Número de semifinalistas do Miss Universo 2017 é fixado em 16


De acordo com a MUO, vaga extra do voto popular influenciou no aumento em relação aos dois anos anteriores

Da redação TV em Análise

Ted Alibe/AFP/Getty Images/29.01.2017


A Miss Universe Organization decidiu na manhã desta quarta-feira (22) que o número de semifinalistas da 66ª edição do concurso de Miss Universo, a ser realizada daqui a quatro dias no teatro The AXIS do Planet Hollywood Resort and Casino, em Las Vegas, será de 16. Isso significará um aumento de três vagas em relação à 65ª edição do concurso, realizada em 30 de janeiro, em Manila, quando foram classificadas 13 candidatas para a fase de trajes de banho, e uma a mais em relação à 64ª edição do concurso, realizada em 20 de dezembro de 2015, no próprio AXIS, quando 15 candidatas passaram para essa mesma etapa. O Brasil classificou candidatas em ambas as ocasiões – a gaúcha Marthina Brandt e a baiana Raíssa Santana.
De acordo com a MUO, após os desfiles das 16 semifinalistas em trajes de banho, o júri da final televisionada reduzirá o número de semifinalistas para 10 na fase de trajes de gala. O Brasil não avança para esse segmento desde 2013, quando a mato-grossense Jakelyne Oliveira ficou em quinto lugar. Após os desfiles das 10 semifinalistas em trajes de gala, o júri vai decidir as cinco candidatas que seguirão para a primeira fase de perguntas, todas temáticas. Cada candidata terá 30 segundos para responder sua pergunta. Todas serão formuladas por nomes a serem sorteados entre Pia Wurtzbach, Wendy Fitzwilliam, Jay Manuel, Megan Olivi, Lele Pons e Ross Matthews.
Após as perguntas temáticas, o júri vai decidir as três finalistas que seguirão para a pergunta final, de tema único. Nessa etapa, enquanto a primeira candidata classificada na ordem de anúncios responder, as outras duas finalistas não ouvirão o que essa candidata falar. Elas estarão com fones de ouvidos até que a primeira finalista conclua sua resposta e assim por diante, com a terceira classificada não ouvindo o que a segunda anunciada responder. Assim que a última classificada for chamada a dar sua resposta, o fone de ouvido será retirado e não será mais utilizado nesta edição do concurso.
Antes da definição da vencedora, as três finalistas farão um desfile final para os jurados e para a plateia presente. Finda essa apresentação, a empresa de auditoria Ernst&Young tabulará os resultados apurados junto aos jurados, que definirão, na ordem a terceira colocada e a candidata que for anunciada como Miss Universo 2017, entre as duas finalistas que sobrarem no palco. A candidata que não for anunciada ficará automaticamente com a segunda colocação.

Como irá funcionar o sistema

De acordo com a Miss Universe Organization, a classificação das 16 semifinalistas do Miss Universo 2017 será feita com nove candidatas classificadas entre os seis jurados da preliminar que ocorreu na segunda-feira (20), no mezanino do Planet Hollywood Resort and Casino; Outras seis candidatas serão escolhidas entre os diretores da IMG e da MUO. A 16ª classificada virá do voto dos internautas. A votação está aberta no site oficial o no perfil oficial de Twitter do Miss Universo. Serão aceitos até 10 retweets por dia.
A votação popular que vai fechar o top 16 prossegue até a noite de sábado (25), após a exibição do VT da preliminar nas redes sociais oficiais do Miss Universo.

Anúncios
Publicado em Datamisses, Numb3rs, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

Kendall Jenner tira da mulher do Deus Mercado Tom Brady e da ‘margem de erro’ o título de modelo mais bem paga do mundo


Ganhos da segunda filha mais jovem de Kris Jenner foram de US$ 22 mi em 2017

Da redação TV em Análise

Kevork Djansezian/Getty Images/04.11.2017
Avisa ao Tavolaro da Record TV para corrigir a matéria


