Começo de semana: papo de mercador


Um passarinho me contou que o Miss Brasil(*) 2012 será no dia 22 de setembro. Falso.
Até as pulgas do chihuahua da Kendall Jenner sabem que o Miss Minas Gerais(*) do quadrilheiro Zé Joseph Alonso Diaz será no dia 21 de julho.
O Miss São Paulo(*), no dia 11 de agosto.
E o Miss Rio de Janeiro(*), no dia 8 de setembro.
Tudo para a Band, como a Globo no futebol de bósnia da Avenida Brasil da Debra Bloch-Messing do Smash do Jornal Nacional, pautar seus concursos estaduais.
De modo que o Miss Brasil(*) fique para o dia 13 de outubro.
Para evitar oceanos de multas milionárias da Anatel, do Ministério Público, da FCC americana, do TSE, dos TRE’s…
Leia a colona(**) do Nelito Marques no Diário do Povo do Piauí por três minutos que você só vai encontrar besteira encomendada pela gaeta(***) e pelos Mervais Globais do Michael C. Hall e o Melhor do Carnaval do PSDB-DEM-PPS-Arena-PDS-PMDB.
Eles querem é destruir o Brasil.
(Saqueando escolas públicas, terceirizando hospitais, aterrorizando pacientes e estudantes e privatizando universidades federais, TV’s educativas, a Petrobras, o Banco do Brasil, o Banco do Nordeste, o Banco da Amazônia, a Caixa Econômica Federal, o BNDES, a Nuclebrás, os hospitais universitários e as escolas técnicas federais).
Cuidado com essa gente.
Logo, o ginásio da UFPI vai virar megatemplo da Igreja Mundial.
Cuidado mesmo.

(*)Na teoria, a Band é dona dos direitos de transmissão do concurso Miss Brasil e de seus concursos estaduais quando, na prática, estes pertencem à Globo (que desde 1990 paga para não transmití-lo). É a mesma coisa que a emissora da famíglia Marinho fez (e ainda faz) com as séries da FOX, como Glee, Bones, Burn Notice e outras (fora as animações)
(**)Convém lembrar que colona não tem nada a ver com cólon da Gyselle Soares. Tratam-se de colonistas que, na visão de Paulo Henrique Amorim, “…tratam o Brasil da perspectiva do que imaginam que a Metrópole imaginaria o Brasil. No caso específico de Gaspari, ele trata o Brasil da perspectiva do que imagina que os professores de Harvard pensariam do Brasil e dele…”. Para o Críticas, tratam-se de colonistas sociais que tratam o Brasil como um combinado de Venezuela em termos missológicos com um Sudão em termos econômicos, sociais, de infra-estrutura (vide a campanha que a Globo e a Band fazem contra a Copa de 2014 e as Olimpíadas de Verão de 2016 por causa dos aeroportos) e de educação. Mais: tratam-se de colonistas sociais, calunistas de sites de celebridades, de jornais facistóides e de revistas de entretenimento que jamais reconhecerão Haley Reinhart, James Durbin, Scotty McCreery e Lauren Alaina, finalistas do American Idol em 2011, como promessas da indústria fonográfica. Preferem a Paula Fernandes, o Neymar, o Elano, o Luan Santana, a Nayla Micherif, a Mariana Rios, namorada do Di do NXZero e a Giovanna Lancelotti, namorada do Pê Lanza do Restart, ambas empregadas da Rede Globo, à Pia Toscano, ao Paul MacDonald, ao Ruben Studdard, à Lindsey Vonn, ao Johnny Weir, ao Clay Aiken, ao Francis Lopes, ao saudoso Raimundo Soldado, ao Israel Lucero, ao LeeDewyze, ao Goffredo da Silva Telles Jr., autor da Carta aos Brasileiros de 1977, à Sarah Michelle Gellar….
(***)gaeta é o modo como a Gaeta Promoções e Eventos deve ser sempre escrita: em minúsculas, para provar o quanto o Brasil é uma sub-Venezuela, um sub-Porto Rico, uma sub-Colômbia (tipo um Whooper Jr.) ou uma Guatemala tamanho-família (tipo esses sanduíches Whooper do Burger King, Sub do Subway, Big Bob, Big Mac e afins) em termos de concursos de misses

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Adam Levine do Lulu Santos do Fora Collor, Amanda Rollins do Globo de Ouro, American Horror Story do JPB, American Idol da incompetência missológica brasileira, Corrupção na mídia, Corrupção nos concursos de beleza, Globelezação, Jóia da coroa, Marska Hargitay do Jornal Nacional, Monopólio da informação, Nossas Venezuelas, Projetos especiais e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s