Indefinição sobre a cidade-sede do Miss Universo(*) 2012 é arrastada para a noite do Miss USA


Donald Trump paga o preço de sua incompetência

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Reprodução

donald-trump-hair-lol
A máscara caiu. A casa caiu. O telhado também

Efetivamente, Donald Trump e a NBC não chegaram a acordo algum sobre a cidade-sede do Miss Universo(*) 2012. Vai tudo ficar em Nova York, sede dos escritórios da Miss Universe Organization e da emissora americana. Acabou o delírio de realizar o certame em Las Vegas. Não há mais condições técnicas nem financeiras para tanto. É hora de acordar para a realidade das coisas.
Na única vez que o Miss Universo(*) precisou ser realizado na Big Apple, a Cidade da Guatemala havia apresentado proposta formal e chegara a ser dada como certa. Mas, na hora de pagar o que devia à Miss Universe Inc. e à CBS, a carteira do governo guatemalteco estava vazia. Era época de guerras civis pipocando à solta na América Central (Nicarágua e El Salvador, para sermos mais exatos, inclusive com sangue de decapitados jorrando nas páginas de Internacional da revista Veja). A turma de Harold Glasser, morto em 2010, temia pela segurança das candidatas. A CBS/Paramount preferiu não arriscar. Decidiu fazer tudo em casa. Como vai acontecer em 2012.
Em função das barrigadas e cabeçadas que Trump deu ao longo dos meses, a NBC e a MUO vão colocar o Miss Universo 2012 no Radio City Music Hall. É a última forma para o concurso acontecer neste ano e no dia 3 de dezembro. Não vai passar disso e ponto. Há compromissos da NBC para a programação de fim-de-ano e do concurso com seus patrocinadores. Ninguém quer levar calote, do fornecedor tailandês dos biquinis das candidatas (a BSC Swimwear) ao fornecedor chinês de calçados das misses (a Chinese Laundry). Do contrário, Procon neles na 5ª Avenida, com fanfarra, Elise Testone do American Idol, Sepultura, Megadeth, Metallica, Slipknot, Cannibal Corpse, Clay Aiken, Paulinho da Viola, Ruben Studdard, Morena Baccarin do Homeland declamando poema do Austregésilo de Athayde, Paula Abdul, TLC (sem holograma picareta) e tudo mais.
Para piorar, há os compromissos das diversas emissoras internacionais que detém os direitos do certame. No Brasil, a Band, com as bençãos da Globo, sua sócia no soccer de merda. Na Venezuela, a Venevisión. Nas Filipinas, a ABS-CBN e por aí vai. Há no meio contratos nacionais de patrocínio que podem ir para o ralo, a depender do caso. Na Eslovênia, a coisa já foi para o saco desde que Jack Ruby sacou da pistola para matar Lee Oswald em rede nacional de televisão (no plantão do jornal nacional da Globo, em 1963). Lá, a revista Veja faliu. Junto com a Globo. Junto com a Band. Junto com o Estadão.

Como resultado da letra do Carlos Carega, a barrigada final (sem aluguel da Giuliana Rancic nem a prestação) da sede do Miss Universo 2012 foi empurrada para a noite de 3 de junho, durante a exibição do Miss USA(*) 2012 pela NBC, direto de Las Vegas. Não adianta chorar sobre o leite derramado. Vai ser em Nova York e acabou. Questões de cidade-sede, agora só para 2013, 2014, 2015…

(*)Na teoria, a Band é dona dos direitos de transmissão do concurso Miss Brasil e de seus concursos estaduais quando, na prática, estes pertencem à Globo (que desde 1990 paga para não transmití-lo). É a mesma coisa que a emissora da famíglia Marinho fez (e ainda faz) com as séries da FOX, como Glee, Bones, Burn Notice e outras (fora as animações)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Concursos de beleza, Especiais, Eventos, Força da Grana, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Indefinição sobre a cidade-sede do Miss Universo(*) 2012 é arrastada para a noite do Miss USA

  1. Pingback: Para a sua orientação, alguns anúncios de sedes do Miss Universo feitos desde 2004 | TV em Análise Críticas

  2. Pingback: Donald Trump está a um passo de abrir o envelope com o nome da cidade-sede escolhida para receber o Miss Universo 2012. Basta esperar pela contratação do Clay Aiken ou do Arsenio Hall | TV em Análise Críticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s