EXCLUSIVO: Sai a quarta avaliação parcial do Críticas para o concurso Miss Brasil 2017


Boicotada pela imprensa, capixaba Stephany Pim pode ser prejudicada nas próximas rodadas

Da redação TV em Análise

Organização Miss Brasil Universo/Dibulgação


A omissão da imprensa local na eleição da Miss Espírito Santo 2017, realizada em um hotel de Vitória na noite da quarta-feira (26), praticamente compromete as chances de Stephany Pim, 22, de ficar entre as favoritas ao título de Miss Brasil 2017 nas próximas rodadas de avaliação que o TV em Análise Críticas realizar com vistas à etapa brasileira do Miss Universo 2017. Quinta candidata estadual eleita para a disputa, Pim ocupa nesta rodada a quarta colocação, mas pode perder mais posições a depender das notas que forem apuradas na saída dos concursos do Maranhão e do Mato Grosso do Sul, que elegem suas candidatas no dia 6 de maio. Abaixo, em ordem decrescente, as notas das candidatas já confirmadas

NOTAS DAS CANDIDATAS EM ORDEM DECRESCENTE
Foram consideradas as notas dos quesitos de traje de banho e traje de gala, além das aparições em noticiários
Candidata Traje de Banho Traje de Gala Aparições de Mídia Média Geral
Karen Porfiro (SP) 9,981 10 9,978 9,986
Caroline Oliveira (BA) 9,987 9,978 9,972 9,979
Nathália Lago (RR) 10 10 9,876 9,958
Stephany Pim (ES) 9,989 9,975 9,792 9,918
Jeovanca Nascimento (GO) 9,893 9,858 9,839 9,863
NOTAS DAS CANDIDATAS EM ORDEM ALFABÉTICA
Foram consideradas as notas dos quesitos de traje de banho e traje de gala, além das aparições em noticiários
Candidata Traje de Banho Traje de Gala Aparições de Mídia Média Geral
Caroline Oliveira (BA) 9,987 9,978 9,972 9,979
Stephany Pim (ES) 9,989 9,975 9,792 9,918
Jeovanca Nascimento (GO) 9,893 9,858 9,839 9,863
Nathália Lago (RR) 10 10 9,876 9,958
Karen Porfiro (SP) 9,981 10 9,978 9,986

As notas de avaliação foram ponderadas a partir da verificação de noticiário, redes sociais e iconografia fotográfica das candidatas realizadas após os concursos estaduais apurados pela redação do Críticas no dia 27 de abril de 2017. Vale ressaltar que esta sondagem não reflete, necessariamente, a classificação oficial para as semifinais do Miss Brasil 2017, bem como para suas etapas classificatórias posteriores (trajes de banho, trajes de gala e entrevistas finais).

Avaliações anteriores
*1ª avaliação parcial: 26 de março de 2017
*2ª avaliação parcial: 19 de abril de 2017
*3ª avaliação parcial: 23 de abril de 2017

Publicado em Datamisses, Nossas Venezuelas, Numb3rs, Projetos especiais | Marcado com , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Entrevista paga de Temer a ventríloquos do jornalismo da Band deu menos audiência que o Miss Universo 2016 no PNT


Matéria paga foi vista por 676 mil telespectadores ante 825 mil de certame

Da redação TV em Análise

Fotos Reprodução/Dand/12.04.2017 e Miss Universe Organization/Divulgação/30.01.2017


A palhaçada que foi a entrevista paga produzida pela Band para adular o presidente ilegítimo Michel Temer às vésperas da votação das reformas golpistas, levada ao ar no sábado (15) foi vista por apenas 676.320 telespectadores nos 15 mercados componentes do Painel Nacional de Televisão (PNT), da Kantar Ibope Mesdia, registrando média individual de 0,9 ponto. Esse número é menor que os 825.853 telespectadores (1,2 individual) verificados no concurso Miss Universo 2016, que a emissora transmitiu entre a noite do domingo, 29, e a madrugada da segunda-feira, 30 de janeiro. Cada ponto equivale a 688.211 telespectadores em 245.702 domicílios.
No infomercial pago pelo PMDB do Moreira Franco e do Eliseu Quadrilha e pelo Palácio do Planalto, Temer confessou ter orquestrado o impeachment da presidenta eleita Dilma Rousseff para atender a uma vingança pessoal do presidiário e deputado cassado Eduardo Cunha (RJ). Participaram da palhaçada elementos como Fábio Pannunzio e o diretor de jornalismo da Band, Fernando Mitre, que não libera verba para cobrir o Miss Universo.
No comparativo de semanas de exibição, a suposta entrevista especial foi o 20º programa mais visto no período de 13 a 16 de abril. No período de 23 a 29 de janeiro, o Miss Universo 2016 foi o 15º programa mais visto do horário nobre do PNT.

