Produção porca no Brasil faz NBC tirar concurso Miss Universo(*) das considerações para os Primetime Emmys 2012


Kit de DVD’s da emissora inclui especiais de Michael Bublé e Betty White; baixa audiência do concurso nos EUA também contribuiu para exclusão

Da redação TV em Análise
Com reportagem de João Eduardo Lima

Reprodução

https://i0.wp.com/s3.amazonaws.com/img.goldderby.com/ck/images/dvds2.jpg
Caixa de DVD’s da NBC para os Emmys 2012: Miss Universo 2011 está fora da lista de considerações

Já não bastassem as denúncias de uso de dinheiro público (sobretudo do Governo do Estado e da Prefeitura de São Paulo e do Governo do Distrito Federal) para pagar cotas de patrocínio, a produção porca que resulutou em shows medianos e horrorosos de Cláudia Leitte e Bebel Gilberto (solenemente ignorados pelos humoristas americanos, incluindo Joel McHale, Jimmy Kimmel e Chelsea Handler, que já tinham nojo de concursos de misses) e sobretudo o rombo astronômico de R$ 61 milhões causado aos cofres da cidade de São Paulo (que vive uma importante eleição para prefeito este ano) e da própria Rede Bandeirantes (via Enter, apêndice da Geo Eventos, da Rêde Globo e do Grupo RBS[**]), a produção do concurso Miss Universo 2011 sofreu um duro golpe, ao ser excluída do kit de seis DVD’s que a NBC vai enviar aos jurados da 64ª edição dos Primetime Emmy Awards. Entre os programas colocados para consideração estão produções novatas como Up All Night, Whitney e Are You There, Chelsea? e até mesmo dramas que ainda irão estrear, como Awake.
Entre os especiais, contidos no disco 5, nota-se a ausência clara do concurso de Miss Universo 2011, produzido às pressas pela Band para a NBC (isso vai custar à emissora paulista também a disputa do Emmy Internacional, dada a porcaria que se resultou para a percepção do público americano, que fugiu para ver a final da segunda temporada do Bachelor Pad, na ABC). Na peça estão listados apenas dois especiais: Betty White’s 90th Birthday: A Tribute to America’s Golden Girl e A Michael Buble Christmas. The Voice, reality que acabou de ser comprado pela Globo para produção nacional, completa o disco.

Reprodução

https://i1.wp.com/s3.amazonaws.com/img.goldderby.com/ck/images/dvds1.jpg

Outras produções incluidas pela NBC para consideração dos Primetime Emmys estão agrupadas assim:

DISCO 1: Dramas (incluem categorias de atuação)

Law & Order: Special Victims Unit
Parenthood
Grimm

DISCO 2: Dramas

Awake (vai estrear no dia 1º de março)
Harry’s Law
The Firm
(esta última já cancelada)

DISCO 3: Comédias (incluem categorias de atuação)

30 Rock
Up All Night
Parks and Recreation
The Office

DISCO 4: Séries roteirizadas (drama e comédia, incluem categorias de direção, roteiro e técnicas)

House (FOX)
Community
Whitney
Are You There, Chelsea?

DISCO 6: Programas de fim-de-noite

Saturday Night Live
The Tonight Show with Jay Leno
Late Night with Jimmy Fallon
Last Call with Carson Daly

Fotos Reprodução e Divulgação/Fotoarena/12.09.2011

https://i0.wp.com/s3.amazonaws.com/img.goldderby.com/ck/images/dvd%20stack.jpghttps://i0.wp.com/i1.r7.com/data/files/2C95/948E/325D/DDF3/0132/6118/7B3A/4C48/12.jpg
Lixo carioca de Salvador da Cláudia Leitte não está no kit da NBC para os Emmys

(*)Na teoria, a Band é dona dos direitos de transmissão do concurso Miss Brasil e de seus concursos estaduais quando, na prática, estes pertencem à Globo (que desde 1990 paga para não transmití-lo). É a mesma coisa que a emissora da famíglia Marinho fez (e ainda faz) com as séries da FOX, como Glee, Bones, Burn Notice e outras (fora as animações)
(**)Não é Rede Brasil Sul e sim Rede Bunda Suja (da Natália Casassola), afiliada global em Santa Catarina que tem entre seus diretores o pai de um dos estupradores juvenis de Florianópolis denunciado pelo Tijoladas do Mosquito e pelo Jornal da Record

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Concursos de beleza, Especiais, Eventos, Premiações, Projetos especiais, Reality-shows, Séries e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para Produção porca no Brasil faz NBC tirar concurso Miss Universo(*) das considerações para os Primetime Emmys 2012

