EXCLUSIVO: O 3º panorama de audiência dos boletins das candidatas estaduais do Miss Brasil 2017 veiculados pela Band


Material com Isabel Correa é o terceiro menos visto após nove semanas

Da redação TV em Análise

Miss Rio de Janeiro/Divulgação/10.06.2017


O perfil da candidata do Rio de Janeiro, Isabel Correa, 27, exibido no sábado (17) registrou a terceira menor audiência entre os boletins já veiculados pela Band com as candidatas ao Miss Brasil 2017 no horário nobre das 22h de sábado. De acordo com a aferição do Painel Nacional de Televisão da Kantar Ibope Media, apenas 158.380 telespectadores assistiram ao perfil da candidata, que conseguiu o título estadual num evento da empresa patrocinadora do certame, no Riocentro, na tarde do sábado anterior (10). A média individual, de 0,2 ponto, foi a mesma dos quatro boletins anteriores, veiculados entre 20 de maio e 10 de junho.
Na comparação com os nove primeiros boletins do ciclo do Miss Brasil 2016, houve uma queda de 23,73% no número de telespectadores ligados nos nove primeiros perfis das candidatas estaduais do Miss Brasil para 2017. A queda de 25% na média individual se manteve. Cada ponto equivale a 688.211 telespectadores em 245.702 domicílios. Veja abaixo o quadro detalhado das audiências dos boletins das misses

 
Data Candidata(s) Espectadores Média
(individual)
1º/4/2017 Karen Porfiro (SP) 186.880 0,3
29/4/2017 Jeovanca Nascimento (GO)
Caroline Oliveira (BA)
199.710 0,3
6/5/2017 Stephany Pim (ES)
Nathália Lago (RR)
283.370 0,4
13/5/2017 Beatriz Nazareno (MA)
Isabela Cavalcante (MS)
219.100 0,3
20/5/2017 Kailane Amorim (AC) 173.420 0,2
27/5/2017 Juliana Soares (AM) 147.100 0,2
3/6/2017 Milena Balza (RN)
Iully Thaísa (PE)
168.340 0,2
10/6/2017 Maria Clara Vicco (RO) 154.480 0,2
17/6/2017 Isabel Correa (RJ) 158.380 0,2
Acumulado 1.696.780 2,4
Média até 17/6/2017 188.531 0,3
Publicado em Datamisses, Ibopes da vida, Nossas Venezuelas, Numb3rs, Projetos especiais | Marcado com , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

76 países estão confirmados no concurso Miss Universo 2017


Número equivale a 88,37% do contingente usado no Miss Universo 2016

Da redação TV em Análise

Ted Alibe/Getty Images/29.01.2017


Mesmo com a desistência de Manila em sediar a 66ª edição do certame, a quantidade de países com presença certa no Miss Universo 2017 só tende a crescer, agora a partir de um cruzamento de dados feito pelo TV em Análise Críticas com informações dos verbetes em inglês e espanhol da Wikipedia e de coordenações nacionais. A adição da Índia e da Holanda em relação ao levantamento divulgado no sábado (17) já começa a imprimir uma margem mais confiável de quantificação de países que terão candidatas, agora em Las Vegas e daqui a 156 ou 176 dias.
O crescimento da lâmina de países que enviarão candidatas ao Miss Universo 2017 apenas reforça a proximidade de uma quantificação que ultrapasse o contingente de 80 candidatas, observado desde 2008, em Nha Trang (Vietnã). Oficialmente, a coordenação do Miss Diva Índia não se posiciona, mas a presença do país no Miss Universo 2017 já pode ser dada como certa. Na Holanda, a seleção das 12 semifinalistas já foi feita e isso só reforça a presença do país europeu no certame. Argentina, Bulgária, Chile, Espanha, Hungria, Kosovo, Nigéria, Portugal, Romênia, Suíça, Tanzânia Ucrânia, Uruguai e Ilhas Virgens Americanas ainda não tinham decidido suas participações até o fechamento desta matéria. Abaixo, o quadro atualizado de países confirmados

