Ratzinger, R.R. Soares, gaeta(*), PSDB: O que trava o Ibope do Miss Brasil(**) na Band


O prime-time da Band é uma bomba-relógio prestes a explodir, com carcaças de candidatas estaduais voando para todo lado

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Andreas Solaro/AFP/09.04.2012

Papa Bento XVI
Na foto, o líder da Igreja Internacional da Graça de Deus em um de seus telecultos no jornal nacional, também reprisado na madrugada de sábado para domingo logo após o American Horror Story do Ryan Murphy

Texto do Flávio Ric(c)o no UOL(***), publicado nesta sexta-feira (20):

“O prime-time da Band nunca esteve tão fortalecido como nos tempos atuais.
O Brasil Urgente, do José Luiz Datena, recebendo da Adriane Galisteu, continua alavancando muito bem toda a faixa da noite. Em seu vácuo e também por próprios méritos, o Jornal da Band raramente marca alguma coisa abaixo dos 4 ou 5 pontos. Mas a derrubada tem início a partir daí, com a entrada da Igreja Internacional da Graça, do R.R. Soares. Um buraco negro. Dá traço porque não existe menos que isso.
Todos os demais programas do horário nobre, começando pelo Quem fica em pé?, do mesmo Datena, e o futebol nas quartas-feiras, são levados a sair do zero, com enormes prejuízos inclusive na parte comercial.
Essa é uma conta que a Bandeirantes ainda não fez ou se interessou em fazer. É preciso levantar qual o verdadeiro valor deste dinheiro pago pela igreja? Quanto se perde com ele?
A briga pela conquista do terceiro lugar com o SBT, enquanto permanecer o quadro atual, com a igreja no meio, pode ser esquecida”.

Observação: O quadro exposto no texto se refere aos dias úteis (segunda a sexta).
Não há uma menção ao sábado, quando a Band costuma traçar (mesmo quando passa Pesadelo de Miss, porque quem vive de sonho é padeiro).
Flávio Ric(c)o se interessou em saber quanto o Brasil Urgente do Márcio Campos (interino do Datena nesse dia) recebe do futebol da serie B?
Faça as contas.
Se o joguinho da série B (de bosta) dá de 6 a 7 pontos, quanto o Brasil Urgente recebe em dia de Miss Brasil(*)?
E depois do missonário, sabe quanto o CQC recebeu para dar ao Miss Brasil(*) sua maior desgraça de Ibope?
Are you really interested?
Algo em torno de 1 a 1,5 ponto.
O mesmo Ibope da TV Folha, na TV Cultura, controlada pelo governo paulista do PSDB, interessado na sua privatização.
Para seu governo, eis o infográfico abaixo sobre os números do Miss Brasil(**) de 2002 a 2011:

Ano Rede Média Pico
2002 Rede TV! 4 8
2003 Band 7 12
2004 Band 7 12
2005 Band 6 8
2006 Band 6 9
2007 Band 4,5 7,5
2008 Band 4,3 4,5
2009 Band 5 7
2010 Band 3,5 5
2011 Band 3 4,2

É ou não é caso de devolver o concurso para a Globo?
Para esconder na madrugada tal qual o White Collar, as lutas do UFC, Os Simpsons e o Hawaii Five-0?
Para depois repassar a alguma de suas afiliadas, notadamente alinhada com o projeto neoliberal do PSDB de privatizar tudo (aeroportos, rodovias, universidades federais, telefonia, energia elétrica, saneamento, ferrovias, produção cinematográfica, portos, estádios de futebol, siderurgia, CEFET’s, TV’s educativas…)?
Sugestões:

-RBS-TV (Rio Grande do Sul e Santa Catarina);
-TV Verdes Mares (Ceará, já administra o concurso local, repassado de grátis para a TV Diário);
-TV Bahia;
-EPTV (parte do interior paulista e sul de Minas);
-Rede Matogrossense de Televisão (Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, mais fraca que mulher bebendo 10 litros de refigerante por dia);
-ORM/TV Liberal (Pará);
-Rede Amazônica (região norte, menos Pará);
-TV TEM (interior paulista);
-InterTV (interior do Rio, interior de Minas e Rio Grande do Norte).

Isso para não citarmos carnes mais fracas.

Reprodução

(*)gaeta é o modo como a Gaeta Promoções e Eventos deve ser sempre escrita: em minúsculas, para provar o quanto o Brasil é uma sub-Venezuela, um sub-Porto Rico, uma sub-Colômbia (tipo um Whooper Jr.) ou uma Guatemala tamanho-família (tipo esses sanduíches Whooper do Burger King, Sub do Subway, Big Bob, Big Mac e afins) em termos de concursos de misses
(**)Na teoria, a Band é dona dos direitos de transmissão do concurso Miss Brasil e de seus concursos estaduais quando, na prática, estes pertencem à Globo (que desde 1990 paga para não transmití-lo). É a mesma coisa que a emissora da famíglia Marinho fez (e ainda faz) com as séries da FOX, como Glee, Bones, Burn Notice e outras (fora as animações)
(***)UOL é o braço de Internet do Grupo Folha(***) em associação com a Abril-Naspers, que, quando governou a África do Sul, apoiou o regime de apartheid que manteve Nelson Mandela na cadeia por 27 anos. E, durante os 15 anos de governos tucanos em São Paulo, ofereceu assinaturas de suas revistas sem licitação (inclusive livros pornográficos e revistas de mulher pelada) às escolas públicas do Estado.
(****)Folha é o jornal que não se deve deixar a sua tataravó ler porque publica palavrões e mostra sem censura os seios, os pêlos pubianos, a vagina e a bunda da miss Pernambuco 2008, Michelle Fernandes da Costa, em revista masculina publicada a poucos dias de passar a faixa à sua sucessora, em março de 2009. Além disso, Folha é aquele jornal que entrevista Cássio Cunha Lima DEPOIS de cassado e pergunta o que ele achou do processo no TSE, da ditabranda, do câncer de Fidel, da ficha falsa da Dilma, das mulheres-fruta, das ancas da cantora Jôsy, do ódio a piauienses encampado pelo Rafinha do Emocore, da Carla Perez lecionando “i” de iscola, da Rayanne Morais “eleita” Miss Brasil 2009 pelo site EGO, ligado à Globo (sócia da mesma Folha no jornal de negócios Valor Econômico), que vestiu FHC com o manto de “bom caráter”, porque levou dezoito anos para reconhecer um filho seu fora do casamento (com uma jornalista empregada da Globo), que mandou a Diane Sawyer da Globo News avacalhar o cantor itainopolense Frank Aguiar por causa de um filme e de uma entrevista sórdida com uma aspirante a aspirante a aspirante de celebridade paulista a uma aprendiz de Oprah do Primetime da Rede TV!, que publicou texto sórdido de um professor de comunicação da USP sobre o Miss Universo 2007, que ainda fala mal do Saulo Roston (vencedor do Ídolos 2009), que matou o senador paulista Romeu Tuma e depois o ressucitou, mandou a Mariska Hargitay falar mal do Piauí e a Tamara Tunie, o Ice-T e o Christopher Meloni bancarem o Sérgio Ricardo quebrando o violão no Festival da Record de 1967 em Law & Order: Special Victims Unit , deixou o elenco de Law & Order: Criminal Intent e o Robin Williams avacalharem o Brasil em seriado da USA Network e programa de entrevista da CBS, é o que é porque o dono é o que é e que, quando a mineira Elaine Parreira Guimarães ficou em quinto lugar no Miss Universo 1971, emprestava os carros de reportagem aos torturadores.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Ibopes da vida, Nossas Venezuelas, Numb3rs e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s