Publicado em Ibopes da vida, Nossas Venezuelas, Poderes ocultos, Podres poderes, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

Coordenações de oito Estados e do Distrito Federal ainda não marcaram as datas dos concursos do Miss Brasil 2017


Entre elas, estão grandes detentores de títulos como Rio Grande do Sul, Minas e Rio

Da redação TV em Análise

Fotos Getty Images e Acervo Ruberley Rojo/Passarela Cultural


A pouco mais de três meses do concurso Miss Brasil 2017, nove coordenações – Acre, Amapá, Distrito Federal, Minas Gerais, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia e Sergipe – ainda não fecharam as datas dos respectivos concursos estaduais. Esse contingente equivale a um terço das 27 coordenações que estarão presentes com candidatas na etapa brasileira do Miss Universo 2017, prevista para 26 de agosto, em São Paulo.
A coordenação estadual que está mais atrasada é a do Acre, que não tem uma candidata municipal eleita sequer. As outras coordenações estaduais apontadas na matéria elegeram uma ou mais candidatas. A que está mais adiantada é a do Rio Grande do Sul, que contabiliza a eleição de 20 candidatas municipais, escolhidas através de seletivas regionais. Minas Gerais contabiliza 10 candidatas já eleitas, contra oito do Rio de Janeiro e sete de Sergipe. Amapá e Paraíba contabilizam três candidatas cada. Distrito Federal e Rondônia tem apenas uma candidata eleita para os respectivos certames.
O grupo que está mais atrasado na organização de seus concursos estaduais para o Miss Brasil 2017 é exatamente o que detém o maior número de títulos nacionais. Somados, Rio Grande do Sul (14), Rio de Janeiro (8), Minas Gerais (8) e Distrito Federal (1) tem 31 participações no Miss Universo (metade de um total de 62). Desse grupo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Rio de Janeiro tem, somadas, 17 classificações no concurso internacional, o que equivale a um aproveitamento de 54,83%.

Publicado em Datamisses, Nossas Venezuelas, Projetos especiais | Marcado com , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

NBC define partida do Sunday Night Football que poderá brecar audiência americana do Miss Universo 2017


Confronto entre Dallas Cowboys e Oakland Raiders integra a grade flexível

Da redação TV em Análise

Fotos Wesley Mitt/Getty Images/26.11.2009 e Ted Alibe/AFP/Getty Images/30.01.2017


A NBC Sports, divisão de esportes da NBC, liberou na noite da quinta-feira (20) a grade da temporada 2017 do Sunday Night Football. Entre os destaques, está a antecipação do jogo do dia 24 de dezembro, véspera de Natal, que cai num domingo, para a noite do sábado, 23. A partida escolhida para essa data, não sujeita à grade flexível é Green Bay Packers x Minnesota Vikings, a ser jogada no Lambeau Field, em Green Bay (Wisconsin).
No entanto, chama a atenção a partida do dia 17 de dezembro, entre Oakland Raiders e Dallas Cowboys, a ser jogada no Oakland Alameda Coliseum, em Oakland (Califórnia), às 23h25, pelo horário brasileiro de verão (20h25, pelo horário da costa leste americana). Esse poderá ser o jogo de confronto com o concurso Miss Universo 2017, previsto para às 22h (19h pelo horário da costa leste americana), que terá transmissão da FOX, casa do concurso desde 2015. No entanto, a manutenção dessa partida está sujeita à política de grade flexível adotada pela National Football League (NFL), válida a partir da semana 5, em 8 de outubro, que pode favorecer partidas de maior implicância de playoffs.
Nos anos em que geriu e transmitiu o Miss Universo (2003-2014), a NBC sempre procurou evitar que o concurso ocorresse em domingo de Sunday Night Football. A ida do certame para a FOX tornou inevitável esse tipo de confronto, ao menos na disputa de telespectadores nos Estados Unidos. Lá, as partidas da NFL guardam uma maior vantagem de audiência sobre o concurso de beleza, principalmente a partir de 1988, quando o Miss Universo começou a perder força de telespectadores, quando ainda estava na CBS. Na única vez em que o Miss Universo teve confronto direto com o SNF, o certame registrou 5,62 milhões de telespectadores, média domiciliar de 3,5 e share de 6 pontos, de acordo com os dados da Nielsen Media Research. A partida jogada na noite do Miss Universo 2015, entre Arizona Cardinals e Philadelphia Eagles, teve média domiciliar de 11,7, share de 19 e 15,9 milhões de telespectadores, número próximo ao registrado no Miss Universo 1993 (14,87 milhões de telespectadores), mas com uma disparidade enorme em relação à média e share domiciliar – 9,9 e 18. A NBC tem o Sunday Night Football desde 2006. Para a temporada 2017, a programação de jogos é esta (horários de Brasília)

