Assunto da semana: faça seu patrão virar ‘empregado’ por um dia


A saga de um fenômeno chamado Undercover Boss

Jeff Neira/CBS/Divulgação

https://i1.wp.com/www.daemonstv.com/wp-content/uploads/2009/12/undercover-boss-2.JPG
Joseph M. DePinto, como “caixa” da 7-Eleven da qual é presidente e CEO

Ponha o seu patrão para exercer funções inferiores dentro da sua empresa. Com essa premissa simples, o reality corporativo Undercover Boss (FOX Life, domingo, 20h), indicado em 2010 e 2011 ao Primetime Emmy, convence o telespectador de que é possível colocar o ambiente de trabalho na TV sem ser objeto de competição. Mas de proporcionar, por tabela, incentivos e promoções laborais de resultados.
Com mega-corporações como 7-Eleven, White Castle (é rede de fast food, não marca de whisky) e Waste Management (empresa coletora de lixo que apareceu na estréia pós-Super Bowl, em 7 de fevereiro de 2010 na CBS) envolvidas, a adaptação americana do original inglês, do Channel 4, coloca o dono, o CEO, o diretor-presidente para exercer o papel de empregado inferior para detectar eventuais falhas nos serviços que presta. E tentar emplacar resultados satisfatórios.

Dan Littlejohn/CBS/Divulgação

https://i1.wp.com/www.daemonstv.com/wp-content/uploads/2009/12/undercover-boss-3.jpg
Meses após a estreia bem-sucedida do programa, Larry O’Donnell abandonou a bata da Waste Management e pediu as contas

Blockbuster de audiência e terceiro programa pós-Super Bowl mais visto desde Survivor/2001 e Friends/1996, o Undercover Boss americano (38,6 milhões de telespectadores) se tornou o programa com episódio de estréia mais visto desde o último projeto da cantora Dolly Parton para a TV, entre 1987 e 1988, visto à ocasião por 39,47 milhões de telespectadores. Coisa que o musical Glee não fez este ano.

Jeffrey R. Staab/CBS/Divulgação

https://i2.wp.com/www.daemonstv.com/wp-content/uploads/2009/12/undercover-boss.jpg
Dave Rife, dono do restaurante White Castle, na cozinha

Fenômeno de público, crítica e indicações ao Emmy, o Undercover Boss da CBS também já trabalhou em suas duas temporadas transmitidas nos Estados Unidos com operadoras de TV paga (DirecTV), clubes de beisebol (Chicago Cubs) e até mesmo entidades desportivas poderosíssimas (NASCAR). Tanto é que já recebeu pista livre para a exibição de uma terceira leva, no inverno americano de 2012. Até domingo.

Publicação simultânea com o caderno Notícia da TV do Jornal Meio Norte que circula no domingo (27/11)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Coluna da Semana, Reality-shows e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Assunto da semana: faça seu patrão virar ‘empregado’ por um dia

  1. Cleber disse:

    Gente eu adoro esse programa, só que assisto pouco pois no Horario que esta passando estou na casa da namorada, e la não tem TV a cabo, gostaria de saber se repete durante a semana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s