Produção do concurso Miss Paraíba(*) 2012 é tocada a passos lentos pela TV Arapuan


Pior que o SNL do Rafinha Bastos

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Getty Images/26.05.2012

cigano-mir-ufc146
Se ficasse nas mãos da TV Cabo Branco, concurso Miss Paraíba(*) passaria depois do filme, como a luta do Junior Cigano contra o Frank Mir

Como tudo que acontece na Rede TV!, como diria o locutor da ESPN Rômulo Mendonça, numa partida do Sunday Night Baseball ontem à noite (Atlanta Braves 7×2 Washington Nationals) a produção do concurso Miss Paraíba 2012, agora a cargo da TV Arapuan (afiliada da emissora paulista em João Pessoa) está praticamente parada, apesar das chamadas de inscrições de candidatas já estarem em exibição. Não há, também, nenhuma movimentação da coordenação local do Miss Brasil a este respeito. Começa a se fazer uma propaganda enganosa.
Já não bastasse a esquisitice de colocar Saturday Night Live numa noite de domingo, a direção da Enter, agora acossada pelo calendário da Miss Universe Organization, cometeu um erro grosseiro ao repassar o Miss Paraíba(*) para uma estação concorrente. Subfaturou um produto que é da Band, repassado pela Globo, a preço de banana. Segundo analistas de mercado, a franquia do Miss Paraíba válido pelo Miss Brasil-Miss Universo é uma das mais baratas em comparação com Estados mais pobres como Piauí (cerca de R$ 2 milhões) e Maranhão (cerca de R$ 800 mil). Para o primeiro ano de parceria com a TV Arapuan, o promotor Pedro Neto teve de desembolsar R$ 375 mil para pagar os direitos de transmissão, cujo retorno até aqui é nulo.
Na teoria, os direitos de promoção do Miss Paraíba deveriam pertencer à TV Clube (afiliada da Band no Estado). Na prática, a Enter, braço de eventos da Band, precisou ouvir a Geo Eventos e a Rede Globo, donas dos direitos de promoção e de transmissão do Miss Universo no Brasil, para efetuar o repasse sinistro. Após nove rodadas de reunião, a Globo (TV Cabo Branco e TV Paraíba) decidiu que o valor de mercado do Miss Paraíba não poderia passar de R$ 450 mil. Dito e feito. Pedro Neto pagou os R$ 375 mil à Arapuan. E esta, por sua vez, prometeu retribuir o valor recebido em forma de publicidade na programação e venda de cotas de patrocínio. Uma parte está sendo cumprida, enquanto a outra, não.
Segundo especialistas de mercado, a TV Arapuan já começa a apurar um prejuízo significativo com a propaganda enganosa do Miss Paraíba 2012. A emissora do empresário de shows João Gregório vende um produto que não é seu, mas mesmo assim toma um calote por um evento que não é dela – é da Globo, com direitos repassados à Band via gaeta(*) promoções e eventos e outras empresas testas-de-ferro, aliadas do projeto neoliberal do PSDB, do DEM e do PPS de destruir o Brasil, a começar da privatização de suas estatais restantes – Petrobrás, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Caixa Econômica Federal, Banco da Amazônia, universidades e escolas técnicas federais, hospitais universitários, TV’s educativas e públicas e parques nacionais como o das Cataratas do Iguaçu, apenas para citar algumas. Estima-se que o prejuízo, até o fechamento desta nota, já tenha chegado à casa dos R$ 75 mil, já contando as inserções comerciais em exibição.
Se estivesse nas mãos da Cabo Branco, a franquia do Miss Paraíba valeria o triplo. Tanto quanto um anúncio local de 30″ durante uma luta do UFC entre Junior Cigano e Frank Mir, levada ao ar às pressas no último sábado, quando os assinantes do canal Combate (da Globosat, programadora de tevê por assinatura ligada à Globo) já sabiam da presepada que a cabeça-de-rede da afiliada de João Pessoa estava para armar. Nas próximas vezes, basta implodir, dinamitar o supercine com material emprestado de uma mineradora americana amiga da famíglia Marinho, nas cercanias de Ouro Preto, e pronto.

(*)Na teoria, a Band é dona dos direitos de transmissão do concurso Miss Brasil e de seus concursos estaduais quando, na prática, estes pertencem à Globo (que desde 1990 paga para não transmití-lo). É a mesma coisa que a emissora da famíglia Marinho fez (e ainda faz) com as séries da FOX, como Glee, Bones, Burn Notice e outras (fora as animações)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Força da Grana, Nossas Venezuelas, Pesadelo de Miss e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Produção do concurso Miss Paraíba(*) 2012 é tocada a passos lentos pela TV Arapuan

  1. solange cyntia disse:

    O publico não está perdendo nada, nem se importando com esse concurso miss Paraiba, concurso de cartas marcadas, como foi o ano passado, não merece crédito, portanto não faz falta a Paraiba, ao tomar o titulo da miss João Pessoa o ano passado, perdemos o 5º lugar no Brasil, e tivemos uma miss fraca, antipatica, sem expressão alguma, a miss João Pessoa teria chegado a final com certeza. Esse concurso é uma vergonha.

  2. Otilia Fernandes disse:

    Concordo plenamente com os comentarios da internauta Solange em relação ao miss Paraiba, concurso fraco, manipulado, de cartas marcadas, o ano passado estive no hotel Tambau, foi uma decepção, saiu todo mundo revoltado com o absurdo do resultado, um juri de mamulengos previamente manipulados e com o resultado previamente decidido, isso foi dito depois por funcionários da TV Tambaú, do salão de beleza e por pessoas que trabalharam na produção, varias garotas foram convidadas para esse ano e rejeitaram o convite. Essas sim. garotas de carater e personalidade, só foram enganadas uma vez, não cairam no papo dessa produção pirangueira.

  3. LourdesMaria disse:

    As pessoas responsáveis pela organização deveria ser mais justa nas escolhas, escolher a miss apenas por intermédio de conhecimento ou coisa assim, só faz com que esse concurso perca a credibilidade, vamos escolher por mérito e capacidade de representar a Paraiba, vamos buscar o diferencial nas escolha isso é o que interessa.

  4. Pingback: TV Arapuan cancela concurso Miss Paraíba(*) 2012 | TV em Análise Críticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s