Para a sua orientação, alguns anúncios de sedes do Miss Universo feitos desde 2004


Para Donald Trump acordar. Esta nota é baseada nos vários press-releases e notas da imprensa que saíram de junho de 2004 para cá

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Divulgação


Na foto, San Juan, que o Bush barrou para sediar o Miss Universo 2006

Em 3 de junho de 2004, Jennifer Hawkins foi eleita Miss Universo. Dois meses depois, Bangcoc era anunciada como sede do Miss Universo 2005. Quase a perdeu por causa da tsunami assassina de dezembro. Ficou com a sede e recebeu a disputa na manhã de 31 de maio (hora local).
Em setembro de 2005, o governo de Porto Rico negociava a realização do Miss Universo 2006 em San Juan. O governo George W. Bush cortou a verba e Los Angeles só foi conhecida como sede em 3 de abril de 2006. O certame aconteceu em 23 de julho.
Em 27 de dezembro de 2006, a Cidade do México era dada como escolhida para receber o Miss Universo 2007. A confirmação das autoridades veio em 15 de fevereiro de 2007, mas a máquina de RP da Miss Universe Organization tentou esconder a verdade dos fatos. O contrato já estava assinado e a disputa ocorreu em 28 de maio.
Em 27 de novembro de 2007, Nha Trang foi escolhida para receber o concurso Miss Universo 2008. A data de 15 de julho (na hora local) foi confirmada em 15 de janeiro. Um novo teatro foi construido em tempo recorde.
Em setembro de 2008, Zagreb apresentou proposta para receber o Miss Universo 2009. Mas o agravamento da crise econômica na Zona do Euro afastou o concurso da capital croata. Nassau (Bahamas) foi escolhida como cidade-sede em 3 de março, após uma negociação emergencial. A disputa aconteceu em 23 de agosto.
Em novembro de 2009, o presidente boliviano Evo Morales apresentou proposta para que Santa Cruz de la Sierra recebesse o Miss Universo 2010. Uma equipe de inspeção da MUO esteve na cidade à toa. E, na hora de assinar os papeis, a ministra da Cultura Zuma Yogar estragou tudo. Las Vegas foi escolhida sede do Miss Universo 2010 em 23 de maio. O concurso ocorreu no mesmo dia do Miss Universo 2009.
Paralelamente à trapalhada relativa à negociação para a sede do Miss Universo 2010, São Paulo começava a costurar sua bem-sucedida e controversa candidatura a receber a 60ª edição do Miss Universo. Recursos públicos foram empregados para que a Band honrasse os compromissos com a MUO, caso contrário o Brasil só veria o certame pela TV. O contrato para a capital paulista organizar a festa de 60 anos do Miss Universo foi assinado em 16 de dezembro de 2010. O concurso foi realizado em 12 de setembro, com número recorde de candidatas (89).
E agora?

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Força da Grana, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s