Assunto da semana: Goren, Eames, Rispetto


O último suspiro da trama de Law & Order: Criminal Intent

Divulgação/USA Network

https://i0.wp.com/s1.daemonstv.com/tv/up/2011/04/LAW-ORDER-CRIMINAL-INTENT-Season-10-Cast-6.jpg
Esses aí cansaram. Já vão tarde

Sem mais material para produzir, a 10ª e última temporada de Law & Order: Criminal Intent (AXN, 2ª, 20h) é a mostra da exaustão da segunda série da extensão da franquia Lei e Ordem (de um total de cinco criadas por Dick Wolf para a NBC). Resume-se ao prato básico, ao Sunabão, ao bandejão – Vincent D’Onofrio, como o detetive Robert Goren, e Kathryn Erbe, como Alexandra Eames. Cansou.
Criada na esteira das bem-sucedidas e longevas Law & Order (cancelada em 2010 para abrigar a fracassada Lei e Ordem: Los Angeles) e Law & Order: SVU (cuja 13ª temporada acabou de começar nos Estados Unidos), Criminal Intent foi pensada mesmo antes de Goren falar qualquer coisa de Osama bin Laden, 11 de setembro, ataques terroristas e coisas correlatas. Pelo contrário: CI acompanhou perfeitamente esse contexto.
O preâmbulo do fim de Criminal Intent, Rispetto, levado ao ar no Brasil no último dia 19 de setembro, é a mostra clara de que, apesar de ter cansado, a acepção da trama ainda rende alguma coisa. “Certas pessoas são insubstituíveis…”, diz a chamada do AXN para o enterro de Law & Order: CI. E são insubstituíveis mesmo, dada a quantidade de atores que pediram para sair ou tiveram seus personagens assassinados.

Reprodução/USA Network via Globoesporte

https://i1.wp.com/globoesporte.globo.com/Esportes/foto/0,,21865770-EX,00.jpg
Na mala, Chicago 2016: a prova do desespero americano

Aí o leitor deste Notícia da TV vai se perguntar se Criminal Intent vai fazer alguma falta. Respondo: fará e não fará. Fará, porque L&O: CI se tornou espécie de Brasil Urgente do Aqui Agora da NBC, especialmente em The Glory That Was… (2009), feito para promover a fracassada candidatura de Chicago às Olimpíadas de 2016. Com ofensas gratuitas ao Brasil. Nesse ponto, não fará falta. Até domingo.

Publicação simultânea com o caderno Notícia da TV do Jornal Meio Norte que circula no domingo (23/10)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Coluna da Semana, Gerson Law & Order, Mondo cane, Séries e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s