7/9 (5ª feira)
21h25-New England Patriots x Kansas City Chiefs – abertura da temporada

10/9 (domingo)
21h25-Dallas Cowboys x New York Giants

17/9 (domingo)
21h25-Atlanta Falcons x Green Bay Packers

24/9 (domingo)
21h25-Washington Redskins x Oakland Raiders

1º/10 (domingo)
21h25-Seattle Seahawks x Indianapolis Colts

8/10 (domingo)
21h15-Houston Texans x Kansas City Chiefs(*)

15/10 (domingo)
22h25-Denver Broncos x New York Giants(*)

22/10 (domingo)
22h25-New England Patriots x Atlanta Falcons(*)

29/10 (domingo)
22h25-Detroit Lions x Pittsburgh Steelers(*)

5/11 (domingo)
23h25-Miami Dolphins x Oakland Raiders(*)

12/11 (domingo)
23h25-Denver Broncos x New England Patriots(*)

19/11 (domingo)
23h25-Dallas Cowboys x Philadelphia Eagles(*)

23/11 (5ª feira)
23h25-Washington Redskins x New York Giants(**)

26/11 (domingo)
23h25-Pittsburgh Steelers x Green Bay Packers(*)

3/12 (domingo)
23h25-Seattle Seahawks x Philadelphia Eagles(*)

10/12 (domingo)
23h25-Pittsburgh Steelers x Baltimore Ravens(*)

17/12 (domingo)
23h25-Oakland Raiders x Dallas Cowboys(*)

23/12 (sábado)
23h25-Green Bay Pacjers x Minnesota Vikings

31/12 (domingo)
23h25-A definir

(*)Jogos de grade flexível
(**)Jogo de Ação de Graças

No Brasil, os jogos do Sunday Night Football são transmitidos pela ESPN, em sistema fechado de TV por assinatura e streaming e pelo Esporte Interativo, em sistema aberto.
A 66ª edição do Miss Universo está prevista para ser realizada na Perth Arena, em Perth, capital do Estado australiano da Austrália Ocidental. Lá, o concurso deve começar às 8h locais da manhã da segunda-feira, 18 de dezembro.

Publicado em Esportes, Eventos, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

MPF vai investigar contratos da Band com a Miss Universe Organization firmados com Trump para o Miss Universo 2011


