A audiência americana da primeira segunda-feira da fall-season, 19 de setembro de 2011


Strike do Ashton Kutcher para cima da Dança com as Estrelas

Da redação TV em Análise

Divulgação/CBS

https://i2.wp.com/blog.zap2it.com/frominsidethebox/two-and-a-half-men-credit-sequence.jpg
Vazaram o vídeo dessa abertura no Youtube e não vou comentar

Expect the unexpected. E foi isso o que aconteceu, de facto, com a boda de debutante de Ashton Kutcher em Two And a Half Men, no buraco deixado pelo demitido Charlie Sheen, que torrava o saco dos outros num Roast encomendado para ele pelo Comedy Central. Não nos interessa esse ponto. O que interessa aqui é que a ABC, no cômputo geral, liderou a primeira noite da temporada 2011-2012 (média de 10,9 pontos, 16 milhões de telespectadores e share domiciliar de 16 pontos).
Hora por hora (horários da costa leste americana), esses são os números da Nielsen Media Research:

20h

ABC: Dancing With the Stars – estreia de temporada (18,4 milhões de telespectadores, 11,9/18 domiciliar)
CBS: How I Met Your Mother – estreia de temporada (11,75 milhões, 7,1/11)
FOX: Hell’s Kitchen (5,85 milhões, 3,4/5)
NBC: The Sing-Off – estreia de temporada (5,65 milhões, 3,5/5)
The CW: H8R – reprise (1,2 milhão, 0,7/1)

Líder 18-49: How I Met Your Mother (4,9)

21h

CBS: Two and a Half Men – estreia de temporada (27,8 milhões, 16,2/23)/”2 Broke Girls” – estreia (19,15 milhões, 11,4/16)
ABC: Dancing With the Stars (18,7 milhões, 12,3/18)
FOX: Hell’s Kitchen – final de temporada (5,9 milhões, 3,4/5)
NBC: The Sing-Off (4,7 milhões, 2,8/4)
The CW: Ringer – reprise (1 milhão, 0,6/1)

Líder 18-49: Two and a Half Men (10.3)

Comentário: Expect the unexpected. A troca de Sheen por Kutcher foi benéfica tanto para a CBS quanto para o público de Two And a Half Men. Esse benefício deu ao reboque de 2 Broke Girls um bom start em termos de público. Aceitável, mas veremos com o tempo.

22h

ABC: Castle – estreia de temporada (13,6 milhões, 8,7/14)
CBS: Hawaii Five-0 – estreia de temporada (12 milhões, 7,6/12)
NBC: The Playboy Club – estreia (5 milhões, 3,4/5)

Líder 18-49: Hawaii Five-0 (3,4)

Comentário: Em meio à gangorra de números entre Castle e Five-0, Playboy Club deu à NBC um começo de temporada melhor que Chase, há um ano atrás. A desastrada incursão da atriz de soap-opera Kelli Giddish como policial casca-grossa, linha dura padrão anúncio da Lâncome agora é história. Aguardar para ver como se comporta a trama de época ambientada em um desses clubes (fictício, claro) fundados às fartas por Hugh Hefner nos anos 1960. Tradução: Mad Men influenciou as duas produções épicas apresentadas pela NBC (esta) e ABC (Pan Am, domingo). Aguardar.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Ibopes da vida, Numb3rs, Reality-shows, Séries, The Star Spangled Banner e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s