Começo de semana: as primeiras contas preliminares para o Miss Universo 2011


O que interessa à Band não é promover o concurso de beleza e sim contratar uma panicat

Divulgação/Playboy

https://i1.wp.com/img2.virgula.uol.com.br/2011/04/05/240750-630x495.jpg
A bunda da Babi Rossi para justificar o texto

Com 36 candidatas eleitas até o momento, já dá para se desenhar um quadro básico sobre o número de candidatas ao título de Miss Universo 2011. Palpite de pescador de São Miguel dos Milagres (AL): não vai chegar na casa das 80 candidatas.
É o que atesta levantamento exclusivo do Críticas tomando como base a quantidade de candidatas já eleitas com a de concursos nacionais com datas já confirmadas. Para se ter uma ideia, 28 certames (não inclui o Brasil) estão com suas datas devidamente fechadas (essa conta inclui Estados Unidos, Austrália, Grã Bretanha, Suécia e até mesmo países que retornam à disputa como o Chile, ausente desde o Miss Universo 2006).
Com essa conta, o número de candidatas da 60ª edição do Miss Universo, marcado para 12 de setembro em São Paulo, será o menor desde 2003 (se forem levados em conta os dados de hoje): 64 no total. Mas ainda há seis datas pendentes (Paraguai, Argentina, Estônia, Brasil, Itália e Japão, cujo certame teve de ser adiado devido à tsunami seguida de terremoto que abalou o nordeste do país no dia 11 de março).
Tabulação feita, essa conta chega a 70 candidatas. Ainda assim, é um número inferior ao Miss Universo 2003, que teve 72 candidatas inscritas, mas devido à doença da candidata da Islândia, a final televisionada, realizada na Cidade do Panamá, no dia 3 de junho, acabou contando com 71.
Isso para não levar em conta Alemanha, Holanda, Dinamarca, Chipre, Grécia, Irlanda, Noruega, Eslovênia, Montenegro, Santa Lúcia e Turks e Caicos, que devem puxar a conta, mais tarde, para 81 candidatas (duas a menos em relação às edições de 2009 e 2010, que contaram com 83 candidatas cada uma). Nada além disso.
***
Se for considerada a década cheia (2002 a 2011), o número apresentado nesta postagem será menor inclusive que o de candidatas que concorreram na controversa edição do Miss Universo vencida em 2002 pela russa Oxana Fedorova, com a coroa posta para fora de sua cabeça por ordem da organização. Naquele ano, 75 candidatas disputaram o titulo. Uma conta assustadora e tanto.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Numb3rs, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s