Assunto da semana: A vingança é um prato amargo que se come cru


Enredo de Revenge impressiona pelo tom novelesco

Antony Platt/ABC/Divulgação

https://i2.wp.com/www.daemonstv.com/wp-content/uploads/2011/09/123873_0217_ful.jpg
Emily VanCamp e a receita vingativa do sucesso

À primeira vista, o piloto de Revenge (Sony, 3ª, 21h) exibido pela ABC americana em 22 de setembro do ano passado e no Brasil dois meses depois impressiona o público por sua narrativa retrospecta, digna de um começo de novela comum. Segura desde o começo com a festinha do Dia do Trabalho americano (lá comemorado na primeira segunda-feira de setembro). É tiro na certa.
Amparada pela narrativa do Conde de Monte Cristo de Alexandre Dumas, a narrativa de Revenge se torna mais fácil de se compreender do que o livro propriamente dito. Lastreada pela dupla identidade de Amanda Clarke/Emily Thorne (Emily VanCamp, ex-Everwood e Brothers & Sisters), saída da cadeia para causar vinganças pela morte do pai, a trama é indissociável do padrão americano de se fazer “novela”. Entre aspas. Sem ópera de sabão.

Antony Platt/ABC/Divulgação

https://i1.wp.com/www.daemonstv.com/wp-content/uploads/2011/09/123873_0360_ful.jpg
Madeleine Stowe, como a rainha dos Hamptons: indicação ao Emmy à vista

Agraciada com uma indicação ao People’s Choice Award de novo drama favorito, Revenge também tem na atuação (indicada ao Golden Globe) de Madeleine Stowe (O Último dos Moicanos, 12 Macacos e Vingança) como a “rainha dos Hamptons” ponto forte para a disputa de indicação aos Primetime Emmys. Idem para VanCamp, 25, duas vezes indicada ao Teen Choice Awards por Everwood.
Impulsionada pela narrativa densa das vinganças de Amanda/Emily, a fórmula da moça de dupla identidade na ficção rendeu à ABC seus frutos: temporada completa e a estréia de melhor audiência desde a fracassada regravação de Eastwick, lastreada no famoso filme das bruxas, em 2009. Futuro certo Revenge tem. E de sobra. A começar das vinganças novelescas dignas de qualquer estampa ou matiz. Até domingo.

Publicação simultânea com o caderno Notícia da TV do Jornal Meio Norte que circula no domingo (26/2)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Coluna da Semana, Mondo cane, Séries e marcado , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Assunto da semana: A vingança é um prato amargo que se come cru

  1. Pingback: Coordenador estadual do Miss Brasil(*) é sim dono da franquia. Resposta a Nelito Marques | TV em Análise Críticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s