Caiu a casa da senhora Gisdele Bundchen, 37, mulher do Deus Mercado Tom Brady e “margem de erro” de pesquisas eleitorais. De acordo com a revista Forbes, o posto de modelo mais bem paga do mundo antes pertencente à gaúcha de Três de Maio (480 km a noroeste de Porto Alegre, já na fronteira com a Argentina) passou a pertencer à norte-americana Kendall Nicole Jenner, 22, nascida no hospital da UCLA, em Los Angeles, em 3 de novembro de 1995, filha de Kris e da ex-medalhista olímpica Caitlyn (ex-Bruce) Jenner.
Nos levantamentos relativos ao ano de 2017, Kendall Jenner recebeu US$ 22 milhões (R$ 71,7 milhões). Convertidos em reais, os ganhos de Kendall Jenner em 2017 dariam para concluir parte das obras inacabadas de infraestrutura da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas do ano passado realizadas no Rio de Janeiro. Kendall assinou contratos com marcas como Estée Lauder, La Perla e Adidas.
Com os ganhos financeiros de Kendall atualizados, Bundchen passou a ser a segunda modelo mais bem paga do mundo, com ganhos de US$ 17,5 milhões (R$ 57,09 milhões). Aposentada das passarelas desde 2015, Bundchen só se mantém nesse ranking graças a contratos de publicidade com empresas como a operadora de TV por assinatura Sky (pertencente à AT&T) e a joalheria Vivara.
A terceira posição pertence a Chrissy Teigen, 31. A mulher do cantor John Legend, 38, faturou US$ 13,5 milhões (R$ 44,04 milhões), com contratos de publicidade com marcas como Vila Coco e Smirnoff, além de ter sido beneficiada com a capa da edição de biquíni da Sports Illustrated.
Para Kendall e Chrissy afastarem angels brasileiras da Victoria’s Secret como Adriana Lima e Alessandra Ambrosio do pódio da lista da Forbes pesou também a influência dessas modelos nas redes sociais. No caso particular de Kendall, sua carreira de modelo iniciada ainda na adolescência a galgou para o patamar mais alto de pagamentos de modelos, que pertenceu às modelos brasileiras desde o desgoverno de Fernando Henrique Cardoso, cuja mídia servil fabricou “musas” como Bundchen, que foram capas da ultradireitista revista Veja. E esse discurso tacanho continuou mesmo após o retorno dos concursos de misses à nossa grande mídia, em 2003, sustentado também pela Rede Globo.
Apesar dessa mudança de ventos de novembro, a mídia nativa e servil a Bundchen pouca importância deu ao fato. A Record TV omitiu do telejornal matinal Fala Brasil que Kendall Jenner tirara a coroa de modelo mais bem paga do mundo de Bundchen. Além de receber verbas do governo golpista e ilegítimo do ladrão Michel Temer, a Record faz de defender que “o monopólio da informação é um câncer para o Brasil” e usa espaço da igreja de seu proprietário para falar o mesmo do esporte. Verdade, a Globo detém o monopólio do futebol brasileiro desde a ditadura militar, da mesma forma que os concursos de misses (Miss Brasil, Miss Universo e Miss Mundo) desde a era Collor.

Publicado em Cult, Força da Grana, Reality-shows | Marcado com , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

A lista detalhada de vencedores do 45º American Music Awards


Em turnê no Rio, Bruno Mars venceu sete das oito categorias a que foi indicado

Da redação TV em Análise

Paras Griffin/Getty Images/26.06.2017


Foram anunciados na noite do domingo (19) os vencedores das 28 categorias competitivas da 45ª edição do American Music Awards, realizada no Microsoft Theater, em Los Angeles. Apesar de estar em turnê na América do Sul (estava numa van para se apresentar no Rio de Janeiro, quando recebeu a notícia através de seus produtores), o cantor Bruno Mars, 32, foi o artista que dominou o quadro de vencedores com sete estatuetas em oito indicações recebidas. sendo três como artista – Artista do Ano, artista favorito de pop/rock e artista favorito de soul/R&B. Foi nesse segmento que Mars venceu a maioria das categorias que disputou.
Na sequência, com três estatuetas, aparece o neozelandes Keith Urbam, 50, único artista fora Mars a ter múltiplas estatuetas nesta edição dos AMAs. Sua esposa, a atriz Nicole Kidman, 50, teve a incumbência de carregas duas estatuetas. “É muita estatueta para eu carregar”, disse Urban, jurado do American Idol de 2012 a 2014. Abaixo, a relação detalhada de vencedores

CATEGORIAS GERAIS

Artista do Ano
Bruno Mars

Artista Revelação
Niall Horan

Colaboração do Ano
Despacito – Luis Fonsi, Daddy Yankee e Justin Bieber

Turnê do Ano
Coldplay

Vídeo do Ano
That’s What I Like – Bruno Mars

CATEGORIAS DE POP/ROCK

Artista masculino favorito de pop/rock
Bruno Mars

Artista feminina favorita de pop/rock
Lady Gaga

Dupla ou grupo favorito de pop/rock
Imagine Dragons

Álbum favorito de pop/rock
24K Magic – Bruno Mars

Canção favorita de pop/rock
Despacito – Luis Fonsi, Daddy Yankee e Justin Bieber

CATEGORIAS DE MÚSICA COUNTRY

Artista masculino favorito de música country
Keith Urban

Artista feminina favorita de música country
Carrie Underwood

Dupla ou grupo favorito de música country
Little Big Town

Álbum favorito de música country
Ripcord – Keith Urban

Canção favorita de música country
Blue Ain’t Your Color – Keith Urban

CATEGORIAS DE RAP/HIP-HOP

Artista masculino favorito de rap/hip-hop
Drake

Álbum favorito de rap/hip-hop
DAMN – Kendrick Lamar

Canção favorita de rap/hip-hop
I’m The One – DJ Khaled, Justin Bieber, Quavo, Chance The Rapper e Lil Wayne

