Assunto da semana: As loiras ‘padrão Marilyn’ da Broadway contra os dinossauros de plástico


O custo benefício de Smash diante do fiasco de Terra Nova

Will Hart/NBC/Divulgação

Smash
Vem aí mais um fracasso de audiência

Não seria nem preciso ter visto o piloto de Smash (Universal, 4ª, 23h) para chegar de cara a uma constatação: sai mais barato para Steven Spielberg produzir um musical da Broadway, aclimatado para o horário nobre da NBC, do que torrar milhões numa trama ecológica de aberrações jurássicas, tocada de caixa pela Fox à toa. Basta perguntar para a Katharine McPhee que ela sabe o caminho das pedras.

Will Hart/NBC/Divulgação

Smash
Ivy e Karen: fica tudo elas por elas

Com exibição iniciada no Brasil no último dia 28, Smash não é uma série de TV para disputar o Primetime Emmy: dado o nível de seu enredo e conjunto de elenco, é peça para angariar indicações ao Tony Award. Coisa mais apropriada. Piada à parte, a parte séria da trama encabeçada por Karen Cartwright (papel de McPhee, segunda colocada da quinta temporada do American Idol) e Ivy Lynn (a atriz teatral Megan Hilty) é a que mais importa no conjunto da obra.

Will Hart/NBC/Divulgação

Smash
Elieen (Anjelica Huston), examinando as contas caríssimas de um capítulo de Terra Nova, gravado na Austrália: escolha Omo

Para mostrar as vantagens financeiras de Smash ante a fracassada Terra Nova, basta rever Karen/McPhee cantando música da Christina Aguilera na audição para o musical fictício inspirado na vida da Marilyn Monroe. Motor, aliás, da ideia apresentada por Spielberg ao executivo Bob Greenblatt, em 2009, quando este ainda trabalhava na Showtime, braço da rival (e líder) CBS, que provou do veneno.

Patrick Harbron/NBC/Divulgação

Smash
“Happy Bithday, Mr. President… (hic!)”

Conclusão: sai mais barato para o oscarizado diretor Spielberg (A Lista de Schindler, E.T.: O Extraterrestre, Contatos Imediatos do Terceiro Grau) investir no drama humano musicado do que no circo de horrores ecológico destinado a alimentar mentes fundamentalistas verdes. Sem o xiitismo de Terra Nova, Smash já ganhou terreno livre para uma nova temporada e para os Emmys. Até domingo.

Publicação simultânea com o caderno Notícia da TV do Jornal Meio Norte que circula no domingo (15/4)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Coluna da Semana, Força da Grana, Música, Séries e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Assunto da semana: As loiras ‘padrão Marilyn’ da Broadway contra os dinossauros de plástico

  1. Pingback: NBC ordena a primeira série para a temporada 2012-2013, após análise de piloto | TV em Análise Críticas

  2. Pingback: Trump está focado nas finais do Celebrity Apprentice. E continua a travar o processo de escolha da cidade-sede do Miss Universo 2012 | TV em Análise Críticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s