Band começa temporada de misses com baixa audiência


Eleição da Miss Minas Gerais, na noite deste sábado (21), obteve apenas 2 pontos de média na Grande SP

Da redação TV em Análise

Henrique Falci/Band/Divulgação


Adriane Galisteu anuncia vitória de Izabela Drumond como miss Minas Gerais: Ibope fraco até em Belo Horizonte

Mau começo para a Rede Bandeirantes em sua jornada de transmissões com vistas ao Miss Universo 2011. Fora a suspeita de racismo e de fraude, a transmissão do concurso Miss Minas Gerais 2011 rendeu à emissora uma de suas piores audiências de todos os tempos nesse tipo de evento: entre 22h15 e 0h12, o certame teve apenas 2 pontos de média (2,6 de pico), ante 15,3 da TV Globo (que exibiu Zorra Total e Supercine), 7,3 da Rede Record (que exibiu o humorístico Legendários), 6,3 do SBT (que levou ao ar a série americana Supernatural e Cine Belas Artes) e 3 da Rede TV! (que exibiu Mega-Senha e UFC Sem Limites).
Em comparação com a transmissão do Miss Brasil 2010, a última com dados disponibilizados, a Band perdeu praticamente a audiência inteira de uma novela mexicana da CNT, como Marimar, por exemplo. Caiu dos 3,5 de média em 8 de maio de 2010 para a média de ontem à noite.
Pelo planejamento da Band ainda estão previstas as transmissões de mais dois concursos estaduais para 2011: Miss São Paulo (4 de junho) e Miss Rio de Janeiro (18 de junho). A eleição da Miss Brasil 2011 acontece em 23 de julho. A vencedora participará do Miss Universo 2011 em 12 de setembro. Ambos os eventos, também transmitidos pela emissora, acontecerão em São Paulo.
Cada ponto equivale a 58 mil telespectadores na Grande São Paulo.
Nem mesmo em Belo Horizonte, onde o certame aconteceu, a Band conseguiu se livrar da vergonha na medição do Ibope. A transmissão do Miss Minas Gerais, gerada pela Band Minas, tinha 2,1 pontos às 23h35 (empatada com luta da UFC na Rede TV!) ante 14,5 da Globo Minas, 4,6 da TV Alterosa (afiliada do SBT) e 3,5 da Record Minas.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Nossas Venezuelas, Numb3rs, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Band começa temporada de misses com baixa audiência

  1. Júlia ribeiro disse:

    Acho estranho como as pessoas ainda insistem em continuar vendo a globo. O exemplo citado acima é o programa zorra total, não tem a menor graça, é sem conteúdo. Enfim, não acrescenta em nada! Quanto ao Miss Minas Gerais, realmente não gostei do resultado. Na minha opinião a mais bonita era a Miss Ipatinga. Todas estas garotas que participam destes concursos sabem que podem perder ou por injustiça ou por fraude, é um risco que elas correm! Porém, não vi nenhum tipo de racismo no concurso. Abraços

    • João Lima disse:

      Infelizmente, não é o que os fatos apresentados pelo Críticas mostram: ao contrário do que vc disse, Júlia, houve sim apartheid bem claro da Globo em conluio com a Band (cessora dos direitos de transmissão junto com a gaeta[*] promoçõe$ e evento$ e promotora do concurso, respectivamente), o PSDB, o DEM, a Abert, a ANJ (Associação Nacional de Jornais), a UDR (União Democrática Ruralista), a CNA (Confederação Nacional da Agricultura), a Université Sorbonne, a Universidade de Harvard, o Instituto Millenium, o iFHC (Instituto Fernando Henrique Cardoso), o PPS, o Partido Verde do Fernando Gabeira, a Assermbleia Legislativa de Minas Gerais, a Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (via Luizinho Drummond), o Supremo Tribunal Federal (via ministro Gilmar Dantas Mendes), o Palácio da Liberdade (governador Antônio Anastasia), o senador Aécio Neves e o deputado federal Eduardo Azeredo (que quer implantar a Internet chinesa no Brasil na marra) para impedir que uma afro-descendente (vinda de uma das cidades de criminalidade e taxa de homicídios mais alta de Minas Gerais – serve tanto para Vespasiano quanto para Lagoa Santa, que tem presídio que já teve diretor assassinado em plena ebulição do caso do ex-goleiro Bruno Fernandes, do Flamengo, em junho de 2010, mês de plena Copa do Mundo FIFA) vencesse o concurso de Miss Minas Gerais 2011. E, em lugar da elite branca-separatista de Izabela Drumond, chegasse com toda a força necessária para disputar o título de Miss Brasil 2011. Mais adiante, traremos a avaliação parcial que vai botar a nova Miss MG em patamarem bem abaixo de se qualifiicar entre as semi-finalistas do Miss Universo (caso vença o Miss Brasil 2011).

      Ass.: Chef Jamie Oliver
      Chef Curtis Stone
      Chef Gordon Ramsay
      Bocão da TV Itapoan da Bahia
      Abby Sciuto do
      NCIS da Band e do canal pago AXN
      Scotty McCrerry
      Alexandre Maury Povich Garcia
      Ana Maria Mariska Hargitay Braga
      Sônia Kathryn Erbe Abrão
      Paula Abdul
      Dicró
      Gilles Marini
      Martinho da Vila
      Sally Field
      Calista Flockhart
      Nathan Fillion
      E o resto dos atores desempregados com o cancelamento da série
      Brothers & Sisters e da novela One Life to Live

      (A pedido do papa Bento XVI, um minuto de silêncio pelos desempregados das soap-operas americanas)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s