Leila Lopes, a Miss Universo(*) 2011, só enche linguiça no Twitter. E nada de sede do Miss Universo(*) 2012. Nem em press-release


Melhor escutar Rádio Blá, do Lobão, que trata dos amigos inúteis que a angolana já arrumou nas redes sociais ao invés de abrir a boca. Como fez a Ximena Navarrete. O clipe abaixo, do Chantástico(**), dirigido pelo filho do Boni (responsável pelo The Voice do Carson Daly do João Paulo II do globo esporte paulista e do Big Brother da Julie Chen do Na Moral do The Talk) é de 1987, gravado nas dependências da Polinter-RJ (as mesmas que abrigariam o pagodeiro Belo, mais tarde, em 2002), onde o músico ficou preso por 32 dias por porte de drogas, um mês depois da matogrossense-brasiliense Jacqueline Meirelles ser eleita (em programa de auditório do SBT) representante brasileira para o Miss Universo daquele ano, realizado em Cingapura. Mas sua pensata permaece atual

No próximo post: a contribuição de Smash e do Teatro da Broadway para o concurso Miss Universo 2012

(*)Na teoria, a Band é dona dos direitos de transmissão do concurso Miss Brasil e de seus concursos estaduais quando, na prática, estes pertencem à Globo (que desde 1990 paga para não transmití-lo). É a mesma coisa que a emissora da famíglia Marinho fez (e ainda faz) com as séries da FOX, como Glee, Bones, Burn Notice e outras (fora as animações)
(**)Combinação da chantagem jornalística do padrão global para dar Ibope e vender jornal e revista com a estética ultrapassada e retrógada do Fantástico, capenga na audiência

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Concursos de beleza, Cult, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Leila Lopes, a Miss Universo(*) 2011, só enche linguiça no Twitter. E nada de sede do Miss Universo(*) 2012. Nem em press-release

  1. Pingback: Fator Smash pode pesar para Nova York sediar o Miss Universo(*) 2012 | TV em Análise Críticas

  2. Pingback: Direção da Miss Universe Organization só deve confirmar sede do Miss Universo 2012 após as Olimpíadas de Londres | TV em Análise Críticas

  3. Pingback: Cyberterrorismo no Miss Universo 2012: A confusão vai começar | TV em Análise Críticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s