Contém spoliers: John Rich vence o Celebrity Apprentice. Mas, ele poderá apresentar o Miss Universo 2011?


Temos as nossas dúvidas…

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Divulgação/NBC

https://i2.wp.com/blog.chron.com/tubular/files/2011/05/NUP_143145_0630.jpg
Contratado, contratante e demitida, da esquerda para a direita

Lá atrás, em postagem de 20 de janeiro, este Críticas já mostrava que o cantor country John Rich, vencedor da quarta temporada do The Celebrity Apprentice encerrada ontem na NBC americana, não tem exeperiência alguma para apresentar o concurso Miss Universo 2011. E temos razões de sobra para favorecer Lisa Rinna, Hope Dworaczyk, Dionne Warwick, Star Jones, Mark McGrath e Carson Daly (do The Voice, cuja produção nacional a Globo negocia com a empresa de John De Mol – não é mais a Endemol, vendida há tempos aos espanhois da Telefónica, dona da Telesp) no escrutínio para Donald Trump decidir quem vai comandar a final do certame, no dia 12 de setembro, em São Paulo. Aos fatos: Rich, 37, é relativamente conhecido dos fãs da Taylor Swift (tem seu nome nos créditos de uma das canções – The Way I Loved You – do álbum Fearless, lançado aqui em 2009). E, aparentemente, só.
Mesma preocupação se estende à segunda colocada, a atriz oscarizada Marlee Matlin (Os Filhos do Silêncio), a quem caberia fazer a interpretação da transmissão oficial para surdos e mudos na linguagem norte-americana de sinais (ASL). Isso apesar do closed-caption, obrigatório por lá. Não passaria de mera figurante em meio a piadas curtas, anúncio de semi-finalistas e entrevistas apresentadas por Rinna e Daly, por exemplo. Criaria-se uma situação de embaraço ao telespectador norte-americano (e, também, ao público internacional).
Hmmm???
Convenhamos: não adianta pensar em colocar Marlee Matlin no palco do Credicard Hall para fazer gestos que, ao telespectador mais desinformado e assíduo de baixarias como Chantástico(*), jornal nacional, Se Liga Bocão, Mais (Sangue pra) Você, et allia soariam como obscenidades para um canal de TV sob concessão no Brasil – a Band, no caso. Soaria como uma agressão ao bom senso e à toda forma de semancol existente na face da Terra. A começar do (bom) jornalismo independente que este Críticas pratica. Seria uma ofensa gratuita ante patrocinadores no júri e torcidas nacionais ansiosas e afoitas. Pura falta de respeito.
Passando adiante: dos demitidos no curso da temporada do Celebrity Apprentice, Gary Busey até que seria uma boa alternativa para comandar o Miss Universo com a Lisa Rinna. Dentes de Busey à parte, outra opção seria Hope Dworaczyk (já apontada aqui para providenciar seu passaporte e correr para o consulado brasileiro para tratar de visto, entre outras burocracias). Meat Loaf, dada a sua boca suja e as baixarias, não. Seria altamente desaconselhável. Nesse propósito seria altamente desaconselhável convidar LaToya Jackson, Star Jones e NeNe Leakes (do Real Housewives of Atlanta) para o mesmo palco. Pensando bem…
Dentre os nomes que passaram por este Aprendiz: Celebridades, um não deve ser levado em conta de maneira alguma: Niki Taylor, modelo que foi jurada do Miss Universo 2010, está grávida e por isso não poderá viajar na época do certame. Adiante: da laia de ex-aprendizes celebridades desta temporada, Lil Jon, Jose Canseco e David Cassidy tem chances mais prováveis de ir para o júri do que de apresentar um especial televisivo de duas horas. Com tantos processos e condenações nas costas, outro nome a ser rifado da lista de viagem para Sampa é do vencedor de Survivor: Borneo, Richard Hatch. Tem problemas com o Imposto de Renda e isso não ajuda em nada. Ficha suja.

http://www.nbc.com/assets/video/5-0/swf/DirectWidget.swf?CXNID=1000004.10045NXC&widID=4727a250e66f9723&configXML=http://www.nbc.com/service/videowidget/params/dmlkZW9faWQ9MTMyNzUwMQ==/

Vamos aos comerciais: após o anúncio de Rich como o novo Aprendiz, a NBC soltou uma chamada (vídeo acima) de The Playboy Club, drama épico a ser protagonizado por Eddie Cibrian. Cá entre nós. Isso seria sinal de que Cibrian estaria tomando o posto de Daly para o Miss Universo 2011? Aparentemente não. Para os próximos dias, press-release deve levantar os nomes dos apresentadores do concurso Miss USA 2011. A partir daí, teremos uma noção mínima de se a coisa pega. Ou não para quem foi escolhido por Trump para ir a Las Vegas comandar a disputa nacional.

(*)Combinação da chantagem jornalística do padrão global para dar Ibope e vender jornal e revista com a estética ultrapassada e retrógada do Fantástico, capenga na audiência

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Canta USA, Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s