que disse que iria bater no presidente operário da República) e Amazonino Mendes (o prefeito manauara que, em associação com um crápula da CBN – a rádio que troca notícia – destruiu a carreira da médica Bianca Abinader – cujo drama está descrito em um blog do WordPress).
Vale registrar que o tal comitê foi formado às vésperas do segundo turno das eleições para prefeito exclusivamente nas cidades acima de 150 mil eleitores, de acordo com critério do Tribunal Superior Eleitoral. O factiode era uma tentativa desesperada da Band, em consórcio com a Rêde Globo de Televisão, de desviar as atenções das disputas em Manaus (Arthur Virgílio contra a senadora do PCdoB Vanessa Grazziotin), São Paulo (Fernando Haddad contra José Serra) e por aí vai. Até gente ligada às milícias cariocas – caso de Susana Cardoso, coordenadora do Miss Rio de Janeiro(*) – e a criminosos sexuais suíços – caso de Fátima Abranches, coordenadora do Miss Goiás(*), que acolheu de braços abertos o vigarista Daniel Ackermann – está no tal “CNCCB”, que, na prática, não passa de uma entidade de fachada a serviço do projeto neoliberal de destruição do Brasil, capitaneado pela Globo, pela Band e pelo Instituto Millenium em associação com plutocratas americanos (como George Soros e Warren Buffett) e jornalistas de direita, que visa privatizar a Petrobras, a TV Brasil, o Banco do Brasil, o Banco do Nordeste, o Banco da Amazônia, a Caixa Econômica Federal, as universidades federais, os CEFET’s e os hospitais universitários, apenas para citar parte do vastíssimo aparelho estatal pertencente à União. A saber: Nelito Marques, Eliane Catanhêde, Cristiana Lôbo, Pedro Neto, George Medeiros, Emanuel Barbosa, apenas para citar alguns, são os porcos de redação que operam essa patranha (na ativa ou na surdina), apenas com o intento criminoso de limpar a ficha já suja das mais de 400 coordenações muicipais e das 27 coordenações estaduais, que, segundo apuração do Críticas e da CBS News, acumulam dívidas de mais de R$ 835 milhões junto à Previdência Social e à Receita Federal, somadas, de acordo com levantamento do Ipea, do Ibope, do Datafolha e do FBI americano. Agências de modelos, como a Book (operada por Jorlene Cordeiro, testa-de-ferro do projeto neoliberal de destruição do Brasil junto ao Sistema Verdes Mares, afiliado da Globo no Ceará), estariam devendo nesse rolo algo em torno de R$ 278 milhões, só em comissões não-pagas a coordenadores municipais e direitos de transmissão não usados (o Miss Ceará[*], como se sabe, é um evento da TV Verdes Mares, cedido à TV Diário).
No fundo, no frigir dos ovos, do eggs and bacon, o “conselho de coordenadores de concursos de beleza” é apenas mais uma artimanha cretina da direita para emplacar José Serra e Aécio Never como candidatos ao Planalto em 2014, em detrimento de Eduardo Campos e outros mais, incluindo o diretor de TV Guel Arraes. No caso da Band Manaus (testa-de-ferro da patranha do coordenador do Miss Amazonas[*], Lucius Gonçalves), apenas de “empossar” antes da hora o prefeito eleito de Manaus, Arthur Virgílio (PSDB). E no caso nacional, o intento claro de aplacar uma suposta derrota petista nas urnas (tentando abafar a derrota de Serra para Haddad na cidade-sede do Miss Universo[*] 2011). No caso paulista, a equipe de transição do prefeito eleito Fernando Haddad já avisou que irá cobrar de volta os R$ 68 milhões desviados pela Enter e pela Globo/Band para a organização do concurso internacional na capital paulista. Recursos esses que, segundo a jornalista Dina Eastwood(**), poderiam ter construído, no mínimo, 18 escolas de ensino infantil na periferia da zona sul paulistana e outras 54 de ensino médio nas áreas dominadas pelo PCC (que o PSDB insiste em dizer que não existe).
Para aclarar as coisas, vamos ao que o novo prefeito de Manaus disse abaixo do presidente Lula em uma sessão do Senado Federal (realizada em 31/10/2005):

Ou seja: o que interessa à Rede Amazõnica não é transmitir o concurso de Miss Amazonas(*) e sim expor a bunda da Robin Givens no horário das 21h na afiliada local da Globo – quando parte considerável dos telespectadores de Saving George (H.)W. Bush está assistindo aos concertos da segunda temporada do The X-Factor USA em Manaus, no canal pago Sony, ao invés da novela da Glória Perez, peça propagandística para a candidatura de Istambul a sediar as Olimpíadas de Verão de 2020 – disputa com Madrid e Tóquio esse direito (mais aqui e aqui com o Álvaro José).

Greg Gorman/Playboy EUA/Reprodução

https://i2.wp.com/up.xhamster.com/000/005/853/596_1000.jpg
Na foto, o discurso do prefeito eleito de Manaus

Divulgação

https://i0.wp.com/imagem.band.com.br/zoom/f_136035.jpg
Na foto, Nucky Thompson travestido de “guerreiro” da novela terrorista das nove

(*)Na teoria, a Band é dona dos direitos de transmissão do concurso Miss Brasil e de seus concursos estaduais quando, na prática, estes pertencem à Globo (que desde 1990 paga para não transmití-lo). É a mesma coisa que a emissora da famíglia Marinho fez (e ainda faz) com as séries da FOX, como Glee, Bones, Burn Notice e outras (fora as animações)
(**)Na pensata original, tirada do reality Mrs. Eastwood & Company, Dina disse à enteada Francesca que uma bolsa de US$ 100 mil constriria quatro escolas pequenas na África do Sul. Tal pensata serve para São Paulo, que torrou cerca de US$ 35 milhões na organização medíocre do Miss Universo(*) 2011, paga parte com o dinheiro dos contribuintes, parte com a iniciativa privada

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Nossas Venezuelas, Poderes ocultos, Podres poderes e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para “Conselho” de missólogos é ideia de partidário de Arthur Virgílio, aquele que queria dar uma surra no Lula

  1. Pingback: Snooki, o sofrimento de Antônia Fontenelle, a destruição de Seaside Highs e o locaute da NHL | TV em Análise Críticas

  2. Pingback: Snooki, o sofrimento de Antônia Fontenelle, a destruição de Seaside Heights e o locaute da NHL | TV em Análise Críticas

  3. Pingback: Mandy Patinkin, Criminal Minds, Fe$tival Prome$$a$, Homeland, Joaquim Barbosa, mensalão, TV Justiça e Soul Train: babaquice sem fim | TV em Análise Críticas

  4. Pingback: Sem definição sobre data do Miss Universo 2014, coordenações do Miss Brasil adiantam datas de concursos regionais à revelia da direção nacional | TV em Análise Críticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s