CATEGORIAS DE SOUL/R&B

Artista masculino favorito de soul/R&B
Bruno Mars

Artista feminina favorita de soul/R&B
Beyoncé

Álbum favorito de música soul/R&B
24K Magic – Bruno Mars

Canção favorita de música soul/R&B
That’s What I Like – Bruno Mars

OUTRAS CATEGORIAS

Artista favorito de rock alternativo
Linkin Park

Artista favorito de música adulta contemporânea
Shawn Mendes

Artista favorito de música latina
Shakira

Artista favorito de música inspiracional contemporânea
Lauren Daigle

Artista favorito de música dance eletrônica
The Chainsmokers

Trilha sonora favorita
Moana – Um Mar de Aventuras

Prêmio pela Carreira
Diana Ross

Publicado em Canta USA, Eventos, Premiações | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

A audiência americana do domingo, 19 de novembro de 2017


American Music Awards cresce na média domiciliar ante 2016

Da redação TV em Análise

Lester Cohen/WireImage/19.11.2017


Com três horas de dois minutos de duração, a 45ª edição do American Music Awards deu à ABC 9,05 milhões de telespectadores, média domiciliar de 6,1 e share domiciliar de 10 pontos. Esses números são maiores que os registrados em 2016 – 8,18 milhões de telespectadores, média de 5,4 e share de 8.
Encerrado com um tributo à cantora Diana Ross, 73, e apresentado por sua filha, a atriz Tracee Ellis-Ross, 45, o AMA ficou no topo dos trending topics do Twitter, inclusive no Brasil, onde teve transmissão exclusiva do canal pago TNT, com narração em português.
De acordo com a Nielsen Media Research, o pico de telespectadores ocorreu na faixa das 21 às 21h30, pelo horário da costa leste americana. Nesse horário, 10,05 milhões de indivíduos estavam assistindo aos AMA’s. Era a metade do público que a NBC vinha obtendo na faixa com o Sunday Night Football entre Dallas Cowboys e Philadelphia Eagles, com derrota do time da casa – 20,07 milhões.
Números finais mais acurados serão divulgados mais adiante pela Nielsen.

Publicado em Canta USA, Esportes, Eventos, Ibopes da vida, Numb3rs | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário

EXCLUSIVO: Sai a segunda avaliação geral do Críticas para o concurso Miss Universo 2017, após corte final e novas notas


Sul-africana Demi-Leigh Nel-Peters assume a liderança e vice de filipina joga Monalysa Alcântara para a 4ª colocação

Da redação TV em Análise

Miss Universe Organization/Divulgação/15.11.2017


Antes colocadas em uma zona de desconforto, a sul-africana Demi-Leigh Nel-Peters, 22, e a filipina Rachel Peters, 26, passaram a assumir as duas primeiras colocações da segunda rodada de avaliações gerais que o TV em Análise Críticas realiza com vistas ao concurso Miss Universo 2017. A menos de nove horas do início das preliminares de traje de banho e traje de gala, que terão a participação de 92 das 93 candidatas inscritas, a revisão de notas favoreceu amplamente as duas Peters e jogaram a brasileira Monalysa Alcântara, 18, para a quarta colocação.
Na revisão de notas que o Críticas pomoveu para esta rodada, a maior prejudicada foi a peruana Prissila Howard, 26. que caiu da liderança para a 13ª colocação. Ainda assim, permanece com chances de se classificar entre as 16 semifinalistas. O quadro leva em conta a ausência já anunciada da candidata de Serra Leoa, Adama Kargbo, 19, quer não vai chegar a Las Vegas a tempo da preliminar, a ser realizada no mezanino do Planet Hollywood Resort and Casino, em Las Vegas. Abaixo, em ordem decrescente, as notas das 92 candidatas que continuam na disputa do Miss Universo 2017

