O que interessa à Globo e suas afiliadas não é o concurso de Miss Brasil(*) e sim bajulá-lo para botar candidata estadual pelada na Playboy do Civita


Rede Gazeta quer vender ao coordenador do concurso Miss Espírito Santo um embrulho de peixe fedido. Tal qual a linha editorial de O Globo

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise
Vincent D’Onofrio
No papel de Robert Goren de
Law & Order: Criminal Intent, editor-senior de assuntos de gloeBBBelezação do Críticas
Katryn Erbe
Atriz e nas horas vagas editora-contribuinte de assuntos de golpismo midiático do Críticas e da franquia
Law & Order
Com a colaboração técnica do Provocador Marco Antônio Araujo
Do R7

Reprodução/Miss Brasil Oficial


Na foto, o irmão bastardo do cantor Clay Aiken

O editor deste Críticas tomou a liberdade de reproduzir a página acima, extraída pela gaeta(**) de um pasquim sensacionalista de afiliada da Rede Globo nominado A Gazeta, do Espírito Santo.
(Como até o reino mineral de Michael C. Hall sabe, o que interessa à Rede Gazeta de Comunicação, tal qual sua alma mater dos filhos do Roberto Marinho – eles não tem nome próprio – não é o concurso de Miss Brasil, tampouco de Miss Espírito Santo. E sim botar a miss estadual reinante no Big Brother da Julie Chen[***] do Pedro Bial da CBS norte-americana, para depois mostrar os seios, a vagina e a bunda em revista masculina editada pelo Grupo Abril, que tem como sócia a sul-africana Naspers, que apoiou o regime de apartheid que manteve Nelson Mandela na cadeia por 27 anos).
A Rede Gazeta (do Espírito Santo) é a controladora do jornal A Gazeta. E, assim como O Globo, A Gazeta sataniza todos os governos democráticos de esquerda, o Clay Aiken, a Gyselle Soares, a Crystal Bowersox e o Tiririca.
(Interessante notar que o Espírito Santo é governado por um socialista – Renato Casagrande, do PSB, sistematicamente satanizado pela Ana Mariska Hargitay Braga da Regina Duarte do Law & Order: SVU do Mais [Sangue pra] Você, e reeleito com uma massacrante votação de 82,30% dos votos válidos. Tal qual o café com chocolate Starbucks que o Seattle Seahawks metera para cima do New Orleans Saints do coitado do Reggie Bush no fatídico 6 de janeiro, bem na hora do Tititi da Gazeta/Globo capixaba.
Moral da história: Luiz Paulo Vellozo Lucas é o Regie Bush tucano-gloeBBBelezado do mass-media capixaba. É minoria com complexo de maioria regada a jornalismo psicótico digno de clipe imbecilizante-fascista do Fantástico Show de Horror do Marilyn Manson. The Beautiful People, de 1996, a conferir):

O que interessa à Globo de Vitória não é assumir os direitos de promoção do concurso Miss Espírito Santo e sim bajular o cabeleireiro Wildson Pina para frequentar as páginas de seu embrulho de peixe. Note, caro leitor, como determinado blogueiro do R7 se referiu ao papel jornal impresso pela turma da Irineu Marinho, 35, no centro do Rio:

O Globo fede

A Dilma não vai contar com meu voto. Talvez nem precise dele. Mas ela pode dispor da minha solidariedade contra as grosserias dessa oposição que embrulha peixe.
E literalmente fede, como a primeira página de O Globo desta terça-feira, 30 de março de 2010. Vejam a reprodução:

Reprodução

Dilma em O Globo
Na foto, a linha editorial do jornal capixaba A Gazeta

A foto carrega uma ofensa gratuita. É brincadeira de mau gosto, sem graça nenhuma. Um estilo jornalístico que já conhecemos bem. Fez história neste país.
Percebam como o fotógrafo (ou o editor) enquadrou a foto de forma que a placa atrás da dona Dilma fosse cortada. De propósito, a palavra “federal” ficou sem a última sílaba. E o “fede” se tornou uma legenda para a candidata do Lula. A Dilma fede? Que gente mais mal-educada!
O jornal se desincompatibilizou, afinal. Entrou em campanha. O palanque está montado. É apenas o começo. De uma história que virá em capítulos diários, como eles bem sabem fazer. Essa novela já tem a vilã.
E o herói vai ser construído aos poucos. O biótipo não ajuda, não tem pinta (nem cabeleira) de galã. Mas ele vai sair bem na foto. Nada que um bom enquadramento não resolva.
E eles são bons nisso. Bem melhores do que dessa vez. Coisa de amador isso aí. Não estou desmerecendo, nem pensar. Eles devem estar apenas calibrando as lentes, ajustando o foco.
Em breve, o clique da máquina vai se confundir com o barulho de um gatilho.
Preparar. Apontar. Fogo”.

Fotos Wilson Dias/ABr


Palhaço Tiririca, o deputado federal mais odiado pela imprensa sulista-separatista-monopolista

(*)Na teoria, a Band é dona dos direitos de transmissão do concurso Miss Brasil quando, na prática, estes pertencem à Globo (que desde 1990 paga para não transmití-lo). É a mesma coisa que a emissora da famíglia Marinho faz com as séries da FOX, como Glee, Lie to Me e outras (fora as animações)
(**)gaeta é o modo como a Gaeta Promoções e Eventos deve ser sempre escrita: em minúsculas, para provar o quanto o Brasil é uma sub-Venezuela, um sub-Porto Rico, uma sub-Colômbia (tipo um Whooper Jr.) ou uma Guatemala tamanho-família (tipo esses sanduíches Whooper do Burger King, Sub do Subway, Big Bob, Big Mac e afins) em termos de concursos de misses
(***)Em 2006, Pedro Bial estava no interior do Maranhão fazendo reportagens para o jn quando Geraldo Alckmin se valeu da presença do apresentador do BB na região para gravar externas para seu programa partidário. No fundo, Bial estava fazendo, digamos, “panfletagem” político-partidária travestida de matéria jornalística. Queria, com isso, mostrar que o Maranhão é o Haiti missológico brasileiro (Atirou no próprio pé: hoje, o concurso de Miss Maranhão-Universo é patrocinado pela Rede Mirante, afiliada da famíglia Marinho no Estado)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em American Idol da incompetência missológica brasileira, Circo de horrores, Música, Nossas Venezuelas, Projetos especiais, Reality-shows, Todas as Venezuelas do mundo. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para O que interessa à Globo e suas afiliadas não é o concurso de Miss Brasil(*) e sim bajulá-lo para botar candidata estadual pelada na Playboy do Civita

  1. Roberia disse:

    Ham?
    Entendi nada.
    Afinal, quem vai posar nua e participar do BBB?
    A Miss ES 2010 Franciene Pavesi?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s