Segundo MUO, Rio, Pristina e Porto estão definitivamente fora da disputa pela sede do Miss Universo(*) 2012


Leia a carta, em inglês, da presidente da Miss Universe Organization, Paula Shugart, às coordenações nacionais

JF Diorio/Agência Estado/26.09.2011

https://i0.wp.com/i1.r7.com/data/files/2C95/948E/335F/6F96/0133/6AE4/5BB0/0602/roteiro-g-20111103.jpg
Na foto, uma das seis cidades finalistas na disputa da sede do certame

“Dear directors:
We are happy to announce that the following cities are in the running to host Miss Universe 2012: In order of bid proposal:

1) Guadalajara, México;
2) Sao Paulo, Brazil;
3) Seoul, South Korea;
4) Oranjestad, Aruba;
5) Cap Cana, Dominican Republic;
6) Rustenburg, South Africa.

The 2012 Miss Universe Pageant will take place in JULY 2011. Please work around this date”.

Tradução livre: isso quer dizer, na prática, que Rio de Janeiro, Pristina e Porto estão definitivamente fora da disputa pela sede do Miss Universo 2012, a ser conhecida na manhã desta quinta-feira, bem antes do anúncio dos indicados à 19ª edição dos Screen Actors Guild Awards (SAG Awards), premiação do Sindicato dos Atores norte-americano que este Críticas estará acompanhando. Isso confirma, em parte, informação dada no último dia 26 de novembro. Mas não tira Sun City (Rustenburg) da disputa.
Mais: atendendo pressões da NBC News e do COI (Comitê Olímpico Internacional), a Miss Universe Organization foi obrigada a antecipar a data do certame de 2012 em relação a 2010 e 2011 (este, realizado mais tarde que o usual). Internamente, a MUO trabalha com a data de 30 de maio para o Miss USA 2012 e de 15 de julho para o Miss Universo. Data essa, aliás, que deve prejudicar seriamente a preparação da sucessora de Alyssa Campanella. Mais grave: não é bom negócio para a NBC trabalhar com o Miss USA em época de temporada regular acontecendo na TV aberta americana. É péssimo tanto para a emissora quanto para os ditos “missólogos”. Afasta público, como aconteceu no Miss USA de 2007 a 2010. Fazer a etapa americana do Miss Universo longe da concorrência da temporada regular é mais interessante, carreia mais público e não desvia o foco das finais da NBA ou da Copa Stanley de hóquei no gelo, por exemplo.
No frigir dos ovos, dos eggs and bacon, a NBC e a MUO perderam uma excelente oportunidade de promover a sede das Olimpíadas de Verão de 2016 (o Rio de Janeiro), ,imediatamente após o apagamento da pira olímpica de Londres. Preferiram atender à programação olímpica, às demandas de cobertura jornalística das convenções Democrata e Republicana destinadas a escolher os candidatos à presidência dos Estados Unidos (que acontecem entre o final de agosto e o começo de setembro) e, sobretudo, ao acordo com a NFL (National Football League) de transmitir os dois jogos de pré-temporada (um deles, o Pro Football Hall of Fame Game, no início de agosto). Poderiam, repito, ter marcado o Miss Universo(*) 2012 para agosto. Mas não quiseram que prevalecesse a lógica do bom-senso e do semancol.

(*)Na teoria, a Band é dona dos direitos de transmissão do concurso Miss Brasil e de seus concursos estaduais quando, na prática, estes pertencem à Globo (que desde 1990 paga para não transmití-lo). É a mesma coisa que a emissora da famíglia Marinho fez (e ainda faz) com as séries da FOX, como Glee, Bones, Burn Notice e outras (fora as animações)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Outras Venezuelas, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Segundo MUO, Rio, Pristina e Porto estão definitivamente fora da disputa pela sede do Miss Universo(*) 2012

  1. Pingback: EXCLUSIVO: Sai a nona avaliação parcial do Críticas para o concurso Miss Universo 2012 | TV em Análise Críticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s