NOTAS DAS CANDIDATAS EM ORDEM DECRESCENTE
Foram consideradas as notas dos quesitos de traje de banho e traje de gala, além das aparições em noticiários
Candidata Traje de Banho Traje de Gala Aparições de Mídia Média Geral
Demi-Leigh Nel-Peters (RSA) 9,998 9,995 9,989 9,994
Rachel Peters (PHI) 10 9,989 9,987 9,992
Ariela Machado (PAR) 10 10 9,975 9,991
Monalysa Alcântara (BRA) 10 9,987 9,984 9,990
Kára McCullough (USA) 9,988 9,996 9,987 9,990
Laura Ospina (COL) 10 9,983 9,984 9,989
Carmen Muñoz (DOM) 10 9,989 9,975 9,988
Alicia Aylies (FRA) 10 9,978 9,987 9,988
Keysi Sayago (VEN) 9,981 10 9,984 9,988
Bunga Jelitha Ibrani (INA) 9,987 10 9,978 9,988
Stephanie Agbasi (NGR) 10 9,984 9,979 9,987
Denisse Franco (MEX) 10 9,987 9,972 9,986
Prissila Howard (PER) 9,989 9,985 9,984 9,986
Maria Lynn Ehren (THA) 9,984 9,989 9,987 9,986
Nguyen Thi Loan (VIE) 10 9,973 9,987 9,986
Michaela Habánová (CZE) 10 9,972 9,984 9,985
Emina Ekic (SLO) 9,987 9,994 9,975 9,985
Manuela Bruntraeger (SIN) 9,987 9,982 9,983 9,984
Olivia Rogers (AUS) 9,997 9,979 9,973 9,983
Myana Welch (GUM) 9,989 9,984 9,978 9,983
Miriam Polverino (ITA) 9,987 9,985 9,974 9,982
Gleisy Noguer (BOL) 10 9,979 9,959 9,979
Danyeshka Hernández (PUR) 10 9,962 9,973 9,978
Berenice Quezada (NIC) 9,985 9,978 9,972 9,978
Nicky Ophei (NED) 9,979 9,976 9,979 9,978
Elena Correa (CRC) 10 9,979 9,951 9,976
Samantha Katie James (MAS) 10 9,978 9,951 9,976
Lauren Howe (CAN) 9,989 9,967 9,972 9,976
Ksenia Alexandrova (RUS) 9,972 9,974 9,979 9,975
Shanaelle Petty (CRO) 9,981 9,972 9,958 9,970
Katarzyna Włodarek (POL) 9,979 9,972 9,953 9,968
Laura de Sanctis (PAN) 9,979 9,954 9,972 9,968
Liesbeth Claus (BEL) 9,992 9,935 9,971 9,966
Stefania Incandela (ARG) 10 10 9,894 9,964
Celine Schrenk (AUT) 9,986 9,954 9,954 9,964
Blerta Leka (ALB) 9,979 9,958 9,951 9,962
Isel Suñiga (GUA) 9,974 9,985 9,899 9,962
Sofía del Prado (ESP) 10 9,987 9,892 9,959
Nagma Shrestha (NEP) 10 9,973 9,899 9,957
Cailín Áine Ní Toibín (IRL) 10 9,973 9,897 9,956
Sophia Koch (GER) 10 9,972 9,892 9,954
Tiffany Pisani (MLT) 9,989 9,984 9,895 9,954
Cassandra Chéry (HAI) 9,979 9,978 9,897 9,951
Vanessa Bottánová (SVK) 10 9,879 9,973 9,950
Pınar Tartan (TUR) 9,874 10 9,974 9,949
Zun Than Sin (MYA) 9,998 9,973 9,877 9,949
Natividad Leiva (CHI) 9,979 9,893 9,974 9,948
Ioana Mihalache (ROM) 10 9,879 9,959 9,946
Daniela Cepeda (ECU) 9,979 9,960 9,897 9,945
Roxy Qiu Qiang (CHN) 9,973 9,962 9,897 9,944
Esonica Veira (ISV) 9,979 9,987 9,865 9,943
Souphaphone Somvichith (LAO) 9,954 9,974 9,895 9,941
Cho Se Hui (KOR) 10 9,987 9,835 9,940
Momoko Abe (JPN) 9,979 9,859 9,979 9,939
Marisol Acosta (URU) 9,967 9,972 9,877 9,938
Farah Sedky (EGY) 9,865 9,973 9,973 9,937
Christina Peiris (SRI) 9,979 9,974 9,853 9,935
Harlem-Cruz Ihaia (NZL) 9,879 9,954 9,972 9,935
Khephra Sylvester (IVB) 9,975 9,894 9,935 9,934
Marita Gogodze (GEO) 9,877 9,956 9,959 9,930
