PHA: No julgamento do mensalão, STF dá cheque em branco à elite


O “domínio do fato” jamais se aplicará à Privataria Tucana. Assim como o “ato de ofício” voltará a ser exigido quando o réu for o Eduardo Azeredo

Por Paulo Henrique Amorim
No Conversa Afiada

Bessinha

https://i1.wp.com/www.conversaafiada.com.br/wp-content/uploads/2012/10/ChargeBessinha_JusticaElite.jpg

Se o Supremo confirmar a condenação do chamado “núcleo político” do mensalão (o do PT), a primeira consequência não será uma “reforma dos costumes”, como imagina o Farol de Alexandria, para quem o PSDB não precisa olhar o próprio rabo.
As inovações do Supremo no julgamento do PT são a exceção, como observa o professor Wanderley Guilherme.
Exceção não faz jurisprudência.
“Inovação” de um julgamento só não tem vida longa.
E no julgamento do mensalão do (PT), a jurisprudência se faz a cada réu.
O “domínio do fato” jamais se aplicará à Privataria Tucana.
Assim como o “ato de ofício” voltará a ser exigido quando o réu for o Eduardo Azeredo.
O dinheiro da CEMIG jamais foi público (não deixe de ler o Maurício Dias sobre a Visanet).
A Telebrás, como se sabe, era uma empresinha há muito tempo de uma mesma família, decadente, sucateada, que se vendeu num leilão da Corte de Falências, para salvar os herdeiros da miséria.
“In dubio pro reu”.
No devido tempo, esse latinismo, por ora em desuso, voltará a subir a rampa do Supremo, para julgar o Azeredo.
O Banco do Brasil e a Caixa jamais irão à Globo buscar o “bônus por volume”.
Essa “quimera” só vale para o “dinheiro público” da Visanet.
Parece que o Ministro Joaquim Barbosa lamentou, um dia, que o PIG(*) não dê bola para o mensalão tucano de Minas.
Sim.
E, por isso, não vai prosperar.
O mensalão tucano resultará na absolvição em massa dos tucanos.
As mesmas “alegações” e “deduções” que condenam petistas – pobres, pretos e p … – serão aplicadas para absolver tucanos e a elite que sublocou os tucanos.
“Flexível” pra lá, “flexível” pra cá.
O julgamento do mensalão do PT no Supremo tranquilizou a elite brasileira com muito mais profundidade do que os dois HCs Canguru que o Gilmar Dantas(**) deu ao Daniel Dantas.
Mais do que o tiro no peito do Vargas.
A única jurisprudência que se escreveu, até agora, no mensalão do PT, foi essa: a Justiça no Brasil é para pobre, preto, p… e petista.
E branco de olho azul, membro da elite, só vai em cana se encostar no PT.
Se o Supremo foi capaz de inovar para pegar o PT, a elite “deduziu” – é o verbo da moda – que o Supremo será capaz de inovar com a mesma elasticidade para poupar a elite.
As intervenções que rasgaram o centro nervoso da elite – a Privataria, a Satiagraha, a Castelo de Areia e o Eduardo Azeredo – jamais chegarão ao Supremo.
E, se chegarem, ali se confundirão com nuvens do Planalto Central.
E, se tiverem alguma utilidade, será irrigar o Lago Paranoá com uma chuva fina e passageira.
Para regar o jardim da Casa Grande.

Bessinha

https://i0.wp.com/www.conversaafiada.com.br/wp-content/uploads/2012/10/ChargeBessinha_STFHomemBomba.jpg

(*)In none serious democracy in the world, conservative, low-quality and even sensationalistic newspapers and only one television network matter as much influence as they do in Brazil. They have become a political party, the PIG (Pro-Coup Press Party). These are their stories
(**)E não é que o Noblat insiste em chamar Gilmar Mendes de Gilmar Dantas? Aí, já não é ato falho: é perseguição, mesmo. Isso dá processo…

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Poderes ocultos, Podres poderes e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s