-Albânia
-Angola
-Aruba
-Austrália
-Áustria
-Bahamas
-Belize
-Bélgica
-Bolívia
-Botsuana
-Brasil
-Ilhas Virgens Britânicas
-Camboja
-Canadá
-Ilhas Cayman
-Colômbia
-Costa Rica
-Croácia
-Curaçao
-República Tcheca
-República Dominicana
-Equador
-El Salvador
-Finlândia
-França
-Geórgia
-Alemanha
-Gana
-Grã-Bretanha
-Grécia
-Guam
-Guatemala
-Guiana
-Honduras
-Islândia
-Índia
-Indonésia
-Irlanda
-Israel
-Jamaica
-Japão
-Cazaquistão
-Coreia (do Sul)
-Malásia
-Malta
-Maurício
-México
-Montenegro
-Mianmar
-Namíbia
-Holanda
-Nova Zelândia
-Nicarágua
-Noruega
-Panamá
-Paraguai
-Peru
-Filipinas
-Polônia
-Porto Rico
-Rússia
-Sérvia
-Serra Leoa
-Cingapura
-Eslováquia
-Eslovênia
-África do Sul
-Sri Lanka
-Santa Lúcia
-Suécia
-Tailândia
-Trinidad e Tobago
-Estados Unidos
-Venezuela
-Vietnã
-Zâmbia

Desse grupo, 27 países já elegeram candidatas para o Miss Universo 2017:

-Angola
-Bélgica
-Camboja
-Ilhas Cayman
-Colômbia
-Costa Rica
-Croácia
-Curaçao
-Equador
-França
-Indonésia
-Israel
-Cazaquistão
-Coreia (do Sul)
-Malásia
-México
-Montenegro
-Mianmar
-Nicarágua
-Filipinas
-Porto Rico
-Rússia
-Sérvia
-África do Sul
-Suécia
-Estados Unidos
-Venezuela

Por fim, 41 concursos nacionais já estão com as datas confirmadas:

-Guatemala (25/6)
-Albânia (29/6)
-Austrália (29/6)
-Bolívia (1º/7)
-Namíbia (1º/7)
-Aruba (4/7)
-Japão (4/7)
-Áustria (6/7)
-El Salvador (7/7)
-Grã-Bretanha (15/7)
-República Dominicana (27/7)
-Noruega (29/7)
-Tailândia (29/7)
-Santa Lúcia (31/7)
-Panamá (3/8)
-Malta (4/8)
-Ilhas Virgens Britânicas (6/8)
-Nova Zelândia (12/8)
-Sri Lanka (16/8)
-Brasil (19/8)
-Guiana (19/8)
-Vietnã (19/8)
-Irlanda (25/8)
-Jamaica (26/8)
-Paraguai (26/8)
-Serra Leoa (27/8)
-Guam (1º/9)
-Gana (2/9)
-Bahamas (9/9)
-Belize (10/9)
-Maurício (23/9)
-República Tcheca (23/9)
-Eslováquia (23/9)
-Peru (24/9)
-Islândia (25/9)
-Canadá (7/10)
-Alemanha (13/10)
-Eslovênia (21/10)
-Geórgia (28/10)
-Cingapura (31/10)
-Polônia (26/11)

Os países que não constam das tabelas ainda não confirmaram as datas de seus concursos ou devem decidir por indicação de candidatas. O quadro exposto pode sofrer alteração à medida que novos países e territórios forem confirmando participação no certame.

Publicado em Datamisses, Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Preparação de Kára McCullough para o Miss Universo 2017 pode ser a 4ª maior de uma americana na história do concurso


Napolitana terá um intervalo de 196 dias para tentar a nona coroa ou um resultado que a classifique nas semifinais