Há indícios de subfaturamento

Da redação TV em Análise

Yasuyoshi Chiba/AFP/Getty Images/04.09.2011


Primeiro grande evento do ciclo que se concluiu com as Olimpíadas do Rio no ano passado, o concurso Miss Universo 2011 é alvo de investigação de uma força-tarefa de procuradores do Ministério Público Federal de São Paulo. Eles querem saber quais valores foram efetivamente pagos pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação à Miss Universe Organization, à época uma joint venture formada pelo grupo de mídia NBCUniversal e pelo presidente americano Donald Trump, 70. Trump, que goza da imunidade, não será investigado, mas a Band e seus diretores sim.
De acordo com a denúncia, apresentada em primeira mão ao TV em Análise Críticas, a Band pagou à MUO R$ 238 milhões (US$ 75,6 milhões) pelos direitos de organização, transmissão, divulgação, comercialização e promoção da 60ª edição do concurso de Miss Universo, realizada no dia 12 de setembro de 2011, no Citibank Hall. Há indícios de que a Band subfaturou o valor inicialmente contratado em 13 de dezembro de 2010 para impedir que o Miss Universo 2011 tivesse uma maior audiência e alcance midiático.
O grupo de promotores se baseia na experiência bem-sucedida de organização do Miss Universo 2016, em janeiro último, nas Filipinas. Lá, a LCS Group of Companies pagou US$ 11 milhões (R$ 34,5 milhões) pelos mesmos direitos, repassados às três principais redes de televisão do país – ABS-CBN, GMA Network e TV5. Há suspeitas de que executivos da Enter, empresa de eventos que a Band criou apenas para o concurso, se apropriaram de valores destinados a obras de infraestrutura, comunicações e aluguel de equipamentos de telecomunicações e meios de transporte usados no deslocamento das 89 candidatas, equipes de produção e filmagem, artistas e convidados da organização e na assistência aos jornalistas nacionais e internacionais que cobriram o certame.
Entre os diretores da Enter apontados como beneficiários do desvio de verbas de mídia do Miss Universo 2011 está Caio Luiz de Carvalho, ex-ministro do Turismo do (des)governo Fernando Henrique Cardoso, filiado ao PSDB e presidente da companhia. Outros quatro executivos e ex-executivos da Band estão arrolados no processo: João Carlos Saad, Evandro Hazzy, Gabriela Fagliari e Frederico Nogueira. O caso ainda está em fase inicial e corre em segredo de justiça. Todos negam envolvimento nas acusações.
De acordo com a denúncia do MPF, a Band subfaturou o preço dos contratos para o Miss Universo 2011 em 85,71%, reduzindo-os para US$ 34 milhões (R$ 106,1 milhões, em valores atualizados). Na contramão, a emissora conseguiu arrecadar R$ 51 milhões (US$ 16,34 milhões) com a comercialização das quatro cotas de patrocínio, uma delas para o Banco do Brasil. Nesse caso, as perdas foram de 51,93% sobre o valor inicialmente contratado, transformando o concurso num dos maiores fracassos comerciais da história do país na área de eventos, atrás apenas da Copa de 2014 e das Olimpíadas de 2016.
Donald Trump, que vendeu a Miss Universe Organization ao grupo de entretenimento WME/IMG no dia 14 de setembro de 2015, assegurou através de sua assessoria na Casa Branca que “os contratos de organização do Miss Universo 2011 no Brasil foram legais” e “obedeceram a todos os trâmites consulares e de tratados comerciais vigentes entre os Estados Unidos e o Brasil”. Depois que as investigações do MPF sobre os custos de organização do Miss Universo 2011 começaram, a Band vendeu a propriedade do Miss Brasil para a empresa de varejo Polishop. Esse acordo, no entanto, será investigado por outro grupo de procuradores federais, que tenta estabelecer um elo entre o acordo Band/Polishop e os contratos assinados pela Band com a MUO já na gestão da IMG.

Publicado em Corrupção, Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

A 238 dias do concurso, Nepal, Tailândia e Iraque também estão credenciados a participar do Miss Universo 2017


Número de países confirmados sobe para 57, ou 66,27% do contingente usado no Miss Universo 2016