Ruth Quashie (GHA) 9,874 9,957 9,959 9,930
Sotheary Bee (CAM) 9,979 9,951 9,855 9,928
Shraddha Shashidhar (IND) 9,893 9,896 9,987 9,925
Rafieya Husain (GUY) 10 9,895 9,879 9,924
Nikoleta Todorova (BUL) 9,984 9,893 9,897 9,924
Yasmine Cooke (BAH) 9,979 9,895 9,899 9,924
April Tobie (HON) 9,979 9,895 9,895 9,923
Yana Krasnikova (UKR) 9,979 9,894 9,895 9,922
Michaela Söderholm (FIN) 9,895 9,899 9,973 9,922
Matilde Lima (POR) 9,894 9,979 9,895 9,922
Lesley Chapman (BAR) 9,971 9,894 9,897 9,920
Louise Victor (LCA) 9,899 9,979 9,879 9,919
Akinahom Zergaw (ETH) 9,878 9,978 9,897 9,917
Yvonne Clark (TTO) 9,973 9,875 9,899 9,915
Davina Bennett (JAM) 9,972 9,894 9,879 9,915
Arna Yr Jonsdottir (ISL) 9,984 9,859 9,899 9,914
Kaja Kojan (NOR) 9,967 9,879 9,897 9,914
Angie Callychurn (MRI) 10 9,873 9,867 9,913
Anna Burdzy (GBR) 9,967 9,915 9,859 9,913
Jana Sader (LIB) 9,979 9,899 9,855 9,911
Alisson Abarca (ESA) 9,978 9,897 9,859 9,911
Suné January (NAM) 9,899 9,914 9,915 9,909
Adar Gandelsman (ISR) 9,877 9,952 9,892 9,907
Isabel Chikoti (ZAM) 9,953 9,894 9,851 9,899
Lauriela Martins (ANG) 9,979 9,978 9,715 9,890
Lilian Maraule (TAN) 9,899 9,877 9,895 9,890
Sarah Idan (IRQ) 9,895 9,877 9,899 9,890
Nashaira Balentien (CUR) 9,987 10 9,679 9,888
Alina Mansur (ARU) 9,954 9,875 9,832 9,887
Frida Fornander (SWE) 9,976 9,979 9,689 9,881
Anika Conolly (CAY) 9,851 9,913 9,831 9,865
Kamilla Asylova (KAZ) 9,875 9,797 9,893 9,855
NOTAS DAS CANDIDATAS EM ORDEM ALFABÉTICA
Foram consideradas as notas dos quesitos de traje de banho e traje de gala, além das aparições em noticiários
Candidata Traje de Banho Traje de Gala Aparições de Mídia Média Geral
Blerta Leka (ALB) 9,979 9,958 9,951 9,962
Lauriela Martins (ANG) 9,979 9,978 9,715 9,890
Stefania Incandela (ARG) 10 10 9,894 9,964
Alina Mansur (ARU) 9,954 9,875 9,832 9,887
Olivia Rogers (AUS) 9,997 9,979 9,973 9,983
Celine Schrenk (AUT) 9,986 9,954 9,954 9,964
Yasmine Cooke (BAH) 9,979 9,895 9,899 9,924
Lesley Chapman (BAR) 9,971 9,894 9,897 9,920
Liesbeth Claus (BEL) 9,992 9,935 9,971 9,966
Gleisy Noguer (BOL) 10 9,979 9,959 9,979
Monalysa Alcântara (BRA) 10 9,987 9,984 9,990
Khephra Sylvester (IVB) 9,975 9,894 9,935 9,934
Nikoleta Todorova (BUL) 9,984 9,893 9,897 9,924
Sotheary Bee (CAM) 9,979 9,951 9,855 9,928
Lauren Howe (CAN) 9,989 9,967 9,972 9,976
Anika Conolly (CAY) 9,851 9,913 9,831 9,865
Natividad Leiva (CHI) 9,979 9,893 9,974 9,948
Roxy Qiu Qiang (CHN) 9,973 9,962 9,897 9,944
Laura Ospina (COL) 10 9,983 9,984 9,989
Elena Correa (CRC) 10 9,979 9,951 9,976
Shanaelle Petty (CRO) 9,981 9,972 9,958 9,970
Nashaira Balentien (CUR) 9,987 10 9,679 9,888
Michaela Habánová (CZE) 10 9,972 9,984 9,985
Carmen Muñoz (DOM) 10 9,989 9,975 9,988
Daniela Cepeda (ECU) 9,979 9,960 9,897 9,945
Farah Sedky (EGY) 9,865 9,973 9,973 9,937
Alisson Abarca (ESA) 9,978 9,897 9,859 9,911
Akinahom Zergaw (ETH) 9,878 9,978 9,897 9,917
