Letra de Cazuza e música dos Paralamas para embalar a nudez brejeira da atriz Nice Meireles na Playboy de fevereiro de 1983


Em versos cantados por Herbert Vianna, cinco anos mais tarde, por quase um segundo

Vídeo de Quase Um Segundo e fotos logo abaixo:

Fotos J.R. Duran/Playboy/Reprodução


“Eu queria ver no escuro do mundo, onde está tudo o que você quer…”


“…pra me transformar no que te agrada, no que me faça ver…”


“…Quais são as cores e as coisas pra te prender?…”


“…Eu tive um sonho ruim e acordei chorando, por isso eu te liguei…”


“Será que você ainda pensa em mim?…”


…será que você ainda pensa?…

“Às vezes te odeio por quase um segundo…”


“…depois te amo mais…”


“…teus pêlos, teu gosto, teu rosto…”


“…tudo que não me deixa em paz” (In: Quase Um Segundo, Cazuza, por Paralamas do Sucesso, 1988)

A letra completa:

“Eu queria ver no escuro do mundo
Onde está tudo o que você quer
Pra me transformar no que te agrada
No que me faça ver
Quais são as cores e as coisas
Pra te prender?
Eu tive um sonho ruim e acordei chorando
Por isso eu te liguei
Será que você ainda pensa em mim?
Será que você ainda pensa?
Às vezes te odeio por quase um segundo
Depois te amo mais
Teus pêlos, teu gosto, teu rosto, tudo
Que não me deixa em paz
Quais são as cores e as coisas
Pra te prender?
Eu tive um sonho ruim e acordei chorando
Por isso eu te liguei
Será que você ainda pensa em mim?
Será que você ainda pensa?
Às vezes te odeio por quase um segundo
Depois te amo mais
Teus pêlos, teu gosto, teu rosto, tudo
Que não me deixa em paz
Quais são as cores e as coisas
Pra te prender?
Eu tive um sonho ruim e acordei chorando
Por isso eu te liguei
Será que você ainda pensa em mim?
Será que você ainda pensa?”

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Divas, Novelas, Revistas e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Letra de Cazuza e música dos Paralamas para embalar a nudez brejeira da atriz Nice Meireles na Playboy de fevereiro de 1983

  1. Cleunice Kim disse:

    Obrigado Joao Lima, bjs Nice Meireles

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s