Por transação entre Band e TV Jangadeiro, emissora ligada à afiliada da Globo em Fortaleza deve cancelar Miss Ceará


Contrato da TV Jangadeiro com o SBT acaba em 31 de dezembro e criação do Miss Universo Ceará já é dada como certa dentro da Band; concurso estadual que era realizado nos antigos moldes deve acabar em 2012; medida visa isolar ainda mais a gaeta(*)

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Nordeste VIP/Blog Misses Estaduais

http://missesestaduais.files.wordpress.com/2010/12/final-missce-ad.jpg?w=480&h=304
Anastácia Line, última Miss Ceará eleita pelo sistema vigente: contrato entre Band e TV Jangadeiro exige separação de certame estadual por bandeira e deve tirar evento da TV Diário, ligada à Globo

Já é dada praticamente como certa a realização do concurso Miss Universo Ceará pela TV Jangadeiro, caso sua afiliação com a Band se concretize a partir de 1º de janeiro de 2012. De acordo com fontes da Enter, empresa que detém a representação do concurso Miss Universo no Brasil, a organização de uma etapa estadual separada para o Miss Universo Brasil é exigência para que cada Estado envie sua candidata distintamente de outros concursos homônimos (Miss Ceará Beleza Internacional, Miss Mundo Ceará, etc.). A separação das franquias estaduais teria sido proposta por Hélio Vargas, novo responsável pelo Miss Brasil da Band a várias coordenações estaduais em reunião recente realizada em São Paulo, logo após o Miss Universo 2011.
Caso a desvinculação do Miss Ceará da Miss Universe Organization aconteça de fato, a TV Diário (emissora local ligada à afiliada da Rede Globo, a TV Verdes Mares) deverá se ver forçada a cancelar de sua grade o concurso Miss Ceará nos atuais moldes, para evitar que o público se confunda na transição de coordenações, o que deve levar, no mínimo, três meses para ser concluído. A coordenadora do Miss Ceará ligada ao Miss Beleza Internacional, Jorlene Cordeiro, não se manifestou até o fechamento desta reportagem.
Em 56 anos de participações no modelo antigo do Miss Brasil, o Ceará teve dois títulos nacionais e nas duas vezes que esteve no Miss Universo, apenas em uma delas (1955, Emília Correia Lima) conseguiu classificação entre as semifinalistas da disputa internacional.

Entenda a transação entre a Band e a Jangadeiro

Em 8 de setembro, em sua conta de twitter, o chefe de redação da Jangadeiro Adriano Muniz já tratava do assunto como uma possibilidade a ser aventada. Em 19 de setembro, portanto uma semana após o Miss Universo 2011, as negociações entre a Band e a Jangadeiro já estavam adiantadíssimas. Mas, por questões jurídicas, o contrato com o SBT terá de ser cumprido até 31 de dezembro, de forma a facilitar a transição para a Band e a dificultar ainda mais a vida de Cordeiro, já às voltas com a possível perda da franquia no Miss Universo no Ceará e a ameaça de rompimento por parte da Rede Diário, por suas ligações diretas com as Organizações Globo.
Caso Jorlene Cordeiro seja escalada para dirigir o Miss Universo Ceará, terá de fazê-lo de forma separada do modelo adotado pela gaeta(*) promoções e eventos, aliada histórica da Globo que, em 1990, baniu os concursos de misses da mídia brasileira através de uma transação secreta envolvendo a Miss Brasil 1989, Flávia Cavalcante Rebelo, e diretores da emissora carioca. O negócio (que visava a participação de Flávia na novela Meu Bem Meu Mal) foi barrado pelo SBT, que acabou perdendo sua produtora Marlene Brito e, por tabela, a representação brasileira do Miss Universo e do Miss Mundo.
Com essa negociação tripla (Band-Enter-TV Jangadeiro), fica cada vez mais enfraquecida a estrutura de poder da gaeta(*), já abalada pelo escândalo das fotos de nudez parcial da Miss Brasil(**) 2011, a gaúcha Priscila Machado, que lhe custou a representação brasileira do Miss Universo, assumida pela Band no dia 13 de setembro.

(*)gaeta é o modo como a Gaeta Promoções e Eventos deve ser sempre escrita: em minúsculas, para provar o quanto o Brasil é uma sub-Venezuela, um sub-Porto Rico, uma sub-Colômbia (tipo um Whooper Jr.) ou uma Guatemala tamanho-família (tipo esses sanduíches Whooper do Burger King, Sub do Subway, Big Bob, Big Mac e afins) em termos de concursos de misses
(**)Na teoria, a Band é dona dos direitos de transmissão do concurso Miss Brasil e de seus concursos estaduais quando, na prática, estes pertencem à Globo (que desde 1990 paga para não transmití-lo). É a mesma coisa que a emissora da famíglia Marinho fez (e ainda faz) com as séries da FOX, como Glee, Bones, Burn Notice e outras (fora as animações)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Globelezação, Nossas Venezuelas, Projetos especiais e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Por transação entre Band e TV Jangadeiro, emissora ligada à afiliada da Globo em Fortaleza deve cancelar Miss Ceará

  1. Pingback: Na Band, não existe qualquer projeto para os concursos estaduais de 2012 | TV em Análise Críticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s