Rubens Ewald Filho: A entendiante festa do Oscar 2012


Sem paciência com o Cirque Du Soleil

No R7

Reuters

https://i0.wp.com/noticias.r7.com/blogs/rubens-ewald-filho/files/2012/02/Billy-Crystal.jpg
Vai entender…

Fez bem a produção em cortar aquela bobagem de colocar cenas falando de cada filme concorrente, não fez a menor falta. Fez muito mal em cortar os números musicais e substituí-los por um coral cantando What a Wonderful World para os mortos (pense bem, que mundo maravilhoso é esse onde as pessoas morrem às vezes ainda jovens? Faz sentido?).
E custei a crer que o número do Cirque du Soleil fosse tão bobinho chegando ao ponto de ter até um dos artistas que caiu errado e errou o conjunto.

Getty Images

https://i0.wp.com/noticias.r7.com/blogs/rubens-ewald-filho/files/2012/02/cirque.jpg
Cirque no Oscar: tropeço e tédio

Pensando melhor, já estou sem paciência com o Cirque já que em qualquer lugar que tenha show, de Vegas aos parques a Nova York e o antigo Teatro agora sem nome ex-Kodak. Basta, vamos pensar em algo diferente?
Ou seja, a festa do Oscar 2012 foi um desfile banal das mesmas pessoas de sempre, falando textos pseudoliterários (precisam urgente renovar seu departamento de roteiristas e piadistas. Eu li o texto original, antes dos atores mexerem, não acreditam como era de péssima qualidade).
Este ano acreditem que não me mandaram no roteiro nem mesmo o nome dos apresentadores de cada prêmio, alegando problemas de segurança…
Mas faltou inspiração nos quadros que deveriam ser divertidos. O de Ferrell e Gafialinakis foi paupérrimo, a coitada da Emma Stone insistiu demais num sketch longo demais (e ficou tão esquisito ela, tão mais alta que o Stiller), Downey Jr e Gwyneth, outro besteira sem autêntico humor…

Getty Images

https://i2.wp.com/noticias.r7.com/blogs/rubens-ewald-filho/files/2012/02/emma.jpg
Ben Stiller: esquete longo demais atravessou Emma Stone

Francamente espero o pior do Ibope, porque tudo era muito previsível, sem novidades. Nem falo tanto do resultado. Fiquei feliz com Meryl Streep ganhando, coisa que eu anunciei aqui no blog antes, a Viola ainda tem tempo para chegar lá. Não duvido nada que leve em uma próxima vez. Já estava na hora da Meryl levar um terceiro, era muito tempo perdendo.
O caso de O Artista eu volto a insistir, é complicado porque todo mundo gosta do filme. Até eu acho simpático e bacaninha, ainda mais num ano que possivelmente foi a pior seleção em décadas.
Até o Hugo Cabret que eu adoro, reconheço que tem problemas de marketing, não é nem para criança, nem para adulto, e fica num meio termo comercial que acabou sendo sua desgraça (apesar de levar cinco prêmios).
Alguém dizer que o Hazavicious é melhor que Scorsese é uma piada, até porque O Artista dá uma ideia errada do que foi o cinema mudo. Não era bem assim, nem é tão notável (ninguém deu prêmio para Mel Brooks quando fez a Última Loucura, também mudo, porque era comédia rasgada há alguns anos atrás).
Um amigo recusou ver o DVD porque nunca tinha visto um filme mudo e queria ter a sensação de ver numa tela grande de cinema. Lamento, mas é melhor ver Metrópolis ou Aurora para perceber que O Artista é uma enrolação.
Faz uma trilha musical que é uma cópia de outras, um ator que duvido muito seja versátil e capaz de mais coisas (Jean Dujardin parece ser o novo Begnigni). E copiou demais de Cantando na Chuva que é muito melhor e mais fiel à época.
Enfim, o futuro dirá. Temo que seja mais uma alucinação coletiva que teve como consequência o primeiro Oscar de direção para um estrangeiro e um francês, e o primeiro Oscar de Melhor Filme para um filme de língua não-inglesa. O que pode ser bom em muitos sentidos (o bom cinema não devia ter nacionalidade, mas vai dizer isso para o gueto que adora fazer indicação para filmes estrangeiros).
Não tenho nada contra Billy Crystal, ele consegue fazer piadinhas com as pessoas sem ofendê-las, o que é uma arte, como sucedeu na sequência de ler pensamentos (também gosto do Chris Rock, seu texto sobre dublar filmes de animação foi inteligente e engraçado).
Sua abertura brincando com os filmes do ano foi moderadamente divertida. Mas a festa num todo eu achei um porre. Já sabíamos quem ia ganhar por causa do excesso de outras premiações anteriores (a equipe com quem trabalho na TNT acha que a melhorzinha foi a do Globo de Ouro, ao menos, a mais divertida).
Outra coisa, quando falaram em um clipe sobre vamos ao cinema, estava certo que iam desenterrar os verdadeiros clássicos do passado e acabaram pondo como filme velho no máximo Ghost e Tubarão!!!! Que absurdo, só no número do Cirque se via algo mais antigo assim mesmo como decoração.
Não se pode esquecer certos absurdos (por exemplo, cortar o agradecimento de Octavia Spencer e no final de cada ato, perder tempo mostrando músicos tocando música de elevador ou as vendedoras de pipoca andando na plateia, que falta absoluta de lógica).
Foi muito bom o discurso de Christopher Plummer do alto de seus recordistas 82 anos como foi ótimo discurso da Meryl vestida de dourado! A mulher é gênio! E merece tudo.
Mas o Oscar vai mal, desta vez até entregou os pontos e deu a forca para os estrangeiros. Enfim, não há nada que meia dúzia de filmes melhores não resolva. O difícil é fazer esses filmes.

Amanhã no Críticas: A prévia da crítica do Notícia da TV do próximo domingo (4/3) sobre o andamento da cerimônia do Oscar 2012 e suas chances de indicação ao Primetime Emmys

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Cinema, Premiações e marcado , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s