Da redação TV em Análise

Press/LatinContent/Getty Images/12.06.2017


Eleita Miss USA 2017 no dia 14 de maio, a italiana Kára McCullough, 25, pode ter um dos quatro maiores tempos de preparação de uma representante americana em todas as 66 edições do Miss Universo, contando a que vai acontecer a princípio no dia 27 de novembro, na T-Mobile Arena, em Las Vegas. Mas, se o certame for marcado mesmo para o dia 17 de dezembro, no mesmo local, McCullough ganhará mais oxigênio para tentar um título improvável ou, na melhor das hipóteses, obter uma classificação entre as 12 semifinalistas. No primeiro cenário, Kára teria 196 dias desde sua eleição se preparando para o Miss Universo. No entanto, caso o Miss Universo vá para o dia 17 de dezembro, Kára terá um intervalo um pouco maior, de 216 dias de preparação para o Miss Universo 2017.
A se confirmar esse cenário, Kára McCullough poderá ter o terceiro maior tempo de preparação de uma americana para o Miss Universo, atrás apenas da antecessora, Deshauna Barber (classificada entre as nove semifinalistas do Miss Universo 2016), e da segunda colocada no Miss Universo 2014, Nia Sanchez, que tem os maiores tempos de preparação entre as 66 candidatas que os Estados Unidos mandaram para o Miss Universo. Deshauna teve 238 dias para se preparar para o Miss Universo, enquanto Nia teve 230. Na tabela abaixo, os intervalos entre cada edição do Miss USA e do Miss Universo, desde a criação de ambos os concursos, em 1952

 
Ano Data do Miss USA Data do Miss Universo Intervalo
1952 27 de junho 28 de junho 1 dia
1953 16 de junho 17 de junho 1 dia
1954 24 de julho 24 de julho mesmo dia
1955 20 de julho 22 de julho 2 dias
1956 18 de julho 20 de julho 2 dias
1957 17 de julho 19 de julho 2 dias
1958 23 de julho 26 de julho 3 dias
1959 22 de julho 24 de julho 2 dias
1960 7 de julho 9 de julho 2 dias
1961 13 de julho 15 de julho 2 dias
1962 12 de julho 14 de julho 2 dias
1963 17 de julho 20 de julho 3 dias
1964 29 de julho 1º de agosto 3 dias
1965 4 de junho 24 de julho 49 dias
1966 21 de maio 16 de julho 55 dias
1967 20 de maio 15 de julho 55 dias
1968 18 de maio 13 de julho 55 dias
1969 24 de maio 19 de julho 55 dias
1970 16 de maio 11 de julho 55 dias
1971 22 de maio 24 de julho 62 dias
1972 20 de maio 29 de julho 69 dias
1973 28 de maio 21 de julho 53 dias
1974 18 de maio 20 de julho 62 dias
1975 17 de maio 19 de julho 62 dias
1976 15 de maio 11 de julho 56 dias
1977 14 de maio 16 de julho 62 dias
1978 29 de abril 24 de julho 85 dias
1979 30 de abril 20 de julho 80 dias
1980 15 de maio 8 de julho 53 dias
1981 21 de maio 20 de julho 59 dias
1982 13 de maio 26 de julho 73 dias
1983 21 de maio 11 de julho 50 dias
1984 17 de maio 9 de julho 52 dias
1985 13 de maio 15 de julho 52 dias
1986 20 de maio 21 de julho 61 dias
1987 17 de fevereiro 27 de maio 98 dias
1988 1º de março 24 de maio 83 dias
1989 28 de fevereiro 23 de maio 83 dias
1990 2 de março 15 de abril 43 dias
1991 22 de fevereiro 17 de maio 83 dias
1992 7 de fevereiro 8 de maio 90 dias
1993 19 de fevereiro 21 de maio 60 dias
1994 11 de fevereiro 20 de maio 97 dias
1995 10 de fevereiro 12 de maio 90 dias
1996 2 de fevereiro 17 de maio 104 dias
1997 5 de fevereiro 16 de maio 109 dias
1998 10 de março 12 de maio 62 dias
1999 4 de fevereiro 26 de maio 110 dias
2000 4 de fevereiro 12 de maio 86 dias
2001 2 de março 11 de maio 69 dias
2002 1º de março 29 de maio 88 dias
2003 24 de março 3 de junho 70 dias
2004 12 de abril 1º de junho 49 dias
2005 11 de abril 31 de maio 49 dias
2005 21 de abril 23 de julho 92 dias
2007 23 de março 28 de maio 58 dias
2008 11 de abril 14 de julho 93 dias
2009 19 de abril 23 de agosto 125 dias
2010 16 de maio 23 de agosto 98 dias
2011 19 de junho 12 de setembro 84 dias
2012 3 de junho 19 de dezembro 198 dias
2013 16 de junho 9 de novembro 145 dias
2014 8 de junho 25 de janeiro de 2015 230 dias
2015 12 de julho 20 de dezembro 160 dias
2016 5 de junho 30 de janeiro de 2017 238 dias
2017 14 de maio 27 de novembro(*) (1)
17 de dezembro(*) (2)
196 dias(**) (1)
216 dias(**) (2)

