Fora da pauta: a porralouca da Rita Lee no G(r)o(u)bo de Ouro em 1979, com uma orquestra de mentirinha


Chega menos. Abaixo o playback, o monopólio da Globo e as manipulações nas paradas musicais feitas pelo Ibope, Nopem, PSDB, DEM, PPS(**), Ministério Público, TCU, Ipea, Gaeta Promoções e Eventos, Comando de Caça aos Comunistas, os ecochatos da Julian(n)a Paes-Margulies contra Belo Monte, Rádio Globo do Rio de Janeiro, Rádio Nacional de São Paulo, Universal Channel, Canal Futura, jornal O Globo, jornal Valor Econômico, GNT, Globonews, Rede Globo, Rede Bandeirantes, canal Terraviva, Bandnews, Bandsports, Sportv, PSD, Rádio Bandeirantes de São Paulo, Bandnews FM, Confederação Nacional da Agricultura, Instituto Millenium e movimento Cansei em todo o Brasil(*)

(*)Crédito dado ao falecido Arlênio Lívio, ex-rádio Mundial (atual CBN, a rádio que troca notícia), que abria a parada empulhada de sucessos da Globo durante o regime militar pelo Roberto Carlos. Com a redemocratização, em 1987, a Xuxa e as novelas eco-soft-eróticas da Manchete melaram tudo. E levara o globo de ouro à lona em maio de 1990, reduzindo-o a um mísero especial. Tal qual o Extreme Makeover: Home Edition, da ABC americana, que vai acabar hoje depois de nove anos
(**)Pseudobulbo do antigo Partido Comunista Brasileiro, o PCB, mantido pelo pernambucano Roberto Freire, que mudou seu título de eleitor para Lausanne, São Paulo, para ser deputado federal e pauteiro dos radicais da Globo (incrustrados em várias redações) contra os governos trabalhistas de Lula e Dilma

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Amanda Rollins do Globo de Ouro, Cansei, Globelezação, Imperialsmo midiático, Imprensa monopolista, Música e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s