Para ilustrar bem o descalabro do Miss Minas Gerais ontem à noite, uma foto histórica


Luiz Mourier/Jornal do Brasil/Reprodução Conversa Afiada

https://i2.wp.com/www.conversaafiada.com.br/wp-content/uploads/2011/03/racismo_tv1.jpg
Grajaú-Jacarepaguá em 1982, o presidio de Lagoa Santa, o barril de pólvora de Vespasiano, o riso de escárnio do goleiro Bruno, a mídia de sustentação de José Serra e Aécio Neves, a explosão da Challenger, o escândalo da parabólica do Ricúpero, o fim das soap-operas americanas, a fraude racista que levou à eleição de Izabela Drum(m)ond como Miss Minas Gerais e a eliminação da Haley Reinhart da final do American Idol em 2011

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Corrupção nos concursos de beleza, Mondo cane, Nossas Venezuelas, Realidade brasileira, Robert Goren do Datena do Brasil Urgente, Vasto mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s