(*)Data projetada
(**)Tempo estimado entre um concurso e outro
(1)Primeira data projetada
(2)Segunda data projetada

Publicado em Datamisses, Jóia da coroa, Outras Venezuelas, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

Último concurso nacional do Miss Universo 2017 será no dia 26 de novembro na Polônia e sucessora de Iris Mittenare deverá ser conhecida no dia 17 de dezembro, em Las Vegas


Francesa deverá encerrar 321 dias de reinado em arena inaugurada no ano passado, usada no Miss USA 2016

Da redação TV em Análise

Tony Tran Photography/PRNewsFoto/T-Mobile Arena/07.04.2016


A desistência de Manila em sediar a 66ª edição do Miss Universo deve obrigar a Miss Universe Organization a rever os planos para o certame. Certa de que tem um concurso marcado para novembro – o da Polônia será no dia 26, data inicialmente pensada para o Miss Universo 2017, a MUO não quer correr riscos e decidiu recolocar o Miss Universo 2017 na grade de dezembro. De acordo com fontes da organização do Miss Universo, a nova data trabalhada para o Miss Universo 2017 passará a ser de 17 de dezembro, a exatamente uma semana do Natal.
De acordo com a MUO, a realização do Miss Universo 2017 em Las Vegas é praticamente certa, faltando apenas decidir qual arena deverá receber o certame – a T-Mobile Arena, com capacidade para 12 mil espectadores no modo de eventos como o Miss Universo, o teatro The AXIS do Planet Hollywood Resort and Casino ou o Mandalay Bay Enents Center, estes de capacidade menor de público (10 mil e 7 mil espectadores, respectivamente). Desses locais, apenas a T-Mobile Arena, inaugurada no ano passado, ainda não recebeu o Miss Universo – recebeu apenas o Miss USA 2016, realizado no dia 5 de junho de 2016. O Miss USA 2017 ocorreu em 14 de maio, no Mandalay Bay, que deverá ficar fora dos planos para o Miss Universo.
A remarcação do Miss Universo 2017 para o dia 17 de dezembro deve dar mais sobrevida ao reinado da francesa Iris Mittenaere, 24, que corria o risco de terminar seu reinado com 300 ou 301 dias. No novo organograma, Mittenaere voltará a ter 321 dias de reinado.
De acordo com cruzamento de dados feito pela redação do TV em Análise Críticas nos verbetes da Wikipedia em inglês e espanhol, 74 países e territórios estão confirmados até o momento para enviarem candidatas à disputa. 27 deles já elegeram ou indicaram suas competidoras. 41 marcaram as datas de seus certames e outros seis países não fecharam integralmente as datas dos concursos. Esse contingente poderá ser inflado com novas aclamações ou adições de datas de concursos nacionais nas próximas semanas.
O recorde de candidatas em uma edição simples do Miss Universo, de 89 candidatas, verificado em 2011 em São Paulo e repetido em 2012 em Las Vegas (The AXIS) permanece intocado.
Até o fechamento desta reportagem, a assessoria da Miss Universe Organizsation não tinha se manifestado de forma oficial tanto sobre a desistência das Filipinas quanto na definição de Las Vegas como sede da 66ª edição do Miss Universo.

Publicado em Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Por cúpula da ASEAN, chefe do Departamento de Turismo filipino anuncia que Manila não sediará o Miss Universo 2017


