Assunto da semana: Chelsea, aqui, nesta mesa de bar…


Onde está a piada da bêbada de Are You There, Chelsea?

Jordin Althaus/NBC/Divulgação

https://i1.wp.com/www.tvequals.com/wp-content/uploads/2012/02/Are-You-There-Chelsea-NBC-The-Gynecologist-Episode-5-3.jpg
Laura Prepon, Handler e o ator convidado Lenny Clarke: Chelsea Lately em versão pasteurizada

Sem o mesmo pique do programa de entrevistas de sua criadora, a comediante Chelsea Handler, a sitcom Are You There, Chelsea? (Warner, 4ª 20h30) se perde em meio aos clichês da TV aberta americana. Pensada por uma comediante de TV a cabo (Chelsea, na ficção Laura Prepon de That’s 70 Show) e escritora de sucesso, a trama peca pela repetição das piadas verborrágicas sobre sexo e famosos.

Jordin Althaus/NBC/Divulgação

https://i0.wp.com/www.tvequals.com/wp-content/uploads/2012/02/Are-You-There-Chelsea-NBC-The-Gynecologist-Episode-5-9.jpg
Mark Povinelli (dir.), o anão da comédia: piada óbvia

Perdida, a trama central de Are You There, Chelsea? reflete o espírito de três em cada cinco produções de mid-season que estreiam anulamente nas emissoras americanas. Servem apenas para fazer a burocracia, caso de The Firm que tratarei daqui a dois domingos. Limpar a gaveta para a próxima temporada. Projetada para 12 episódios (nove deles já exibidos no Brasil), a comédia de bar não tem o estofo necessário para cativar a crítica.

Jordin Althaus/NBC/Divulgação

https://i2.wp.com/www.tvequals.com/wp-content/uploads/2012/02/Are-You-There-Chelsea-NBC-The-Gynecologist-Episode-5-5.jpg
Chelsea Handler e sua irmã bastarda da ficção: o Seinfeld que dá errado

Mesmo com convidados da estirpe de Mario Lopez, Gilles Marini e Wilmer Valderrama (colega de Prepon em 70 Show), a trama de Are You There, Chelsea? não convence nem nas reprises. Nas piadas de vodca, a Chelsea da ficção tem na Chelsea de verdade seu alter-ego, sua irmã mórmon, seu fio motor. Nada disso ajuda. Nem tampouco contribui para a melhoria do enredo insosso em seu conjunto.

Jordin Althaus/NBC/Divulgação

https://i0.wp.com/www.tvequals.com/wp-content/uploads/2012/02/Are-You-There-Chelsea-NBC-The-Gynecologist-Episode-5-8.jpg
Natasha Leggero (2ª da esq. para a dir.), contribuinte da mesa-redonda do Chelsea Lately: censura 21 horas, aprovada para 14 anos

Pasteurizada para os padrões rígidos da NBC aberta (e também para compradores internacionais), Are You There, Chelsea? é o tipo de subproduto do stand-up americano que não funciona. Confunde o telespectador, murcha, enfraquece. Repete os chavões do Chelsea Lately como se fosse piada do Casseta e Planeta, com palavrões expurgados e tudo mais. É de torcer o nariz. Até domingo.

Publicação simultânea com o caderno Notícia da TV que circula no domingo (8/4)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Coluna da Semana, Humor, Séries e marcado , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s