  1. Cicinho disse:

    Las Vegas Review tem um articulo q a NBC tirou o Miss USA e o Miss Universo tambem

    http://www.lvrj.com/news/pageants-looking-for-new-tv-deals-139568678.html

    • João Lima disse:

      Cicinho, a explicação:
      1-Desde outubro, a redação do TV em Análise Críticas vinha acompanhando as informações sobre o processo de escolha da cidade-sede do Miss Universo 2012, inclusive apontando algumas informações exclusivas;
      2-Com a paralisação do processo de escolha da cidade-sede do Miss Universo 2012, a redação do Críticas tem se focado em acompanhar diariamente a movimentação de press-releases das cinco principais redes americanas (ABC, CBS, FOX, NBC e The CW), em particular da NBC, para saber se haveria algum pronunciamento oficial da NBCUniversal acerca das transmissões dos concursos Miss USA 2012 e Miss Universo 2012. As negociações então avançadas com Miami para a sede do Miss USA 2012 deram um certo ânimo à nossa cobertura preparatória. Mas a descoberta, por este Críticas, de que Guadalajara, Rustenburgo, Oranjestad, Punta Cana, Seul e São Paulo não haviam apresentado as garantias financeiras para a realização do certame botou uma ducha de água congelada dos Grandes Lagos americanos (Superior, Michigan, Huron, Erie e Ontario) nas pretensões da Miss Universe Organization em relação à cidade da Flórida, tanto para efeitos da sede do Miss USA quanto para receber o Miss Universo 2012;
      3-A ida do Miss USA para a Bravo nada mais é que um jogo de blefe da NBCUniversal para assegurar os direitos de exibição do certame em língua inglesa para a própria NBC (tal qual aconteceu com o episódio Band-Kiefer Stherland-Fox-R.R. Soares, envolvendo o corte do Show da Fé em favor de reproposta de 24 Horas, já queimada pela Globo). É chantagem pura. Pode escrever. Mesma coisa deve se dizer do Miss Universo, cuja permanência na Telemundo é líquida e certa. Isso, ninguém tira da boca de criança;
      4-Para finalizar, acreditar em Missosology é dar mantimento para a chantagem, para a fofocaria, para o mau jornalismo. O corte do Miss Universo pela NBC, se concretizado, vira um duro golpe para a TV aberta americana. É o mesmo filme que se verificou na negociação contratual dos Primetime Emmys, renovados até 2018 para o rodízio contratual entre a FOX (2011 e 2015), ABC (2012 e 2016), CBS (2013 e 2017) e NBC (2014 e 2018).

      Reza o ditado: não alimente as bestas jornalísticas dos Grimms do Datena do Justin Bieber do Brasil Urgente do julgamento de Lindemberg Alves, ocultado pela Rêde Globo em favor de novelas golpistas contra governos trabalhistas eleitos legitimamente pelo povo.

      A redação do TV em Análise Críticas

    • João Lima disse:

      Cicinho, a própria Paula Shugart já desmentiu essa informação falsa do Missosology ao repórter Robin Leach, do Las Vegas Sun e do Las Vegas Weekly. Links:

      http://www.lasvegassun.com/news/2012/feb/21/exclusive-miss-usa-pageant-remain-planet-hollywood/
      http://www.lasvegasweekly.com/blogs/luxe-life/2012/feb/21/exclusive-miss-usa-pageant-remain-planet-hollywood/

      Mais: a NBC tem contrato com a MUO até 2013, em vias de ser renovado. O texto que vc comentou erroneamente dizia respeito apenas ao corte do Miss Universo(*) 2011 da lista de especiais da NBC a serem julgados pela comissão do Primetime Emmy 2012. Nada mais que isso.

      A redação do Críticas

      (*)Na teoria, a Band é dona dos direitos de transmissão do concurso Miss Brasil e de seus concursos estaduais quando, na prática, estes pertencem à Globo (que desde 1990 paga para não transmití-lo). É a mesma coisa que a emissora da famíglia Marinho fez (e ainda faz) com as séries da FOX, como Glee, Bones, Burn Notice e outras (fora as animações)

  2. Pingback: Rede Globo, 512 anos de esculhambação | TV em Análise Críticas

  3. Pingback: Greenblatt vai entrar em ação para pressionar dominicanos a receber o Miss Universo(*) 2012 a preço de banana | TV em Análise Críticas

  4. Pingback: Reforma fiscal na República Dominicana: a Miss Universe(*) Organization e Greenblatt, enfim, caíram na real | TV em Análise Críticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s