Michaela Söderholm (FIN) 9,895 9,899 9,973 9,922
Alicia Aylies (FRA) 10 9,978 9,987 9,988
Marita Gogodze (GEO) 9,877 9,956 9,959 9,930
Sophia Koch (GER) 10 9,972 9,892 9,954
Ruth Quashie (GHA) 9,874 9,957 9,959 9,930
Anna Burdzy (GBR) 9,967 9,915 9,859 9,913
Myana Welch (GUM) 9,989 9,984 9,978 9,983
Isel Suñiga (GUA) 9,974 9,985 9,899 9,962
Rafieya Husain (GUY) 10 9,895 9,879 9,924
Cassandra Chéry (HAI) 9,979 9,978 9,897 9,951
April Tobie (HON) 9,979 9,895 9,895 9,923
Arna Yr Jonsdottir (ISL) 9,984 9,859 9,899 9,914
Shraddha Shashidhar (IND) 9,893 9,896 9,987 9,925
Bunga Jelitha Ibrani (INA) 9,987 10 9,978 9,988
Sarah Idan (IRQ) 9,895 9,877 9,899 9,890
Cailín Áine Ní Toibín (IRL) 10 9,973 9,897 9,956
Adar Gandelsman (ISR) 9,877 9,952 9,892 9,907
Miriam Polverino (ITA) 9,987 9,985 9,974 9,982
Davina Bennett (JAM) 9,972 9,894 9,879 9,915
Momoko Abe (JPN) 9,979 9,859 9,979 9,939
Kamilla Asylova (KAZ) 9,875 9,797 9,893 9,855
Cho Se Hui (KOR) 10 9,987 9,835 9,940
Souphaphone Somvichith (LAO) 9,954 9,974 9,895 9,941
Jana Sader (LIB) 9,979 9,899 9,855 9,911
Samantha Katie James (MAS) 10 9,978 9,951 9,976
Tiffany Pisani (MLT) 9,989 9,984 9,895 9,954
Angie Callychurn (MRI) 10 9,873 9,867 9,913
Denisse Franco (MEX) 10 9,987 9,972 9,986
Zun Than Sin (MYA) 9,998 9,973 9,877 9,949
Suné January (NAM) 9,899 9,914 9,915 9,909
Nagma Shrestha (NEP) 10 9,973 9,899 9,957
Nicky Ophei (NED) 9,979 9,976 9,979 9,978
Harlem-Cruz Ihaia (NZL) 9,879 9,954 9,972 9,935
Berenice Quezada (NIC) 9,985 9,978 9,972 9,978
Stephanie Agbasi (NGR) 10 9,984 9,979 9,987
Kaja Kojan (NOR) 9,967 9,879 9,897 9,914
Laura de Sanctis (PAN) 9,979 9,954 9,972 9,968
Ariela Machado (PAR) 10 10 9,975 9,991
Prissila Howard (PER) 9,989 9,985 9,984 9,986
Rachel Peters (PHI) 10 9,989 9,987 9,992
Katarzyna Włodarek (POL) 9,979 9,972 9,953 9,968
Matilde Lima (POR) 9,894 9,979 9,895 9,922
Danyeshka Hernández (PUR) 10 9,962 9,973 9,978
Ioana Mihalache (ROM) 10 9,879 9,959 9,946
Ksenia Alexandrova (RUS) 9,972 9,974 9,979 9,975
Manuela Bruntraeger (SIN) 9,987 9,982 9,983 9,984
Vanessa Bottánová (SVK) 10 9,879 9,973 9,950
Emina Ekic (SLO) 9,987 9,994 9,975 9,985
Demi-Leigh Nel-Peters (RSA) 9,998 9,995 9,989 9,994
Sofía del Prado (ESP) 10 9,987 9,892 9,959
Christina Peiris (SRI) 9,979 9,974 9,853 9,935
Louise Victor (LCA) 9,899 9,979 9,879 9,919
Frida Fornander (SWE) 9,976 9,979 9,689 9,881
Lilian Maraule (TAN) 9,899 9,877 9,895 9,890
Maria Lynn Ehren (THA) 9,984 9,989 9,987 9,986
Yvonne Clark (TTO) 9,973 9,875 9,899 9,915
Pınar Tartan (TUR) 9,874 10 9,974 9,949
Yana Krasnikova (UKR) 9,979 9,894 9,895 9,922
Marisol Acosta (URU) 9,967 9,972 9,877 9,938
Kára McCullough (USA) 9,988 9,996 9,987 9,990
Esonica Veira (ISV) 9,979 9,987 9,865 9,943
Keysi Sayago (VEN) 9,981 10 9,984 9,988
Nguyen Thi Loan (VIE) 10 9,973 9,987 9,986
Isabel Chikoti (ZAM) 9,953 9,894 9,851 9,899

