Fernando de Noronha: Recomenda-se aos jornalistas do JC procurarem emprego de roteirista na The CW


Hart of Dixie bem que poderia ser ambientada no arquipélago

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Fotos Divlugação/The CW e Getty Images

https://i0.wp.com/www.cinemablend.com/images/sections/32832/hart_of_dixie_32832.jpghttps://i0.wp.com/img.terra.com.br/i/2011/06/07/1907791-0022-atm17.jpg
Nas fotos, Rachel Bilson arranja emprego de médica em Darfur, Pernambuco

No último domingo, o Jornal do Commercio dedicou um caderno inteiro sobre Fernando de Noronha, transformada em Sudão dado o nível porco do texto. E o circo de horrores mostrado na “reporcagem”.
Comparar a administração da ilha ao regime ditatorial de Cuba é fazer com que a repórter Ciara Carvalho vá trocar seu salário porcaria no Sistema Jornal do Commercio (que controla a afiliada do SBT em Pernambuco) por um decente, de roteirista de Hart of Dixie, nova série médica da The CW americana.
Rachel Bilson (ex-OC, série já exibida na TV Jornal) é a doutora da história.
Bem que poderia prestar uma “consultoria” aos repórteres do JC.
A começar deslocando-se a doutora Zoe Hart de Nova York para Noronha ver o circo de horrores por lá instalado.
O hospital mal funciona e famílias sem-teto obrigadas a viver no Carandiru do doutor Dráuzio Varella do Chantástico(*) da Globo.
(O leitor deve notar que, na campanha presidencial de 2010, o JC usou uma competidora do American Idol, da FOX, para desmoralizar o PAC, criação do governo Lula, pernambucano, aliás).
A mesma regra se aplicaria ao editor do JC, Ivanildo Sampaio.
Esse senhor deveria trocar também seu salário porcaria pelo de redator-assistente na CW.
(É para lá que deveriam ir os dejetos de comentaristas do PIG[**] e da gaeta[***], aliada dos ruralistas da Band, parceira da Globo no futebol.
Noves fora os 489 missólogos da emissora do Morumbi).
Em anos de jornalismo, nunca se fez tamanha demonstração porca de jornalismo.
É caso de o Ministério Público Federal investigar o JC pernambucano.
Isso não é jornalismo: é samba-exaltação a criminosos de colarinho branco que administraram Pernambuco durante anos.
(Inclusive um senador namorado de misses locais).
Aqui, o passaporte que Ciara carimbou para escrever as falas de Rachel Bilson em novela do SBT sobre a “ditabranda”.
E abaixo, uma prévia da “reporcagem” do JC:

(*)Combinação da chantagem jornalística do padrão global para dar Ibope e vender jornal e revista com a estética ultrapassada e retrógada do Fantástico, capenga na audiência
(**)In none serious democracy in the world, conservative, low-quality and even sensationalistic newspapers and only one television network matter as much influence as they do in Brazil. They have become a political party, the PIG (Pro-Coup Press Party). These are their stories
(***)gaeta é o modo como a Gaeta Promoções e Eventos deve ser sempre escrita: em minúsculas, para provar o quanto o Brasil é uma sub-Venezuela, um sub-Porto Rico, uma sub-Colômbia (tipo um Whooper Jr.) ou uma Guatemala tamanho-família (tipo esses sanduíches Whooper do Burger King, Sub do Subway, Big Bob, Big Mac e afins) em termos de concursos de misses

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em American Idol da incompetência missológica brasileira, Ética jornalística, Blue Bloods, Circo de horrores, Corrupção na mídia, Elliot Stabler da direita, Força da Grana, Imprensa, Jornalismo, Mondo cane, Séries e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

9 respostas para Fernando de Noronha: Recomenda-se aos jornalistas do JC procurarem emprego de roteirista na The CW

  1. Alexandre Silva disse:

    Infelizmente morar em Fernando de Noronha não é nenhum mar de rosas, pq vc nao vem morar aki pra poder fazer uma reportagem descente no seu blog? Mas vc tem q ser um dos varios sofredores q nao podem ter o q querem pois não faz parte da bolha formada pela “nata” noronhense. Dessa forma vamos saber o q realmente é uma matéria de verdade.

    • João Lima disse:

      É? E por que vc não vai a São Paulo ver a calamidade que é a produção, feita pela TV Globo (cedida à Band), dos concursos Miss Brasil 2011 e Miss Universo 2011? Seu idiota!

