Direção da Miss Universe Organization só deve confirmar sede do Miss Universo 2012 após as Olimpíadas de Londres


Competição atrapalhou o processo de legalização dos documentos relativos à minuta de contrato com o Radio City Music Hall e a Prefeitura de Nova York

Da redação TV em Análise
Com agências e reportagem de João Eduardo Lima

Marcelo Pereira/Terra

https://i1.wp.com/p2.trrsf.com.br/image/fget/cf/619/464/img.terra.com.br/i/2012/08/02/2474680-1623-rec.jpg
Na foto, o golden boy de Greenblatt

As atenções dos executivos da NBCUniversal para as Olimpíadas de Verão de Londres forçaram os diretores da Miss Universe Organization a não anunciar agora a cidade-sede escolhida para receber a 61ª edição do concurso Miss Universo, no dia 17 de dezembro. Por causa das atenções dadas ao bom desempenho do time olímpico americano, diretores da NBC Sports teriam alertado a presidenta da MUO, Paula Shugart, para “frear” as negociações com a cidade já escolhida, Nova York.
Segundo fontes independentes da MUO informaram a este Críticas, Shugart foi alertada pelo departamento de divulgação da NBC para não repassar à mídia “qualquer espécie de comunicado, memorando ou documento parecido informando sobre cidade-sede, data ou localização”. O alerta da NBC veio imediatamente após a primeira medalha de ouro conquistada pelo nadador Michael Phelps, nesta quinta-feira (2) nos 200 metros medley. Pesa também na decisão abrupta vitórias sucessivas das várias equipes americanas presentes na capital inglesa, como a virada espetacular para cima da seleção brasileira de vôlei comandada por Bernardinho agora há pouco, no Earls Court (3 sets a 1, parciais de 23-25, 27-25, 25-19 e 25-17). Isso apesar de o país ser o segundo no quadro geral de medalhas, atrás apenas da China comunista (empatado em número de ouros, 18 para cada um até o fechamento desta nota).
Atendendo ordens de Bob Greenblatt, número 1 do Entretenimento, Shugart foi proibida de usar o site oficial para postar memorando às coordenações nacionais que, aliás, já estava pronto, apontando o Radio City Music Hall como sede da final televisionada do Miss Universo 2012. Diretores do Miss Universo em várias partes do mundo terão de esperar até, no mínimo, 15 de agosto, para ouvirem a posição oficial. Mas, nos interiores da MUO, a coisa não é essa: diretores teriam sido pressionados por Greeblatt a aguardarem a CBS despachar seu press-release acerca do Victoria’s Secret Fashion Show 2012 para ouvirem a posição oficial da NBC. Para só então, repassarem as ordens a Trump e aos coordenadores nacionais.
Com a nova determinação da NBC, a atual Miss Universo, a angolana Leila Lopes usa a conta de Twitter da MUO para postar amenidades, coisas triviais e encher linguiça. Isso, enquanto não recebe a ordem do trio Trump-Greenblatt-Shugart para falar sobre onde fará a sua sucessora. E quando.
Enquanto o jogo de empurra nos bastidores do Miss Universo(*) continua, diretores da Band trabalham a toque de caixa na produção e preparação das quatro etapas estaduais restantes – Mato Grosso do Sul, Rio, Minas e São Paulo – para a disputa do título de Miss Brasil(*) 2012, que credencia a representnante brasileira na disputa internacional. Até a eleição da sucessora de Priscila Machado, no Centro de Eventos do Ceará, em plena campanha para prefeito, no dia 29 de setembro, – numa festa paga pelo contribuinte ao arrepio da Lei Eleitoral – a Enter já saberá a posição de Trump, orientada por Greenblatt. Para declarar guerra aberta ao antigo emprego do chefe do Entretenimento da NBC – no canal pago Showtime, casa de Dexter, Homeland, dentre outras, ligado à CBS – que transmite o VSFS nos Estados Unidos.
Detalhe: a distribuição internacional de ambos os eventos é feita pela empresa Alfred Haber, que trabalha com a MUO desde 2002.

(*)Na teoria, a Band é dona dos direitos de transmissão do concurso Miss Brasil e de seus concursos estaduais quando, na prática, estes pertencem à Globo (que desde 1990 paga para não transmití-lo). É a mesma coisa que a emissora da famíglia Marinho fez (e ainda faz) com as séries da FOX, como Glee, Bones, Burn Notice e outras (fora as animações)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Direção da Miss Universe Organization só deve confirmar sede do Miss Universo 2012 após as Olimpíadas de Londres

  1. Pingback: Cyberterrorismo no Miss Universo 2012: A confusão vai começar | TV em Análise Críticas

  2. Pingback: Silêncio de Donald Trump começa a preocupar coordenações nacionais e distribuidora internacional do Miss Universo(*) 2012 | TV em Análise Críticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s