Após a rodada, o panorama de classificação das 16 semifinalistas (considerando o padrão adotado pela Miss Universe Organization no Miss Universo 2013) é este:

-Demi-Leigh Nel-Peters (RSA)-9,994
-Rachel Peters (PHI)-9,992
-Ariela Machado (PAR)-9,991
-Monalysa Alcântara (BRA)-9,990
-Kára McCullough (USA)-9,990
-Laura Ospina (COL)-9,989
-Carmen Muñoz (DOM)-9,988
-Alicia Aylies (FRA)-9,988
-Keysi Sayago (VEN)-9,988
-Bunga Jelitha Ibrani (INA)-9,988
-Stephanie Agbasi (NGR)-9,987
-Denisse Franco (MEX)-9,986
-Prissila Howard (PER)-9,986
-Maria Lynn Ehren (THA)-9,986
-Nguyen Thi Loan (VIE)-9,986
-Michaela Habánová (CZE)-9,985

-Emina Ekic (SLO)-9,985
-Manuela Bruntraeger (SIN)-9,984
-Olivia Rogers (AUS)-9,983
-Myana Welch (GUM)-9,983
-Miriam Polverino (ITA)-9,982
-Gleisy Noguer (BOL)-9,979
-Danyeshka Hernández (PUR)-9,978
-Berenice Quezada (NIC)-9,978
-Nicky Ophei (NED)-9,978
-Elena Correa (CRC)-9,976
-Samantha Katie James (MAS)-9,976
-Lauren Howe (CAN)-9,976
-Ksenia Alexandrova (RUS)-9,975
-Shanaelle Petty (CRO)-9,970
-Katarzyna Włodarek (POL)-9,968
-Laura de Sanctis (PAN)-9,968
-Liesbeth Claus (BEL)-9,966
-Stefania Incandela (ARG)-9,964
-Celine Schrenk (AUT)-9,964
-Blerta Leka (ALB)-9,962
-Isel Suñiga (GUA)-9,962
-Sofía del Prado (ESP)-9,959
-Nagma Shrestha (NEP)-9,957
-Cailín Áine Ní Toibín (IRL)-9,956
-Sophia Koch (GER)-9,954
-Tiffany Pisani (MLT)-9,954
-Cassandra Chéry (HAI)-9,951
-Vanessa Bottánová (SVK)-9,950
-Pınar Tartan (TUR)-9,949
-Zun Than Sin (MYA)-9,949
-Natividad Leiva (CHI)-9,948
-Ioana Mihalache (ROM)-9,946
-Daniela Cepeda (ECU)-9,945
-Roxy Qiu Qiang (CHN)-9,944
-Esonica Veira (ISV)-9,943
-Souphaphone Somvichith (LAO)-9,941
-Cho Se Hui (KOR)-9,940
-Momoko Abe (JPN)-9,939
-Marisol Acosta (URU)-9,938
-Farah Sedky (EGY)-9,937
-Christina Peiris (SRI)-9,935
-Harlem-Cruz Ihaia (NZL)-9,935
-Khephra Sylvester (IVB)-9,934
-Marita Gogodze (GEO)-9,930
-Ruth Quashie (GHA)-9,930
-Sotheary Bee (CAM)-9,928
-Shraddha Shashidhar (IND)-9,925
-Rafieya Husain (GUY)-9,924
-Nikoleta Todorova (BUL)-9,924
-Yasmine Cooke (BAH)-9,924
-April Tobie (HON)-9,923
-Yana Krasnikova (UKR)-9,922
-Michaela Söderholm (FIN)-9,922
-Matilde Lima (POR)-9,922
-Lesley Chapman (BAR)-9,920
-Louise Victor (LCA)-9,919
-Akinahom Zergaw (ETH)-9,917
-Yvonne Clark (TTO)-9,915
-Davina Bennett (JAM)-9,915
-Arna Yr Jonsdottir (ISL)-9,914
-Kaja Kojan (NOR)-9,914
-Angie Callychurn (MRI)-9,913
-Anna Burdzy (GBR)-9,913
-Jana Sader (LIB)-9,911
-Alisson Abarca (ESA)-9,911
-Suné January (NAM)-9,909
-Adar Gandelsman (ISR)-9,907
-Isabel Chikoti (ZAM)-9,899
-Lauriela Martins (ANG)-9,890
-Lilian Maraule (TAN)-9,890
-Sarah Idan (IRQ)-9,890
-Nashaira Balentien (CUR)-9,888
-Alina Mansur (ARU)-9,887
-Frida Fornander (SWE)-9,881
-Anika Conolly (CAY)-9,865
-Kamilla Asylova (KAZ)-9,855

As notas de avaliação foram ponderadas a partir da verificação de iconografia fotográfica das candidatas realizada após a primeira semana de programação oficial pela redação do Críticas no dia 20 de novembro de 2017. Vale ressaltar que esta sondagem não reflete, necessariamente, a classificação oficial para as semifinais do Miss Universo 2017, bem como para suas etapas classificatórias posteriores (trajes de banho, trajes de gala e entrevistas finais).

Avaliações anteriores
Avaliações parciais
*1ª avaliação parcial: 20 de fevereiro de 2017
*2ª avaliação parcial: 24 de fevereiro de 2017
*3ª avaliação parcial: 16 de março de 2017
*4ª avaliação parcial: 21 de março de 2017
*5ª avaliação parcial: 26 de março de 2017
*6ª avaliação parcial: 1º de abril de 2017
*7ª avaliação parcial: 17 de abril de 2017
*8ª avaliação parcial: 28 de abril de 2017
*9ª avaliação parcial: 30 de abril de 2017
*10ª avaliação parcial: 5 de maio de 2017
*11ª avaliação parcial: 15 de maio de 2017
*12ª avaliação parcial: 14 de junho de 2017
*13ª avaliação parcial: 1º de julho de 2017
*14º avaliação parcial: 7 de julho de 2017
*15ª avaliação parcial: 16 de julho de 2017
*16ª avaliação parcial: 1º de agosto de 2017
*17ª avaliação parcial: 7 de agosto de 2017
*18ª avaliação parcial: 12 de agosto de 2017
*19ª avaliação parcial: 20 de agosto de 2017
*20ª avaliação parcial: 27 de agosto de 2017
*21ª avaliação parcial: 3 de setembro de 2017
*22ª avaliação parcial: 4 de setembro de 2017
*23ª avaliação parcial: 12 de setembro de 2017
*24ª avaliação parcial: 17 de setembro de 2017
*25ª avaliação parcial: 23 de setembro de 2017
*26ª avaliação parcial: 2 de outubro de 2017
*27ª avaliação parcial: 6 de outubro de 2017
*28ª avaliação parcial: 9 de outubro de 2017
*29ª avaliação parcial: 16 de outubro de 2017
*30ª avaliação parcial: 22 de outubro de 2017
*31ª avaliação parcial: 29 de outubro de 2017
Avaliações pré e pós-embarque
*Avaliação pré-embarque: 4 de novembro de 2017
*Avaliação pós-embarque: 9 de novembro de 2017
Avaliações gerais
*1ª avaliação geral: 13 de novembro de 2017

Publicado em Datamisses, Numb3rs, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Situação de Monalysa Alcântara nas casas de apostas para o concurso Miss Universo 2017 varia de agência para agência