Da redação TV em Análise

Fotos Getty Images e Reprodução/Missosology


Mais três países – Iraque, Nepal e Tailândia – tiveram suas presenças confirmadas na 66ª edição do concurso de Miss Universo, prevista para o dia 17 de dezembro, na Perth Arena, em Perth (Austrália). Esses países se somam a Israel, Curaçao, Guatemala, Namíbia, Austrália, Canadá, República Dominicana, Jamaica, Panamá, Bahamas, Islândia, Eslovênia, Cingapura, Turquia, Quirgistão, Angola, Bélgica, Camboja, Colômbia, França, Indonésia, Ilhas Cayman, Cazaquistão, Coreia (do Sul), Malásia, México, Montenegro, Mianmar, Nicarágua, Sérvia, África do Sul, Venezuela, Rússia, Equador, Croácia, Filipinas, Porto Rico, Estados Unidos, Eslováquia, Haiti, Suécia, Albânia, República Tcheca, El Salvador, Áustria, Japão, Grã Bretanha, Noruega, Brasil, Vietnã, Serra Leoa, Finlândia. Camarões e Irlanda, que já tinham confirmado presença com a eleição de candidatas ou a marcação de concursos nacionais até o início da tarde deste domingo (23), totalizando a presença de 57 coordenações nacionais.
Do grupo que acabou de entrar, apenas o Nepal é estreante no Miss Universo. O Iraque deve retornar ao concurso depois de uma ausência de 45 anos – a última vez que uma iraquiana competiu no Miss Universo foi em 1972, em Dorado (Porto Rico), quando Wijdan Burham El-Deen Sulyman não se classificou entre as 12 semifinalistas. Foi a única vez que o país participou do concurso até agora. Já a Tailândia, detentora de dois títulos de Miss Universo (1965 e 1988), irá para sua 54ª participação na história do certame.

Publicado em Datamisses, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

EXCLUSIVO: Sai a terceira avaliação parcial do Críticas para o concurso Miss Brasil 2017


Bahia e Roraima começam primeiro ambiente de definição

Da redação TV em Análise

Fotos Miss Bahia/Divulgação e Top Miss


As eleições das candidatas da Bahia, Caroline Oliveira, e de Roraima, Nathália Lago, entre a quinta-feira (20) e o sábado (22), serviram para balizar o primeiro ambiente de definição de um quadro de três favoritas ao título, após a realização de quatro concursos estaduais. Na segunda colocação, Caroline, eleita Miss Bahia pela cidade de Camaçari (região metropolitana de Salvador), tem mais vantagem sobre a candidata de Roraima, eleita pela cidade de Caracaraí. Com esse cenário, confirma-se a tendência de queda da goiana Jeovanca Nascimento, que corre agora o risco de perder mais posições à medida que outras candidatas estaduais forem sendo eleitas. O próximo concurso, a ser realizado na quarta-feira (26), em Vitória, definirá o primeiro grupo de cinco favoritas ao título, mas não dirá nada. Os concursos do Maranhão e Mato Grosso do Sul, a serem realizados no sábado, 6 de maio, em São Luís e Costa Rica, serão decisivos para delinear o primeiro top 5 da série de avaliações parciais que o TV em Análise Críticas realiza com vistas ao Miss Brasil 2017. Abaixo, em ordem decrescente, as notas das candidatas já eleitas para a etapa brasileira do Miss Universo 2017

NOTAS DAS CANDIDATAS EM ORDEM DECRESCENTE
Foram consideradas as notas dos quesitos de traje de banho e traje de gala, além das aparições em noticiários
Candidata Traje de Banho Traje de Gala Aparições de Mídia Média Geral
Karen Porfiro (SP) 9,981 10 9,978 9,986
Caroline Oliveira (BA) 9,987 9,978 9,972 9,979
Nathália Lago (RR) 10 10 9,876 9,958
Jeovanca Nascimento (GO) 9,893 9,858 9,839 9,863
NOTAS DAS CANDIDATAS EM ORDEM ALFABÉTICA
Foram consideradas as notas dos quesitos de traje de banho e traje de gala, além das aparições em noticiários
Candidata Traje de Banho Traje de Gala Aparições de Mídia Média Geral
Caroline Oliveira (BA) 9,987 9,978 9,972 9,979
Jeovanca Nascimento (GO) 9,893 9,858 9,839 9,863
Nathália Lago (RR) 10 10 9,876 9,958
Karen Porfiro (SP) 9,981 10 9,978 9,986

As notas de avaliação foram ponderadas a partir da verificação de noticiário, redes sociais e iconografia fotográfica das candidatas realizadas após os concursos estaduais apurados pela redação do Críticas entre os dias 20 e 23 de abril de 2017. Vale ressaltar que esta sondagem não reflete, necessariamente, a classificação oficial para as semifinais do Miss Brasil 2017, bem como para suas etapas classificatórias posteriores (trajes de banho, trajes de gala e entrevistas finais).

Avaliações anteriores
*1ª avaliação parcial: 26 de março de 2017
*2ª avaliação parcial: 19 de abril de 2017

Publicado em Datamisses, Nossas Venezuelas, Numb3rs, Projetos especiais | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comentário