      Ass.: Ruben Studdard
      Fantasia Barrino
      Jordin Sparks
      Lauren Alaina
      Adoniran Barbosa
      E os Demônios da Garoa (proibidos de aparecer na Rede Record por razões óbvias)

      • natália disse:

        HAHAHAHA, João vc é muito engraçado… a polêmica fala sobre a calamidade que estamos vivenciando e vc me vem com bochechas cheias de blush e bumbuns empinados?! (TRECHO CENSURADO POR CONTER OFENSAS À REDAÇÃO DO CRÍTICAS E AOS TREINADORES DO THE VOICE, CUJA FINAL ACONTECE HOJE E A GLOBO TENTA ESCONDER A DIA FRAMPTON E O BLAKE SHELTON DE VOCÊ, LEITOR)

    • João Lima disse:

      Falando em sofredores, desde 2003 a Band sofre para manter os direitos do concurso Miss Brasil(*). Em 2008, perdeu R$ 54 milhões com a não-classificação da Natália Anderle no Miss Universo (descontando o que a emissora já perdeu com a ida das Olimpíadas para a Rede Record). Em 2009, o rombo com a não-classificação da Larissa Costa foi de R$ 49 milhões (rombo esse atenuado com a parceria suspeita com a Globo no futebol). E, em 2010, só para v.sa. ter uma ideia, a Band PERDEU R$ 96 milhões com a eliminação da Débora Lyra no Miss Universo e a derrota do José Serra (PSDB) à Presidência da República.
      Mais grave: em 1º de janeiro de 2011, quando a Band já tinha o contrato da Miss Universe Organization nas mãos para “organizar” essa porcaria de concurso Miss Universo junto com a Globo, tuiteiros de direita incitaram na Internet o assassinato da presidenta empossada Dilma Rousseff. Vá perguntar para o idiota do Gaylor Lautner para vc ver! Vá perguntar para a Mayara Petruso e para a Maria Melillo, dois vermes da elite direitista que destrói São Paulo há 17 anos! Vá para o Capão Redondo (bairro campeão de assassinatos na capital paulista) ver o que é uma reportagem de verdade, sem o filtro ideológico dos canalhas globelezados da Galisteu e do PSDB!

      Ass.: Randy Jackson
      Steven Tyler
      Jennifer Lopez
      Blake Shelton
      Christina Aguilera
      Cee-Lo Green
      Carson Daly
      Ryan Seacrest
      (Note que o Adam Levine do Maroon 5 retirou sua assinatura por pressão da Globo)
      Sela Ward
      Gary Sinise
      David Caruso
      Marg Helgenberger
      E o resto dos detetives da franquia
      CSI

      (*)Na teoria, a Band é dona dos direitos de transmissão do concurso Miss Brasil e de seus concursos estaduais quando, na prática, estes pertencem à Globo (que desde 1990 paga para não transmití-lo). É a mesma coisa que a emissora da famíglia Marinho fez (e ainda faz) com as séries da FOX, como Glee, Bones, Burn Notice e outras (fora as animações)

  2. natália disse:

    O circo de horrores mostrado na “reporcagem” é a realiade de muitas pessoas que encontram-se ilhadas em Noronha.

    • João Lima disse:

      Circo de horrores é o que o JC escondeu da podridão das privatizações do Sistema Telebrás, da Usiminas e da Vale do Rio Doce, feitas nos governos Itamar Franco-FHC, sob as asas do monopólio da Globo, que mostrava Noronha como “uma maravilha” em matéria do esporte espetacular com o Chico José, em concurso de miss do SBT (antes da reunião secreta dos filhos do Roberto Marinho – eles não tem nome próprio – com a Marlene Brito) e em minisserie da Globo que o canal Viva não poderá reprisar – nota do Daniel Castro (trecho abaixo):

      “O canal Viva teve de rever a decisão de exibir várias novelas e minisséries antigas da Globo. Algumas dessas produções já estavam programadas para ir ao ar, mas as transmissões foram canceladas porque o canal não detém integralmente os direitos autorais das obras.
      (…)
      A última desistência do Viva foi Riacho Doce (1992). Também de Aguinaldo Silva e baseada no romance homônimo de José Lins do Rego, a minissérie estava confirmada para o lugar de A, E, I, O… Urca (1990), mas teve sua exibição cancelada, pelos mesmos problemas das obras de Jorge Amado”.

      PELA TRANSPARÊNCIA TOTAL E NÃO À TRANSPARÊNCIA SELETIVA DOS ÓRGÃOS DE IMPRENSA!

  3. Alexandre Silva disse:

    Concordo que a midia nao deve seletizar materias a o que mais lhe convem, porem pra os moradores de Noronha o q faltava era uma voz q fosse ouvida fora de PE e comentada ao menos por vc. Respeito suas ideias mas o JC fez uma grande ajuda aos que nao podem falar o q pensam na Ilha.

    • Camila disse:

      Atrevo-me a dizer que merece uma segunda reportagem para falar sobre o valor dos combustíveis (R$ 3,90, um litro de gasolina e R$ 2,95 o de diesel).
      Desviei meu foco de turista em férias e procurei conversar com os noronhenses e realmente viver e sobreviver na ilha é, além de caro, desumano e indigno. Nós, turistas, somos inclusive advertidos pelas empresas de turismo sobre o risco de quedas e fraturas, já que lá só “dão pontos, mais nada”. Não existe paraíso na terra, o que existe é gente ruim, interessada em dinheiro e favorecimento pessoal. Abraços!Camila.

    • Alexandre Silva disse:

      Kd a primeira parte do meu segundo post? Assim é muito bom deixar transparecer apenas o q vcs querem, prezam uma coisa e fazem outra. Vergonha. Estou muito decepcionado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s