Wanda Teo alegou falta de condições para receber os dois eventos ao mesmo tempo

Da redação TV em Análise

Peter Askinas/WME/IMG/Getty Images/14.01.2017


As Filipinas não irão mais sediar a 66ª edição do concurso de Miss Universo, prevista para o dia 28 de novembro. O anúncio foi feito em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira (22), em Makati (região metropolitana de Manila) pela chefe do Departamento de Turismo (DOT, na sigla em inglês), Wanda Teo, 64.
Uma das justificativas apresentadas por Wanda é a coincidência de datas do cronograma de atividades das 84 candidatas previstas com a cúpula da ASEAN (Associação de Nações do Sudeste Asiático), que ocupará todo o efetivo da Polícia Nacional das Filipinas, do próprio DOT e de outros órgãos do governo. A conferência será realizada entre os dias 10 e 14 de novembro.
Para a organização do Miss Universo 2016 nas Filipinas, cuja final ocorreu no dia 30 de janeiro, na Mall of Asia Arena, em Pasay (Grande Manila), foram gastos US$ 11 milhões (cerca de R$ 33 milhões) vindos da iniciativa privada. O governo do presidente Rodrigo Duterte, 72, não permitiu a utilização de recursos públicos, o que facilitou a vida de corporações como Universal Enteertaiment, LCS Group, SM Lifestyle, Philippine Airlines e Solar Entertainment. No entanto, para que o Miss Universo 2017 ocorresse no país, Wanda Teo submeteu a decisão final de organizar o certame ou não a Duterte, que deu a resposta negativa, que será oficializada aos diretores da Miss Universe Organization.
A opção filipina para sediar o Miss Universo 2017 era o Araneta Coliseum, em Quezon (também na região metropolitana de Manila). Para apressar a realização do Miss Universo 2017 para ainda neste ano, a MUO já providencia a realização do certame em Las Vegas, cidade que tem servido de tapa-buracos para desistências de outros países desde 2010. Três locais já estão sendo sondados – o The AXIS do Planet Hollywood Resort and Casino (sede em 1991, 1996, 2012 e 2015), o Mandalay Bay Events Center (sede em 2010) e a novíssima T-Mobile Arena (que chegou a ser cotada para receber o Miss Universo 2016, antes da oferta filipina). A decisão final deverá sair em agosto.

Publicado em Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo | Marcado com , , , , , , , | 1 Comentário

Assunto da semana: Além do olhar de Evan Rachel Wood


Efeito Westworld deve ditar submissões do Primetime Emmy de drama

HBO/Divulgação


A ampla calha de 180 produções inscritas na categoria de melhor série dramática deve acabar se pautando na votação para definição dessa categoria no 69º Primetime Emmy pela obliquidade de indicar Westoworld na condição de produção. Não falo de outros acessórios como atuação ou efeitos visuais, mas da produção em si. Em dramas, é a única ficha que a HBO pode apostar dado o emperramento na produção das duas temporadas finais de Game of Thrones. Não há chá de cadeira que mude tal sentença para o canal pago premium.
É evidente que a falta de opções da HBO no campo de séries dramáticas para a elegibilidade da temporada 2016-2017, encerrada em 31 de maio, mas que engloba exceções. O chamado “conjunto da obra” acaba aí por ajudar House of Cards, cuja estreia da quinta temporada ocorreu fora do prazo de elegibilidade, mas teve a entrega dos kits episódicos para a Academia de Televisão e seus grupos de votação. As exibições de maio para a Academia do Emmy são essenciais para que o julgamento não fique truncado no período comercial.
O cordão da TV paga e do streaming deve ter grande peso na determinação das sete produções indicadas na categoria de melhor série dramática, a se conhecerem no início da tarde da quinta-feira, 13 de julho. Embora tenham um poder pífio, as produções de TV aberta podem exercer uma balança fundamental para o equilíbrio entre televisão tradicional e streaming. A dentada da Amazon incomoda nesse quesito? Em drama, não. A da Netflix? Esquece isso, já é um garrote que assusta as empacotadoras e programadoras. Bomba.
No quesito das submissões de streaming, é uma rede aberta – a CBS – que usa seu serviço de vídeo para agravar ainda mais a situação das tevês tradicionais no cômputo do quadro final de produções indicadas. A entrada de The Good Fight, sequência de The Good Wife, mais magra em termos de enredo, amplia o vampirismo das Over the Top para cima do FCC, a Anatel americana. NBC e Fox já tem o Hulu e deram um problema. Orange is the New Black não passa de louça de decoração para decretar a pá de cal nas redes. Até sábado.

