Assunto da semana: Começou a corrida aos Emmys do horário nobre


Um olhar aberto sobre os indicados ao Primetime Emmy 2011

Getty Images/CBS News

https://i1.wp.com/i.i.com.com/cnwk.1d/i/tim/2011/07/14/119019414_620x350.jpg
Joshua Jackson, Melissa McCarthy e John Shaffner: só sorrisos

Embora a qualidade do live-streaming fosse sofrível, há muito que se depreender do anúncio dos indicados à 63ª edição dos Emmys do horário nobre americano, feito na manhã desta quinta-feira em Los Angeles pelos atores Melissa McCarthy (indicada por sua atuação em Mike & Molly) e Joshua Jackson (Fringe). Surpresas e expectativas não faltaram nesse evento formal, como veremos nas linhas abaixo.
Como uma crítica só é insuficiente para tratarmos das categorias mais cruciais (reality de competição, programa de variedades, atuação em série de drama, atuação em série de comédia, série de drama, série de comédia e minissérie/telefilme), vamos ao que era esperado e inesperado. Esperado: Michelle Enos (The Killing, inédita no Brasil), Kathy Bates (Harry’s Law), Os Kennedys (no ar no A&E) e atores de Friday Night Lights.
Inesperada mesmo era a permanência de Mariska Hargitay (Law & Order: Special Victims Unit, Universal) em detrimento de January Jones (Mad Men). Falando na trama publicitária, Elizabeth Moss ficou com a vaga da colega na disputa de melhor atriz em série dramática. Nas comédias, seguindo os correspondentes internacionais, Laura Linney abiscoitou indicação por The Big C (Showtime, HBO).
Com a ausência já previsível de Bryan Cranston do escopo de indicados deste ano devido à estréia americana somente hoje da nova temporada de Breaking Bad (vai concorrer só ao Globo de Ouro, ao SAG e ao Emmy 2012), a disputa entre atores de drama ficou na mesma base de 2010, exceto por Timothy Olyphant e Steve Buscemi. Domingo que vem tratarei dos indicados a melhor série dramática. Até lá!

Publicação simultânea com o caderno Notícia da TV do Jornal Meio Norte que circula no domingo (17/7)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Coluna da Semana, Eventos, minisséries, Premiações, Reality-shows, Séries, Variedades e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Assunto da semana: Começou a corrida aos Emmys do horário nobre

  1. Alex disse:

    Mariska Hargitay é grande, é fantástica. Eu fico com as indicações da Academia. Eles entendem e sabem o que fazem. Espero que ela ganhe seu segundo EMMY. Ela merece. E ela ainda é linda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s