Participação de poder público no concurso Miss Universo 2011 deverá se limitar à segurança de candidatas e cessão de espaços para a realização dos eventos do certame


Com 100% das estruturas prontas e aptas a receber a programação da 60ª edição do concurso Miss Universo, a cidade de São Paulo começa a preparar suas principais dependências esportivas e artísticas para a vistoria que os representantes da Miss Universe Organization deverão fazer no início de março, com vistas à definição da sede da final televisionada. Com grandes chances de receber a gala da beleza, o Ginásio do Ibirapuera e a Arena Skol Anhembi deverão abrir suas portas para os fiscais da MUO checarem detalhes como acomodações de público, acústica e disposição dos equipamentos de cenografia e de transmissão, a serem utilizados conjuntamente pela Rede Bandeirantes e pela NBC.
A transmissão do Miss Universo 2011, marcada para 12 de setembro, deverá receber um aporte pequeno de turistas se comparado a outros eventos já tradicionais da capital paulista, como o Carnaval, a Parada do Orgulho GLBTTT, o Grande Prêmio de Fórmula 1 e a São Paulo Fashion Week, por exemplo. Em outros países, como o Vietnã, houve incremento no número de turistas após a realização do Miss Universo no respectivo país-sede. Desistente do certame em 2009 e 2010, a Croácia perdeu uma excelente vitrine para divulgar seus atrativos turísticos – coisa que o Brasil fará agora.
Retirando-se as sedes americanas, as edições do Miss Universo realizadas a partir de 1972 trouxeram ganhos ao turismo dos países que o receberam, mas também geraram reclamações quanto ao uso da máquina pública para a sua organização. Em Atenas, por exemplo, a Junta Militar que governava a Grécia seria expulsa do poder após um levante popular. Mesma convulsão social se verificou no Equador, quando Lúcio Guterrez foi apeado da presidência em fins de 2004 por um golpe militar. São incômodos como esses que a organização brasileira do Miss Universo 2011 tenta evitar ou, ao menos, minimizar.
Limitada ao essencial, a participação do Estado na estrutura do concurso Miss Universo 2011 deve ficar concentrada na segurança máxima a ser proporcionada às candidatas nos deslocamentos dentro de São Paulo (GATE, Polícias Militar e Civil) e para fora do Estado (Força Nacional de Segurança, Polícia Federal e Exército, onde necessário) e na liberação dos espaços controlados pelo poder público como teatros, ginásios, arenas e outras dependências que venham a abrigar as dezenas de eventos programados para contar com a participação das candidatas. Num deslocamento de um grupo de 83, 84 candidatas para assistir à Festa do Peão de Rodeio de Barretos, por exemplo, teriam que ser empregados 4.500 homens do GATE, da Força Nacional e até mesmo de agentes do FBI americano infiltrados entre transeuntes e turistas do Parque do Peão. Segurança máxima armada até os dentes para combater as “mãos bobas”.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Eventos, Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s