TNT enrola assinantes e dá chamada do Miss Universo(*) 2011 para operadora de TV a cabo da Globo


Pagando para não exibir

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Roberto Filho/AgNews

https://i2.wp.com/ego.globo.com/Gente/foto/0,,55611418-EXH,00.jpg
Luíza Brunet e os 100 mil missólogos babacas não-assinantes da NET

https://i0.wp.com/tvbythenumbers.zap2it.com/wp-content/uploads/2011/08/Miss-Universe-2011.pngDesde a última quarta-feira (31), os assinantes da NET Serviços (operadora de TV paga ligada às Organizações Globo em sociedade com os mexicanos da Américamovil) são os únicos (que milagre!!!) a receberem em suas casas no guia de programação (NET TV) a chamada do Miss Universo(*) 2011 que o canal pago TNT insiste em sonegar de seus telespectadores. Com direito a Luíza Brunet, bandeira mexicana e todo más.
Coloque-se agora como assinante de uma outra operadora qualquer (TVA, Telefónica TV Digital, NeoTV, OiTV, apenas para citar as mais importantes) e experimente o sofrimento de varar uma madrugada assistindo à programação da TNT à espera de uma chamada que não entrou na grade a exatos 11 dias do concurso. Vá experimentar a mesma provação nos canais irmãos da TNT (Warner, CNN Internacional, CNN en Español e outros).
O redator-chefe deste Críticas conhece bem o caminho das pedras que a TNT submete seus telespectadores em época de Miss Universo(*). Não estamos falando de ontem e sim desde 2007. Não somos idiotas.
Para o gaiato ter ideia, em época de Oscar, a TNT demanda de um a dois meses para promover a premiação de cinema. Com o Miss Universo(*), um concursozinho furreca de beleza, vale o Law & Order: SVU do menor esforço: faz-se tudo em menos de 15 dias. E, no final, termina-se frustrando o assinante.
Para quem não tem NET, fica a jornada do sofrimento. E o testemunho de quem sabe bem das coisas.
Em tempo: Não é à toa que a Globo (dona da NET) vai pagar para não exibir lutas da UFC em TV aberta na calada da noite da careca do Tande, o Bruce Jenner do vôlei do Cala Boca Galvão. Mesmo telefilme que acontece nos concursos para as eleições de Miss Ceará(*), Miss Maranhão(*), Miss São Paulo(*), Miss Rio de Janeiro(*)…

(*)Na teoria, a Band é dona dos direitos de transmissão do concurso Miss Brasil e de seus concursos estaduais quando, na prática, estes pertencem à Globo (que desde 1990 paga para não transmití-lo). É a mesma coisa que a emissora da famíglia Marinho fez (e ainda faz) com as séries da FOX, como Glee, Bones, Burn Notice e outras (fora as animações)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Bruce Jenner do Cala Boca Galvão, Globelezação, Jóia da coroa, Nossas Venezuelas, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s