Publicação simultânea com o TV+Vida do Jornal Meio Norte deste sábado (24/6)

Publicado em Coluna da Semana, Premiações, Séries | Marcado com , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

As submissões de séries dramáticas ao 69º Primetime Emmy


180 produções disputam sete indicações

Da redação TV em Análise

Richard Foreman, Jr/FOX/Divulgação/21.09.2016
Damon Wayans e Clayne Crawford em Lethal Weapon, que disputa indicação


A partir desta terça-feira (20), o TV em Análise Críticas irá publicar as listas de submissões das principais categorias roteirizadas do 69º Primetime Emmy. Na primeira delas, 180 produções foram inscritas para concorrer às sete indicações na categoria de melhor série dramática. Essa categoria terá seus indicados conhecidos no livestreaming que a Academia de Televisão promover às 12h30 (horário de Brasília) da quinta-feira, 13 de julho.
Até à segunda-feira (27), o grupo de votantes do Producers Guild of America (PGA) incumbido desse segmento estará incumbido de remeter à Academia de Televisão as escolhas entre as seguintes séries:

The Affair
American Gods
The Americans
Animal Kingdom
APB
Aquarius
The Arrangement
Arrow
The Art of More
Back Stabber
Bates Motel
Berlin Station
Better Call Saul
Beyond
Billions
Black Sails
The Blacklist
The Blacklist: Redemption
Blindspot
Bloodline
Blue Bloods
Bones
Bosch
The Breaks
Bull
The Catch
Chance
Chesapeake Shores
Chicago Fire
Chicago Justice
Chicago Med
Chicago PD
Code Black
The Collection
Colony
Criminal Minds
Criminal Minds: Beyond Borders
The Crown
DC’s Legends of Tomorrow
Designated Survivor
Doctor Who
The Durrells in Corfu (Masterpiece)
East Los High
Elementary
Empire
The Exorcist
The Expanse
The Fall
Falling Water
Famous in Love
Fear The Walking Dead
The Flash
The Fosters
Frequency
From Dusk Till Dawn: The Series
The Get Down
Girlfriends’ Guide to Divorce
Goliath
Good Behavior
The Good Fight
Good Girls Revolt
Gotham
Greenleaf
Grey’s Anatomy
Grimm
Halt and Catch Fire
Hand of God
The Handmaid’s Tale
Hap and Leonard: Mucho Mojo
Harlots
Hawaii Five-0
Hell on Wheels
Homeland
House of Cards
How to Get Away With Murder
Humans
The 100
ICE
Imposters
Incorporated
Into the Badlands
iZombie
Kingdom
The Last Ship
Law & Order: Special Victims Unit
The Leftovers
Legion
Lethal Weapon
The Librarians
Longmire
Lucifer
MacGyver
Madam Secretary
The Magicians
Major Crimes
The Man in the High Castle
Marvel’s Agents of S.H.I.E.L.D.
Marvel’s Iron Fist
Marvel’s Luke Cage
Mary Kills People
Masters of Sex
Mr. Robot
Narcos
Nashville
NCIS
NCIS: Los Angeles
NCIS: New Orleans
The Night Shift
Notorious
The OA
Once Upon A Time
Orange is the New Black
The Originals
Outcast
Outsiders
The Path
Patriot
Penny Dreadful
Pitch
Poldark (Masterpiece)
Power
Preacher
Pretty Little Liars
Prison Break
Pure Genius
Quantico
Quarry
Queen of the South
Queen Sugar
Ray Donovan
Rectify
Reign
Riverdale
Rizzoli & Isles
Rosewood
The Royals
Salem
Scandal
Scorpion
Secrets and Lies
Sense8
Shades of Blue
Shadowhunters
Shooter
Shut Eye
Six
Sleepy Hollow
Snatch
Sneaky Pete
The Son
Star
StartUp
The Strain
Stranger Things
Suits
Supergirl
Supernatural
Sweet/Vicious
Switched at Birth
Taboo
Taken
13 Reasons Why
This is Us
Timeless
Training Day
12 Monkeys
24: Legacy
Tyler Perry’s If Loving You is Wrong
Tyler Perry’s The Haves and The Have Nots
Underground
UnReal
The Vampire Diaries
Victoria (Masterpiece)
Vikings
The Walking Dead
Wayward Pines
Westworld
When Calls the Heart
Z: The Beginning of Everything
Zoo

Publicado em Premiações, Séries | Marcado com , , , , | Deixe um comentário