Quadro contrasta com o terceiro lugar da 1ª avaliação geral do Críticas

Da redação TV em Análise

Organização Miss Brasil Universo/Divulgação/18.11.2017


A seis dias da realização da 66ª edição do concurso de Miss Universo, a situação da candidata do Brasil, Monalysa Alcântara, 18, é bastante diversa nas casas de apostas que o TV em Análise Críticas teve acesso. No levantamento da agência australiana William Hill, Mona aparece na nona colocação, com 15,00 de cotação, empatada com as candidatas da Espanha, Sofia del Prado, e da Índia, Shraddha Shashidhar. A liderança é da colombiana Laura Ospina, com 5,00.
Em outra casa de apostas da Austrália, a SportsBet, Monalysa aparece na 23ª colocação, com 26,00, empatada com as camndidatas do Iraque, Sarah Idan, da Albânia, Blerta Leka, do Peru, Prissila Howard, de Malta, Tiffany Pisani, e do Líbano, Jana Sader. Laura Ospina também lidera, com 6,00 para cada aposta.
Já na agência americana Covers, Monalysa ocupa a sétima colocação, com +1,600, empatada com as candidatas do México, Denisse Franco, da Austrália, Olívia Rogers, da Indonésia, Bunga Jeitha Ibrani, d da Índia, Shraddha Shashidhar. A liderança é da sul-africana Demi-Leigh Nel-Peters, com +250. Na inglesa Pinnacle Sports, Monalysa aparece na sexta colocação, com 21.650 pontos. A liderança é de Laura Ospina, com 6.270.
O ambiente das casas de apostas contrasta totalmente com as notas apresentadas na primeira avaliação geral que o Críticas divulgou após o desembarque das candidatas do Miss Universo 2017, na segunda-feira (13). Nessa rodada, Monalysa aparece na terceira colocação, atrás da peruana Prissila Howard e da paraguaia Ariela Machado.

Publicado em Datamisses, Numb3rs, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Desgoverno golpista de Temer e sua quadrilha vai cometer uma grosseria contra o país com uma campanha machista e racista


Alerta é da ex-presidente Dilma Rousseff

Da redação TV em Análise

Mario Tama/Getty Images/10.05.2016


Em comunicado publicado em seu site oficial na tarde deste domingo (19), a ex-presidenta Dilma Rousseff, 69, denunciou uma demonstração de baixo nível político com a campanha que o governo ilegítimo de Michel Temer. 77, pretende lançar nos próximos dias para exaltar na televisão as supostas “reformas” que o Quadrilhão do PMDB vem empreendendo no Palácio do Planalto.
Na peça, a quadrilha de Temer desqualifica o cultivo da mandioca, principal alimento de sustento das comunidades indígenas. “O governo golpista vai agredir o Brasil, esta semana, com mais uma demonstração de seu baixo nível político e cultural”, diz Dilma no release. “Se não recuar de sua decisão, o governo golpista vai citar, em tom de deboche e com insinuação de duplo sentido, uma fala feita por mim na abertura dos Jogos Indígenas, em 2015, quando fiz referência à principal fonte de alimentação dos índios, que acabou sendo adotada por toda a população brasileira, tornando-se um símbolo de nossa culinária”, sustenta a ex-presidente. Leia o comunicado na íntegra

Governo golpista vai cometer uma grosseria contra o país
Propaganda política produzida pelo governo usurpador é machista e racista e demonstra ignorância sobre a história do Brasil

A ser verdade o que está sendo noticiado hoje pelo UOL e por outros veículos de informação, o governo golpista vai agredir o Brasil, esta semana, com mais uma demonstração de seu baixo nível político e cultural. Uma peça de propaganda eleitoral feita em nome do governo que cometeu o golpe contra a democracia e hoje faz o país retroceder de maneira devastadora foi produzida para ofender a mim e ao meu partido.
Se não recuar de sua decisão, o governo golpista vai citar, em tom de deboche e com insinuação de duplo sentido, uma fala feita por mim na abertura dos Jogos Indígenas, em 2015, quando fiz referência à principal fonte de alimentação dos índios, que acabou sendo adotada por toda a população brasileira, tornando-se um símbolo de nossa culinária. O vídeo da propaganda política, que vazou à imprensa, confirma o machismo e a misoginia de um governo que deprecia as mulheres e as populações indígenas.
Esta propaganda tem o caráter do governo golpista. É mal-educada, grosseira e vulgar. É machista e racista. Mostra desconhecimento sobre a cultura e a história do Brasil. Mostra ignorância sobre fato histórico: durante parte do período monárquico, a riqueza e o poder da elite brasileira eram calculados pela extensão das áreas cultivadas com mandioca pelos fazendeiros.
O governo golpista não conhece história. Conhece o ódio e tem como método e traço de caráter o desrespeito, a agressão pessoal e a insensibilidade com os valores do pais. Quem rompe com a democracia e perpetra, à traição, um golpe contra um governo eleito, já perdeu a dignidade e a ética. Comprovadamente, não tem dimensão política para governar um país da importância do Brasil.

DILMA ROUSSEFF

Publicado em Brasilsão Vibrante, Economês | Marcado com , , , , | Deixe um comentário