Começo de semana: a gaeta(*) tenta fabricar a inflação e quer o fracasso do Miss Universo 2011 no Brasil


Band quer usar Michelly Bohnen e concurso de Miss Minas Gerais para colocar altas doses letais de etanol na fogueira da raiva globelezada contra o povo piauiense, enraizada em parte de sua imprensa

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Frederico Rozário/TV Globo/Divulgação/19.01.2010

https://i0.wp.com/f.i.uol.com.br/folha/ilustrada/images/1001769.jpeg
Na foto, Joseane, a prova de que o Miss Brasil(****) da Band é um produto da Globo

Não me surpreende em nada a tentativa da Globo, da Band e do Grupo Folha(**) em fabricar reporcagens e estatísticas falsas para desmoralizar a economia do Brasil, país que sediará entre meados de agosto e começo de setembro a 60ª edição do concurso de Miss Universo.
O artigo abaixo, de Paulo Henrique Amorim, resume o que este blog pensa:

O Globo e a Folha(**) produzem manchetes piromaniacas para fabricar inflação:
Estourou a meta!
Instala-se o caos!
Chama o André e o Pérsio Árida!
Só o FHC será capaz de nos salvar !
O jogo do PIG(***) é triplo:

1) Fabricar inflação ao jogar com as expectativas.
Na esperança de ainda ter poder político para influenciar os que fazem preço;
2) Aumentar os juros e estancar o progresso;
3) Desestabilizar (e derrubar) este e todo Governo trabalhista: Vargas, Jango, Brizola, Lula e a Presidenta.

Os preços subiram agora por causa do etanol e gasolina – e isso vai cair.
Subiram também por causa do “processo civilizatório” a que se referiu o Delfim, quando previu que a inflação nao vai explodir.
“Processo civilizatório” é o povão com grana no bolso.
Mantega disse que o pior já passou.
Tombini, idem.
A newsletter do Bradesco analisou as contas publicas e concluiu que a Dilma cumpre o que prometeu: conter os gastos de custeio.
O Nunca Dantes – que o PIG(***) não conseguiu derrubar – já disse que isso não passa de terrorismo.
Não adianta.
A urubóloga foi desta vez – e sempre será – a primeira a jogar etanol na fogueira.
Mês que vem isso passa.
Com os novos números do IBGE.
Depois, a crise será outra, terminal: vai faltar bola para a Copa do Mundo!”.

Ou seja, o que a Band quer com o concurso de Miss Minas Gerais, no próximo dia 21, é aumentar ainda mais a dosagem de álcool para queimar os regulamentos do Miss Brasil(****) e do Miss Universo.
Para facilitar que a sucessora da Débora Lyra compita no concurso nacional, participe do BBB 12 e mostre a sua vagina na revista Playboy, como fez a pernambucana Michelle Fernandes da Costa, em março de 2009, a poucos dias de passar a faixa à sua sucessora.
A Band e a gaeta(*) querem, isso sim, o fracasso do Brasil no Miss Universo 2011.
A Rede Globo também, assim como o PSDB, o DEM, o PSD do Kassab, a atriz Mariska Hargitay, William Bonner-Simpson, Miley Cyrus, Datena, Tiago Leifert, Luís Roberto, Alexandre “Careca do Globo Esporte” Escobar, Tadeu Schmidt, craque Neto, Edmundo Animal, Adriano Imperador, Kyra Sedgwick, Carlos Nascimento, Cynthia Benini, Rachel Sherazade, duquesa Wallis-Simpson, Elio Gaspari, mulatólogo Ancelmo Gois, Ice-T, o Bola do Pânico na TV, o promotor Francisco Cembranelli, a Sonia Abrão, a MariMoon, o Bento Ribeiro, a Dani Calabresa, a Mayara Petruso…

(*)gaeta é o modo como a Gaeta Promoções e Eventos deve ser sempre escrita: em minúsculas, para provar o quanto o Brasil é uma sub-Venezuela, um sub-Porto Rico, uma sub-Colômbia (tipo um Whooper Jr.) ou uma Guatemala tamanho-família (tipo esses sanduíches Whooper do Burger King, Sub do Subway, Big Bob, Big Mac e afins) em termos de concursos de misses
(**)Folha é o jornal que não se deve deixar a sua tataravó ler porque publica palavrões e mostra sem censura os seios, os pêlos pubianos, a vagina e a bunda da miss Pernambuco 2008, Michelle Fernandes da Costa, em revista masculina publicada a poucos dias de passar a faixa à sua sucessora, em março de 2009. Além disso, Folha é aquele jornal que entrevista o então governador da Paraíba Cássio Cunha Lima DEPOIS de cassado e pergunta o que ele achou do processo no TSE, da ditabranda, do câncer de Fidel, da ficha falsa da Dilma, das mulheres-fruta, das ancas da cantora Jôsy, do ódio a piauienses encampado pelo Rafinha do Emocore, da Carla Perez lecionando “i” de iscola, da Rayanne Morais “eleita” Miss Brasil 2009 pelo site EGO, ligado à Globo (sócia da mesma Folha no jornal de negócios Valor Econômico), que vestiu FHC com o manto de “bom caráter”, porque levou dezoito anos para reconhecer um filho seu fora do casamento (com uma jornalista empregada da Globo), que mandou a Diane Sawyer da Globo News avacalhar o cantor itainopolense Frank Aguiar por causa de um filme e de uma entrevista sórdida com uma aspirante a aspirante a aspirante de celebridade paulista a uma aprendiz de Oprah do Primetime da Rede TV!, que publicou texto sórdido de um professor de comunicação da USP sobre o Miss Universo 2007, que ainda fala mal do Saulo Roston (vencedor do Ídolos 2009), que matou o senador paulista Romeu Tuma e depois o ressucitou, mandou a Mariska Hargitay falar mal do Piauí e a Tamara Tunie, o Ice-T e o Christopher Meloni bancarem o Sérgio Ricardo quebrando o violão no Festival da Record de 1967 em Law & Order: Special Victims Unit, deixou o elenco de Law & Order: Criminal Intent e o Robin Williams avacalharem o Brasil em seriado da USA Network e programa de entrevista da CBS, é o que é porque o dono é o que é e que, quando a mineira Elaine Parreira Guimarães ficou em quinto lugar no Miss Universo 1971, emprestava os carros de reportagem aos torturadores.
(***)In none serious democracy in the world, conservative, low-quality and even sensationalistic newspapers and only one television network matter as much influence as they do in Brazil. They have become a political party, the PIG (Pro-Coup Press Party). These are their stories
(****)Na teoria, a Band é dona dos direitos de transmissão do concurso Miss Brasil e de seus concursos estaduais quando, na prática, estes pertencem à Globo (que desde 1990 paga para não transmití-lo). É a mesma coisa que a emissora da famíglia Marinho fez (e ainda faz) com as séries da FOX, como Glee, Bones, Burn Notice e outras (fora as animações)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Globelezação, Imperialsmo midiático, Imprensa monopolista, Jóia da coroa, Mondo cane, NCIS: Divinópolis, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s