Um jejum para a gaeta(*) quebrar: os Giants de San Francisco passaram 56 anos na fila. O Brasil está há 43 sem levar coroa de Miss Universo


Bryan Snyder/Reuters

REUTERS/Brian Snyder
Cadê o grito da galera?!

A gaeta(*) promoçõe$ e evento$, firma (ir)responsável pelo concurso (?) Miss Brasil não aprende mesmo. Ontem, na final da World Series do beisebol americano, os San Francisco Giants deram uma verdadeira aula de história ao derrubarem uma seca de 56 anos sem vitórias na Major League Baseball (MLB), a liga profissional da modalidade no país.
(Isso, apesar da presença maciça de venezuelanos e dominicanos nos quadros das principais equipes da bola com bastão).
Como Deus, Robert Goren e et caterva já sabem, a Venezuela e a República Dominicana são países fanáticos por misses. Nós, nem tanto assim. Nem nos pés da Lia Khey.
Na entrevista que deu no pós-jogo (cá retransmitida pela ESPN), o colombiano Edgard Renteria, dos Giants, foi a mostra do entusiasmo de seu país tanto por concursos de beleza quanto por beisebol. Jorrou espanhol puro de sua boca. Comovente.
O triunfo desta madrugada acendeu uma luz para os Giants, redimidos de derrotas em 1962, 1989 e 2002. A gaeta(*) ainda tem a derrota de 2007 para Riyo Mori entalada na garganta. Tem nela o seu principal veneno para a destruição da indústria missológica nacional.
Edgard Renteria conhece o Brasil como ninguém. Tanto é que este país, desde 1968, só sabe o que é tomar ferro nas disputas de Miss Universo e Miss Beleza Internacional e desde 1971, na de Miss Mundo.
A Colômbia dos quadris rebolantes de Shakira e da palavra de Garcia Marquez agradece, penhorada, às nossas demonstrações de incompetência e irresponsabilidade na passarela: como diria Tyra Banks, temos as melhores e mais interessantes super-modelos do mundo. Mas em contrapartida, temos as misses mais medíocres e mal preparadas. Isso a titular do America’s Next Top Model precisa ter na carteira.
Hips Don’t Lie, estamos ferrados Once and Again.
Sela Ward, coitados de nós.
Ora Pro Nobis, Alea Jacta Est, Whatewer. O Haiti, a Gâmbia, a Nigéria missológica brasileira é aqui, na Paraíba dos coronéis oligarcas (Cunha Lima, Maranhão, Coutinho, Braga et caterva) e pistoleiros liberticidas da poesia e da política. Rio Grande do Sul? Já foi a Romênia de Ceaucescu, felizmente varrido pelas urnas na forma de Yeda Crusius. Minas Gerais? É a Rússia (onde Gary Kasparov está sob fogo cerrado do terrorismo midiático de Vladimir Putin). E Putin, como se sabe, é Nayla Micherif, a gaeta(*) e Evandro Hazzy. Pobres de nós, brasileiros.

(*)gaeta é o modo como a Gaeta Promoções e Eventos deve ser sempre escrita: em minúsculas, para provar o quanto o Brasil é uma sub-Venezuela, um sub-Porto Rico, uma sub-Colômbia (tipo um Whooper Jr.) ou uma Guatemala tamanho-família (tipo esses sanduíches Whooper do Burger King, Sub do Subway, Big Bob, Big Mac e afins) em termos de concursos de misses

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Nikita da desgraça missológica brasileira, Nossas Venezuelas, Poderes ocultos, Podres poderes, Realidade brasileira, Vasto mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s